Siga-nos também em

Artigo

‘Vingadores’ fora do Oscar de Melhor Filme em 2020 | Injustiça ou sensatez?

'Vingadores' fora do Oscar de Melhor Filme em 2020 | Injustiça ou sensatez?

 

Bilheteria não compra indicação

 

Campeão de bilheteria (2,798 bilhões USD), o filme Vingadores: Ultimato foi declarado como ‘fora do Oscar 2020‘ para a tristeza dos fãs. Pelo menos na categoria de ‘Melhor Filme’, uma das mais importantes da premiação, o título consta fora da lista dos indicados, que inclui o aclamado Coringa.

Mas será que trata-se de injustiça ou sensatez da academia?

 

 

Dotado de fórmulas apelativas e clichês da parceria Disney e Marvel, é verdade que o título foi puramente realizado para satisfazer os anseios dos fãs, que clamavam pelas mesmas prerrogativas de todos os filmes deste universo: piadas de fácil entendimento, show de efeitos visuais e cenas apelativas e melodramáticas de super(estimados)-heróis. O que rende bilheteria, mas não atende as expectativas da academia, que ainda que falha, ainda preza por alguma ousadia e arte em longas-metragens.

 

 

Além disso, Vingadores: Ultimato ainda conta com um roteiro deficiente repleto de furos, enredo e personagens rasos e segue uma receita típica de genéricos blockbusters hollywoodianos.

Contudo, não significa que o filme dirigido por Anthony Russo e Joe Russo não tenha lá seu valor. Para atender o entretenimento de massa, o longa o faz com maestria, enchendo os olhos do espectador de luzes, fogos, efeitos sonoros e cor. A dedicação em manter os atores contratados apesar das exigências cada vez mais exorbitantes e construir, apesar de tudo, todo um universo de filmes interligados deve ser visto como admirável aos olhos de qualquer indústria cinematográfica.

Por isso, Vingadores: Ultimato pode e deve debutar com toda a sensatez da academia em seu devido lugar de mérito, que é entre os indicados entre melhores efeitos visuais.

Em tempo, a cerimonia do Oscar acontece no próximo 09 de fevereiro de 2020.

Não deixe de conferir.

Comentários via Facebook

Radialista formado se especializando em direção de arte. Sagitariano, sonhador levando a vida buscando paz, amor e um lugar ao Sol. Cinéfilo, aspirante a roteirista. Aquele otaku paulistano que vê animes nas horas vagas, lê mangás no transporte público e faz cosplays pra tirar uma onda. Geek por consequência. Sucesso é uma jornada, não um destino, tenha fé na sua capacidade, esse é meu lema.

Mais lidas