Para além dos fungos: 5 teorias INCRÍVEIS que The Last of Us pode explorar na 2ª temporada!

Se você amou The Last of Us, confira as possíveis teorias para a segunda temporada!

The Last of Us: o que esperar da segunda parte da série?

“The Last of Us”, a série de sucesso baseada no jogo homônimo, promete retornar com uma segunda temporada ainda mais emocionante. Após uma primeira temporada marcada por uma narrativa envolvente e personagens cativantes, os fãs estão ansiosos para saber quais rumos a história tomará.

Se você, como todo mundo, está ansioso pela segunda parte de The Last of Us, confira aqui algumas das teorias do que pode acontecer com o futuro da série

The Last of Us
Imagem: Divulgação/ HBO

Leia mais: 

Verdades inconvenientes: documentário da Netflix CHOCANTE revela grande problema atual!

Rumo à glória: Netflix aposta suas fichas em filme poderoso e emocionante para o Oscar 2024!

5 teorias de The Last of Us 

Confira cinco teorias sobre o possível destino de The Last of Us: 

Expansão da História de Ellie

A primeira temporada cobriu com fidelidade os eventos do primeiro jogo, incluindo o DLC “Left Behind”. A segunda temporada tem potencial para aprofundar a jornada de Ellie, explorando sua vida cinco anos após os eventos do primeiro jogo. Isso pode incluir novos desafios, relacionamentos e o amadurecimento de seu caráter, proporcionando uma nova perspectiva sobre sua jornada.

Novos Tipos de Infectados

Um dos elementos mais fascinantes de “The Last of Us” são os infectados, e a segunda temporada pode introduzir novas variedades dessas criaturas aterrorizantes. A expansão dos tipos de infectados adicionaria uma camada extra de suspense e desafio para os personagens, mantendo os espectadores na ponta de seus assentos.

Exploração de Novos Personagens e Facções

A série já demonstrou habilidade em desenvolver personagens secundários de maneira profunda e significativa. A próxima temporada pode trazer novas facções e personagens, expandindo o universo da série e oferecendo novas perspectivas e conflitos dentro deste mundo pós-apocalíptico.

Narrativa Não Linear e Flashbacks

Uma abordagem interessante seria a exploração de uma narrativa não linear, utilizando flashbacks para revelar mais sobre o passado dos personagens e como isso influencia suas ações no presente. Essa técnica narrativa enriqueceria a história, oferecendo uma compreensão mais profunda das motivações e desafios enfrentados pelos personagens.

Profundidade Emocional e Conflitos Internos

“The Last of Us” não é apenas sobre a sobrevivência em um mundo infestado de fungos; é também uma história sobre relações humanas, emoções e moralidade. A segunda temporada tem o potencial de mergulhar ainda mais fundo nesses temas, explorando os conflitos internos dos personagens e as complexidades de suas relações em um mundo onde as regras normais da sociedade não se aplicam mais.

Sobre a série 

“The Last of Us” é uma aclamada franquia de videogames desenvolvida pela Naughty Dog, conhecida por sua narrativa envolvente e profunda. Devido ao sucesso, no ano passado o jogo acabou virando uma série da HBO. A história se passa em um mundo pós-apocalíptico, devastado por uma pandemia causada por um fungo mutante do gênero Cordyceps. Este fungo controla a mente de seus hospedeiros humanos, transformando-os em criaturas violentas e irracionais, conhecidas como “infectados”.

Assim, a narrativa acompanha Joel, um homem endurecido pelas dificuldades do novo mundo, que perdeu sua filha no início da pandemia. Anos depois, ele recebe a missão de escoltar Ellie, uma garota de 14 anos, através dos Estados Unidos. Ellie é imune ao fungo, representando a única esperança de desenvolver uma vacina. Durante a jornada, eles enfrentam perigos tanto dos infectados quanto de outros sobreviventes que farão de tudo para sobreviver.

A relação entre Joel e Ellie é o coração da história. Inicialmente distantes, eles desenvolvem um vínculo paternal forte e complexo. O jogo explora temas como sobrevivência, sacrifício, e o impacto moral das escolhas difíceis em um mundo brutal e sem esperança.

A sequência, ao menos no jogo (por enquanto) , se aprofunda nas consequências dos eventos do primeiro jogo e segue a jornada de Ellie, agora mais velha, em busca de vingança após um evento traumático. A narrativa explora ainda mais a complexidade das emoções humanas e as repercussões de ações passadas. A história é contada de forma não linear e apresenta novos personagens, ampliando o universo do jogo.

O jogo foi elogiado por sua narrativa intensa, personagens bem desenvolvidos e representações emocionais profundas, além dos aspectos técnicos, como gráficos e jogabilidade. A série também foi um grande sucesso.