Pokémon Transgênero: Encontrando Nova em X e Y e a História de Akari no Mangá!

0

Mergulhe no mundo de Pokémon e descubra a história de Nova, a primeira personagem transgênero oficial dos jogos!

No extenso universo Pokémon, encontramos personagens de todos os tipos, e a representatividade trans não poderia ficar de fora. Em 2013, com o lançamento de Pokémon X e Y para Nintendo 3DS, a franquia deu um passo importante ao introduzir a treinadora Nova, a primeira personagem oficialmente transgênero nos games.

Nova: Uma jornada de autoconhecimento

Nova pertence à classe Beauty (Beleza), exclusivamente feminina, mas ao ser derrotada no jogo, ela revela que, há apenas seis meses, era um Black Belt (Faixa Preta), classe exclusivamente masculina. Através dessa fala sutil, a personagem indica ter passado por um processo de afirmação de gênero.

trecobox.com.br pokemon transgenero encontrando nova em x e y e a historia de akari no manga nova pokemon 1

Leia mais:

OpenAI disponibiliza recurso para assinantes do ChatGPT

Spotify: não assinantes perdem acesso em letras de músicas

Os demais diálogos de Nova reforçam ainda mais sua identidade como mulher transgênero. Ao aceitar a batalha, ela declara que recentemente refez sua vida completamente e renasceu como uma Beauty. Encontrá-la, no entanto, não é tarefa fácil.

trecobox.com.br pokemon transgenero encontrando nova em x e y e a historia de akari no manga pokemon nova

Segundo o canal Did You Know Gaming, o jogador precisa seguir uma série de passos específicos em Pokémon X e Y. Nova aparece como oponente no Battle Maison apenas na dificuldade normal. Após vencer 15 batalhas seguidas, existe uma chance de 10% de que o novo treinador a te desafie.

Akari: Uma história trans no mangá

Embora Nova seja a primeira treinadora trans dos games, existe uma personagem trans ainda mais antiga em outro canto da franquia. No mangá antológico How I Became a Pokémon Card, lançado apenas no Japão, a última história é sobre um menino transgênero chamado Akari, publicada em 2003.

Akari, que desde cedo se identificava como menina, decide se abrir para sua família e amigos. Ele enfrenta desafios e preconceitos, mas recebe o apoio de seus entes queridos e se torna um treinador Pokémon confiante e feliz.

Representação e diversidade no mundo Pokémon

A presença de personagens como Nova e Akari demonstra o compromisso da franquia Pokémon em promover a representatividade e a diversidade. Ao incluir personagens transgênero em suas histórias, a empresa contribui para a criação de um ambiente mais inclusivo e acolhedor para todos os fãs.