Siga-nos também em

Artigo

TBX Top 5 | 5 games que precisam voltar na geração atual

Games inesquecíveis que ficariam perfeitos nos consoles atuais!

 

Nos últimos anos temos visto diversos jogos das antigas ganhando remasterizações, remakes e reboots. Também vimos muitos outros que nem precisavam deste upgrade, e mesmo assim receberam. Então porque não aproveitarmos a oportunidade para montar aquela lista marota dos games que queremos de volta na geração atual? No TBX Top 5 de hoje selecionamos aqueles jogos que deixaram em nossos corações a esperança de que (algum dia) voltaremos a jogá-los, seja no PC, PS4, Xbox One ou Switch.

 

5) Battletoads (1991)

Abrindo a nossa lista está o clássico game desenvolvido pela Rare, inicialmente para o NES. Na época do seu lançamento Battletoads apresentava gráficos até que bem avançados e uma jogabilidade inovadora que agradou aos consumidores. Um remake na geração atual, mesmo que ainda com gráficos 2D, seria uma oportunidade de ouro para corrigir os defeitos do original. Uma coisa é certa: a dificuldade do game seria um desafio até para os gamers mais experientes.

 

 

4) Legacy of Kain: Soul Reaver (1999)

O segundo jogo da série Legacy of Kain é graficamente fruto de um trabalho minucioso da equipe de produção. Grandes cenários texturizados, com diversos elementos exploráveis e arquitetura bem definida enchem os olhos dos jogadores. No game o protagonista é o vampiro Raziel, que busca vingança na forma de um espectro devorador de almas. Uma curiosidade: o jogo foi dirigido por Amy Henning, que anos mais tarde seria responsável pela série Uncharted. Os olhos enchem de lágrimas só de pensar em um remake de Soul Reaver.

 

 

3) Alex Kidd (1986)

Sonic? Que nada! Muito antes do ouriço virar garoto propaganda da SEGA, o pequeno Alex Kidd já era o rei do pedaço! Pode ser que os mais novos não façam a menor ideia de quem foi Alex Kidd, porém esse jogo foi um sucesso nos tempos do falecido Master System. O primeiro game da série (Alex Kidd in The Miracle World) foi lançado em 1986, misturando aventura e fantasia em um jogo de plataforma que rendia horas de diversão. 

 

 

2) Chrono Trigger (1995) / Chrono Cross (1999)

Um JRPG de respeito que até hoje é considerado um dos melhores jogos já feitos. Além do enredo e trilha sonora extremamente envolventes, o jogo conta com 13 finais diferentes! O primeiro jogo da série (Chrono Trigger) foi lançado em 1995 para o Super Nintendo e sua sequência (Chrono Cross) em 1999, desde então a franquia permanece adormecida, aparentemente sem nenhum motivo. Eu fico arrepiado só de imaginar como ficaria esse jogo nos consoles atuais!

 

 

1) Streets of Rage (1991)

Definitivamente uma das melhores franquias do nosso querido Mega Drive, o Beat’em Up Streets of Rage leva a medalha de ouro do TBX Top 5 de hoje. Além de ser um dos jogos mais divertidos da época, seja jogando sozinho ou com os amigos, ele ainda é um clássico dentre os jogos do gênero. Basicamente, os jogadores escolhiam entre 3 personagens para combater uma organização criminosa que dominava a cidade. Eis um jogo que definitivamente merece um remake de qualidade na geração atual!

 

 

As menções honrosas da nossa lista de hoje vão para aqueles clássicos que por muito pouco não entraram na lista, mas certamente deixariam muito marmanjo babando caso fossem anunciados para a geração atual:

  • Perfect Dark (2000);
  • Pokémon Snap (1999);
  • Half-Life (1998);
  • Metroid (1986 – Mas tem que ser naquele estilo 2D clássico!).

 

E com esse sentimento de nostalgia o TBX Top 5 de hoje vai ficando por aqui! Não esqueça de deixar nos comentários aquele jogo que você acha que merece voltar na geração atual!

Ainda não conferiu o nosso último Top 5 “Os 5 cenários de games mais parecidos com lugares reais“? Basta clicar neste link.

 

Até a próxima!

 

Comentários via Facebook

Tatuagens e jogos eletrônicos. Duas palavras definem perfeitamente este carioca que, por sinal, não faz a menor ideia de como escrever a própria bio. Um menino metodicamente organizado, prefere o aconchego do sofá e uma boa série a uma noitada com os amigos (mas não recusa o convite). O típico garoto gordinho e viciado em vídeo game que cresceu e se tornou um adulto nerd (ainda gordinho, por sinal).Voar, hospitais e quartos escuros são seus três grandes medos. Às vezes ele os enfrenta, às vezes não (se for um quarto escuro NO hospital, pode esquecer). Faz uso excessivo dos parênteses, pois adora expressar sua opinião sobre as coisas. Afinal, quem não?

Mais lidas