Som da Liberdade: entenda as POLÊMICAS do filme mais CONTROVERSO de 2023!

Filem chega ao Brasil cercado de polêmicas e teorias conspiratórias

Entre sucesso e a polêmica, entenda os detalhes do filme ‘Som da Liberdade’

Chegando aos cinemas brasileiros esta semana, o filme Som da Liberdade se tornou um dos filmes mais polêmicos dos últimos anos em todo o mundo. Inspirado em um evento real, a produção flerta entre o sucesso e controvérsia, já que o longa com temática cristã é acusado de ser vinculado com a QAnon, a famosa teoria conspiratória da extrema-direita ligada ao ex-presidente norte-americano Donald Trump.

Aqui riremos razer todos os detalhes do filme Som da Liberdade e explicar os detalhes que colocam a produção entre os filmes mais pol}êmicos dos últimos anos. 

Som da Liberdade filme
Imagem: MovieBloc

Leia mais: 

Emoções à flor da pele: dorama ESCONDIDO vai te levar a uma montanha-russa de sentimentos!
Homem com poderes especiais faz previsões cômicas em dorama HILÁRIO e gratuito!

Filme ‘Som da Liberdade’ revela detalhes de resgate de crianças 

O filme Som da Liberdade se baseia em eventos reais para contar a história inspiradora de Tim Ballard, um ex-agente do governo dos Estados Unidos que se tornou um herói na luta contra o tráfico sexual de crianças na Colômbia. O filme se desenrola em meio a um cenário sombrio e perturbador, mas brilha com a esperança e a resiliência do espírito humano.

O enredo se inicia quando Tim Ballard, interpretado de forma envolvente por Jim Caviezel, resgata um jovem garoto das garras de traficantes cruéis. Contudo, a sua busca por justiça não termina aí. Quando ele descobre que a irmã do garoto ainda está em cativeiro, Ballard toma a corajosa decisão de enfrentar uma missão ainda mais perigosa e desafiadora.

O filme retrata vividamente o dilema moral de Ballard, que, movido por um profundo senso de compaixão e dever, abandona seu emprego no governo e embarca em uma jornada arriscada nas profundezas da selva colombiana. Lá, ele enfrenta uma quadrilha implacável e cruel, determinada a lucrar com o tráfico humano e a exploração infantil.

O que torna “Som da Liberdade” ainda mais comovente é a sua exploração do poder da perseverança e da determinação de um indivíduo. Ballard não está apenas lutando contra criminosos; ele está lutando pela alma da humanidade, defendendo aqueles que não têm voz e oferecendo-lhes uma chance de viver uma vida livre de exploração.

Jim Caviezel entrega uma atuação impressionante, dando vida a um homem que coloca os princípios humanitários acima de sua própria segurança e conforto. A direção habilidosa e a cinematografia evocativa criam uma atmosfera que transporta o espectador para o coração da selva colombiana, onde a tensão é palpável e cada momento é uma luta pela sobrevivência e justiça.

Som da Liberdade traz uma história que nos lembra da importância de agir em prol dos mais vulneráveis e de nunca desistir na busca pela justiça, ligando o longa a vários movimentos cristão norte-americanos. No entanto, apesar de todos ese detalhes o filme está cercado de polêmicas, principalmente devido a uma suposta ligação com a teoria conspiratória da extrema-direita QAnon. 

Conheça o elenco do filme ‘Som da Liberdade’ 

O filme tem a direção de Alejandro Gómez Monteverde, que trouxe grandes nomes para a produção, incluindo Jim Caviezel, conhecido pelo filme A Paixão de Cristo (2004). Além do protagonista, o longa Som da Liberdade também conta com Eduardo Verastegui, Mira Sorvino, Cristal Aparicio, Bill Camp, Gerardo Taracena, Kurt Fuller e Manny Pérez. 

Som da Liberdade polêmica
Imagem: Aventuras na História

Por que po filme ‘Som da Liberdade’ está envolvido em polêmicas?

Som da Liberdade se destacou não apenas como uma obra cinematográfica, mas também como um ponto focal para os conservadores nos Estados Unidos, atraindo uma audiência que buscava uma narrativa com temas delicados e um forte viés religioso.

O filme viu um aumento em sua popularidade à medida que recebeu apoio de movimentos conservadores, especialmente daqueles que simpatizam com a teoria da conspiração conhecida como QAnon. Essa teoria alega a existência de uma rede global de adoradores de Satanás, pedófilos e canibais envolvidos no tráfico sexual de crianças. Os seguidores da QAnon também acreditam que o ex-presidente Donald Trump estava destinado a desmantelar essa rede, tornando-se alvo de conspirações para impedi-lo de se reeleger. Essa crença alimentou os eventos do ataque ao Capitólio dos Estados Unidos em janeiro de 2021.

A associação entre Som da Liberdade e a teoria QAnon é evidente, pois o filme apresenta um típico cidadão estadunidense – cristão, pai de família e conservador – lutando contra uma rede internacional de tráfico de crianças. A narrativa se assemelha à ideia de que Trump, se reeleito, agiria sozinho para combater os pedófilos, como muitos de seus seguidores acreditam.

O próprio ex-presidente dos Estados Unidos se tornou um dos maiores apoiadores do filme, o que reforçou ainda mais a conexão entre o filme e a teoria QAnon. Trump não apenas divulgou a produção, descrevendo-a como um retrato do que precisa ser combatido a todo custo, mas também organizou uma exibição exclusiva do filme em um clube particular em Nova Jersey.

O filme acabou se tornando um símbolo dentro dos círculos conservadores e uma ferramenta para promover suas crenças e agendas, se tornando alvo de diversos outros grupos. Sua popularidade crescente entre esse público destaca o poder do cinema em influenciar a cultura e a política, tornando-se um reflexo das preocupações e valores de uma parte significativa da sociedade americana.

Assista ao trailer de Som da Liberdade, um dos filmes mais polêmicos dos últimos anos

Comentários do Facebook