Suburra: Sangue em Roma – conheça a série da Netflix que MERGULHA em guerra de facções!

Produção revela terrível disputa entre o crime organizado

Destaque da Netflix, a série ‘Suburra: Sangue em Roma’ irá te surpreender 

A série Suburra: Sangue em Roma se tornou um dos grandes sucessos da Netflix, revelando uma disputa acirrada entre facções criminosas na Itália. A produção serve como prólogo para o filme italiano de mesmo nome lançado em 2015, também disponível na plataforma de streaming. Ambos derivam do livro homônimo publicado em 2014, uma colaboração entre Giarcarlo de Cataldo e Carlo Bonini. Notavelmente, enquanto o filme se desenrola em 2011, a série retrocede dois anos, ambientando sua trama em 2009.

Repleta de intensidade e reviravoltas, Suburra: Sangue em Roma cativa os espectadores com sua trama envolvente, tornando-se uma escolha excelente para os apreciadores de dramas.

Suburra Sangue em Roma
Imagem: Netflix

Leia mais:

Como ver os likes de outra pessoa no Instagram usando o Snoopreport

Reviravoltas do coração: nova série ELETRIZANTE da Netflix traz uma trama emocionante!

Conheça os detalhes da trama de ‘Suburra: Sangue em Roma’

Destaque atualmente da Netflix, a série Suburra: Sangue em Roma desenha seu enredo intrincado e emocionante a partir de eventos reais relacionados a uma investigação criminal na Itália, proporcionando aos espectadores uma experiência rica em complexidade e realismo. O enredo, que envolve políticos, mafiosos e até mesmo figuras religiosas, encontra sua inspiração na Mafia Capitale, uma organização criminosa cuja influência foi tão profunda que a investigação das autoridades italianas recebeu o mesmo nome.

O cerne dessa trama está fundamentado na operação da Mafia Capitale, onde membros infiltrados no governo de Roma desviaram fundos destinados aos serviços essenciais da cidade. O desdobramento desses eventos revelou não apenas o roubo de recursos, mas também uma rede intrincada de atividades criminosas que permeavam a sociedade. A série, ao refletir sobre esses acontecimentos verídicos, mergulha nas camadas mais obscuras do submundo, explorando temas como corrupção, poder e suas conexões complexas.

A investigação da Mafia Capitale expôs uma gama diversificada de crimes, incluindo lavagem de dinheiro, extorsão, fraude, agiotagem e tráfico de drogas. A narrativa da série, ao espelhar esses eventos reais, não apenas oferece uma visão perspicaz da criminalidade organizada, mas também lança luz sobre as consequências duradouras dessas ações na Itália. A trama complexa e repleta de reviravoltas de Suburra: Sangue em Roma serve como um mergulho fascinante na interseção entre o crime e o poder institucional.

Além de proporcionar um olhar penetrante sobre a criminalidade, a série destaca a persistência das consequências desse período sombrio da história italiana. Ao fazer isso, ela contribui para uma compreensão mais profunda das dinâmicas sociais e políticas que moldaram a cidade de Roma. Em última análise, Suburra: Sangue em Roma não é apenas entretenimento envolvente, mas uma exploração enriquecedora da interação entre a criminalidade, a corrupção e os mecanismos de poder em uma sociedade complexa.

Série da Netflix é inspirada em eventos reais 

A investigação que serviu de inspiração para Suburra: Sangue em Roma começou a desencadear suas primeiras significativas repercussões em 2014, um ano antes do lançamento do filme que deu origem à franquia. O promotor italiano Giuseppe Pignatone foi fundamental ao expor uma extensa rede que interligava políticos e criminosos, revelando uma trama intrincada de corrupção e colaboração. Ao trazer esses eventos à tona, Pignatone lançou luz sobre as entranhas de uma realidade obscura que inspiraria não apenas o filme, mas também a série da Netflix.

Na trama da série da Netflix, a inspiração se concentra especialmente em três personagens que espelham figuras da vida real. O prefeito Amadeo Cinaglia, interpretado por Filippo Nigro, encapsula vividamente os acontecimentos revelados durante a investigação real. Na Roma verdadeira, o prefeito Gianni Alemanno foi implicado em transações ilícitas com os mafiosos Salvatore Buzzi e Massimo Carminati. Na narrativa da Netflix, esses sócios de Alemanno encontram representação nas figuras de Aureliano e Spadini, interpretados por Alessandro Borghi e Giacomo Ferrara, respectivamente, tornando-se os anti-heróis essenciais da trama. 

A série Suburra: Sangue em Roma, assim, tece uma intrincada teia de eventos ficcionais que ecoam os dramas reais vivenciados nos corredores do poder romano.

Suburra Sangue em Roma Netflix
Imagem: Mega Filmes

Conheça o elenco de ‘Suburra: Sangue em Roma’

Além de contar com uma trama incrível e inspirada em eventos reais relatados por Giarcarlo de Cataldo e Carlo Bonini, a produção da Netflix também conta com um grande elenco. Entre os destaques da série Suburra: Sangue em Roma estão Alessandro Borghi, Giacomo Ferrara, Filippo Nigro, Francesco Acquaroli, Claudia Gerini, Adamo Dionisi, Carlotta Antonelli e Rosa Diletta Rossi. 

Assista ao trailer da terceira temporada de ‘Suburra: Sangue em Roma’, destaque da Netflix

 

Comentários do Facebook