Siga-nos também em

Games

Review TBX | Bleach: Immortal Soul – Um presente nostálgico para os fãs da saga

Review TBX | Bleach: Immortal Soul - Um presente nostálgico para os fãs da saga

Confira o que achamos de Bleach: Immortal Soul

 

No catálogo de jogos mobile atuais encontramos o recente Bleach: Immortal Soul.

O jogo remonta a saga original criada por Tite Kubo, adaptada do mangá para o anime. Logo, traz o protagonista Ichigo Kurosaki, um jovem que recebe acidentalmente a visita de uma shinigami, que, ao ser gravemente ferida, transfere seus poderes para Ichigo. Até recuperá-los , eles terão que atuar juntos enfrentando hollows, almas que não fizeram a passagem para Soul Society.

Portanto, o jogo é um presente para fãs nostálgicos que poderão reviver a história na forma de game.

 

 

O título pesa pouco mais que 400 MB e possui bastante atualizações. Roda perfeitamente em smartphones a partir de 64GB/4GB de RAM.

Os gráficos são bons e misturam sabiamente 2D com um “quase 3D”, cut scenes do anime e uma versão “chibi” dos personagens no jogo.

 

 

O game peca um pouco pelo excesso de didática e por transmitir pouca autonomia ao jogador. O título está sempre te ensinando como fazer o passo a passo, se tornando um tutorial que se estende por boa parte do jogo.

 

 

O personagem também é demasiadamente direcionado no jogo, ao passo que se torna quase desnecessária sua livre movimentação, permitida em alguns momentos.

 

 

No entanto, a jogabilidade em batalhas e a história seduzem desde o início do game e possui referência de RPG clássico como Final Fantasy e outras franquias do gênero.

 

 

Produzido nos estúdios da Oasis Games, Bleach é uma aposta muito bem vinda para fãs da saga do shinigamis.

O jogo está disponível para Android e iOS.

 

Game: Bleach Immortal Soul
7.8 TRECOBOX
JOGABILIDADE8
GRÁFICOS10
ENREDO7
DESENVOLVIMENTO8
ORIGINALIDADE6

Comentários via Facebook

Radialista formado se especializando em direção de arte. Sagitariano, sonhador levando a vida buscando paz, amor e um lugar ao Sol. Cinéfilo, aspirante a roteirista. Aquele otaku paulistano que vê animes nas horas vagas, lê mangás no transporte público e faz cosplays pra tirar uma onda. Geek por consequência. Sucesso é uma jornada, não um destino, tenha fé na sua capacidade, esse é meu lema.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas