Elegância e justiça: dorama de época combina determinação e paixão!

Série é similar à novelas brasileiras, e você vai VICIAR do começo ao fim!

Dorama de época sul-coreano mostra corrupção, justiça e o poder da perseverança!

Se você é um apaixonado por novelas brasileiras, e não abre mão de assistir as produções da TV Globo, mas também é um entusiasta de doramas e gostaria de ver uma combinação dos dois, nós temos uma incrível recomendação para lhe fazer nesta semana, com um dorama de época que vai lhe surpreender e viciar do começo ao fim!

Disponível gratuitamente no streaming, a obra é conhecida por sua história complexa de ação e suspense cheia de reviravoltas, abordando a corrupção, igualdade de gênero, poder da perseverança e a busca por seus objetivos. E se ficou curioso e está interessado, pode conferir tudo sobre à obra abaixo, além de descobrir onde ela pode ser vista!

dorama de época
Reprodução: Viki

LEIA MAIS:

Desvendando emoções: filme escondido é jornada TOCANTE de amadurecimento!

MEDO: dorama de terror na Netflix deixará você APAVORADO!

Conheça “A Flor na Prisão”, dorama de época gratuito com drama, suspense e ação

Para aqueles que se apaixonaram por “Kingdom” e a Dinastia Joseon na Coreia do Sul, e, além de tudo, não abrem mão de uma boa ação e suspense, uma das recomendações que você precisa conhecer nesta semana é “A Flor na Prisão”, que pode ser visto gratuitamente no Brasil. O dorama de época é uma obra sul-coreana e estreou em 2016, com 51 episódios e classificação indicativa de 14 anos. 

A trama de “A Flor na Prisão” se passa durante a dinastia Joseon da Coreia, uma época histórica rica em intrigas políticas e desafios sociais. A história gira em torno de Ok-nyeo, uma mulher que foi injustamente condenada à prisão quando era criança e cresceu atrás das grades. 

Ela se torna uma detetive hábil, usando sua inteligência e habilidades para resolver casos dentro da prisão e ajudar a resolver mistérios fora dela. Enquanto luta por justiça, Ok-nyeo descobre segredos obscuros e se envolve em tramas políticas perigosas.

Abaixo, você pode conferir o trailer oficial de “A Flor na Prisão”. 

A Flor na Prisão” foi um projeto especial da MBC para comemorar o 55° aniversário da emissora sul-coreana, e a obra acabou sendo um grande sucesso, encerrando sua temporada com uma classificação média de 17.31% em audiência ao longo da Coreia do Sul. 

Além disso, o dorama de época também foi indicado à múltiplas premiações, incluindo o 11th Seoul International Drama Awards e 5th APAN Star Awards. 

“A Flor na Prisão”: Conheça o elenco principal e nomes por trás do aclamado dorama de época

Em “A Flor na Prisão”, o dorama de época é estrelado por Jin Se-yeon (“Rainha: Amor e Guerra”), Go Soo (“Missing: The Other Side”), Kim Mi-sook (“Glorious Day”), Jung Joon-ho (“My Boss, My Hero”), Park Joo-mi (“Durian’s Affair”), Yoon Joo-hee (“God’s Quiz”), Kim Soo-yeon (“Os Guardiões”), Jun Kwang-ryul (“Trap of Youth”) e Choi Tae-joon (“Parceiro Suspeito”). 

O dorama de época é uma criação de Kim Ho-young, com roteiros de Choi Wan-kyu (“Triângulo”) e direção de Lee Byung-hoon (“The King’s Doctor”) e Choi Jeong-kyu (“The Devil Judge”). A produção é da Kim Jong-hak Production para a MBC. 

Dorama de Época
Reprodução: The Movie Database

Vale a pena assistir “A Flor na Prisão”?

Sim, vale a pena assistir “A Flor da Prisão” (2019). É um drama histórico coreano bem feito e envolvente, com uma história complexa e cheia de intrigas, romance e ação, além de personagens interessantes. Junto disso, o dorama de época também oferece um interessante retrato da sociedade coreana da Dinastia Joseon, com seus costumes e tradições.

Apesar de um pouco longa, a série é muito bem produzida, com um figurino e um cenário impecáveis. Junto disso, as atuações também são excelentes, com destaque para Jin Se-yeon, que está brilhante no papel de Ok-nyeo. 

Assim, se você gosta de dramas históricos, e não se importa de uma produção com grandes episódios, “A Flor na Prisão” parece ser uma boa escolha para você. No Brasil, a série está disponível no Viki

Comentários do Facebook