Netflix em apuros? Petição online pede desculpas e indenização por filmagem de Stranger Things em ex-prisão nazista

0

Comunidades judaicas e ciganas estão pedindo que a Netflix assuma a responsabilidade após filmar parte da quarta temporada de Stranger Things em uma antiga prisão nazista, informou o Primetimer (https://www.primetimer.com/news/netflix-stranger-things-4-former-nazi-prison) na última terça-feira (14). 

O serviço de streaming filmou partes da popular série de ficção científica na prisão de Lukiškės em Vilnius, Lituânia; a prisão era bastante conhecida por seu envolvimento nazista durante a Segunda Guerra Mundial e sua proximidade com o terrível massacre de Ponary, em que 100.000 judeus, ciganos e prisioneiros políticos foram assassinados.

Além das filmagens que aconteceram na prisão lituana, o AirBnB também passou a oferecer uma experiência com tema de Stranger Things dentro de Lukiškės, que começou a receber visitantes em 4 de junho.

Petição online pede desculpas e indenização por filmagem de Stranger Things em ex-prisão nazista

Uma petição no Change.org (https://www.change.org/p/hold-netflix-and-stranger-things-accountable), que neste momento tem quase 18.450 assinaturas, pretende responsabilizar a série Stranger Things, o AirBnB a Netflix pela negação ao Holocausto, exigindo reparações financeiras e um pedido de desculpas pelos danos diretos causados ​​a essas comunidades. Além disso, a petição pede o desligamento imediato do AirBnB. 

“Isso não apenas zomba do trauma compartilhado da comunidade judaica e cigana”, diz a petição. “Mas profana ainda mais as memórias vivas dos sobreviventes do Holocausto e seus descendentes.”

O que foi considerado um problema, foi filmar a trama no interior de uma prisão real – Lukiškės, localizada no centro da cidade de Vilnius, na Lituânia, que durante a invasão alemã na Segunda Guerra Mundial serviu aos nazistas para o assassinato de milhares de judeus, ciganos e outros grupos que eram perseguidos na época. 

Antes mesmo dos nazistas, as autoridades lituanas usavam a prisão para o encarceramento de presos políticos, que também se juntam ao grupo de pessoas ​​que exigem desculpas públicas. Ademais, os manifestantes pediram para que a empresa doe todos os lucros obtidos pela temporada às comunidades ciganas e judaicas da Lituânia.

A prisão foi fechada em 2019 e as autoridades lituanas reformaram para uma nova utilização, incluindo um centro cultural para realizar eventos, shows ou filmagens como Stranger Things. Além disso, também foi habilitado como local turístico no Airnbnb, onde neste momento você pode ter uma experiência temática da série e decoração específica por 107 euros por noite. A petição também pede o fechamento do Airbnb.

Até este momento, a Netflix ainda não se pronunciou sobre a polêmica, enquanto que a quarta temporada continua batendo recordes de audiência dentro da plataforma de streaming. A série vai estrear os episódios restantes da temporada no dia 1º de julho de 2022.

Comentários do Facebook

Vai Ter Continuação do Filme Continência Ao Amor? QUAIS MUDANÇAS EXISTEM ENTRE LÚCIFER DE TOM ELLIS E DE SANDMAN? Future Games Show Terá Mais de 50 Jogos TODAS AS RESPOSTAS QUE ESPERAMOS TER NA NOVA SÉRIE DO DEMOLIDOR NO MCU CONFIRA ESSE COSPLAY SURREAL DO GERALT VERSÃO FEMININA