Romance encantador e fofo deixará o seu fim de semana mais leve e divertido!

Amor leve: um romance doce e encantador para alegrar seu fim de semana!

O clássico “Feitiço do Tempo” ganha uma nova cara no romance “O Mapa das Pequenas Coisas Perfeitas”

Lembram-se de quando Bill Murray se viu preso em um loop temporal interminável no clássico “Feitiço do Tempo“, de 1993? Pois bem, parece que esse conceito que combina ciência e enredo encontrou um novo lar em “O Mapa das Pequenas Coisas Perfeitas“, o mais recente filme adolescente distribuído pelo Amazon Prime Video. Mas o que temos de novo?

Romance
imagem: reprodução/ Prime Video

LEIA MAIS:

Sequência EXPLOSIVA de drama do Prime Video é montanha-russa de emoções!

Suspense ELETRIZANTE: série escondida deixará os amantes de mistério FASCINADOS!

Um loop temporal diferente: O que torna o Romance “O Mapa das Pequenas Coisas Perfeitas” único?

Diferente da abordagem didática do romance “Feitiço do Tempo”, em que acompanhamos a perturbadora quebra do tempo do metereologista Phil Connors (Bill Murray), “O Mapa das Pequenas Coisas Perfeitas” apresenta Mark (Kyle Allen), um jovem já acostumado com seu loop temporal, sem muita preocupação em descobrir a causa dessa peculiaridade.

Utilizando seu tempo para evitar pequenos problemas cotidianos em seu bairro, Mark vive sua rotina repetitiva até conhecer a jovem Margaret (Kathryn Newton), que também está vivenciando o mesmo dia repetidamente. Juntos, eles decidem explorar e catalogar as pequenas graças da vida cotidiana que a maioria das pessoas ignora, enquanto Mark tenta atrair os afetos de Margaret.

“O Mapa das Pequenas Coisas Perfeitas” traz reflexões necessárias sobre o tempo

Em “O Mapa das Pequenas Coisas Perfeitas”, o diretor Ian Samuels nos convida para uma reflexão sobre o valor do tempo, a cura, o perdão e principalmente a culpa. Enquanto muitos de nós dizemos que não temos tempo, Mark e Margaret possuem tempo de sobra. O longa nos induz a repensar sobre o valor do tempo em nossas vidas, especialmente em tempos em que o mundo literalmente parou por momentos de graça à pandemia global.

Uma narrativa leve e personagens fáceis de se identificar

Embora não seja o melhor filme a apresentar loops temporais, “O Mapa das Pequenas Coisas Perfeitas” conquista pelo seu tom leve, personagens identificáveis e tom reflexivo. O filme, disponível no Prime Video, é uma opção excelente para quem procura por uma distração suave e, ao mesmo tempo, que traga mensagens significativas sobre a vida e o tempo. O diretor Ian Samuels provavelmente não estava mirando as estrelas com este romance , mas ele definitivamente conseguiu criar algo único e cativante.

Comentários do Facebook