Siga-nos também em

Filmes

Review TBX | Vingadores: Guerra Infinita, “O Nerdgasmo Supremo”

Review TBX | Vingadores: Guerra Infinita, "O Nerdgasmo Supremo"

 

Um estalar de dedos e… BOOOOM! Vingadores: Guerra Infinita é tão impactante quanto essa frase em si

 

“Peraí! Não é isso ainda. Deixa eu reformular: P#T@ QUE ME PARIU, QUE FILME F$D* DO CARA#LH$!!! Isso! Agora sim está certo.” – Esse é o sentimento de todos que viram o filme.

 

Gritaria, pipoca voando, pessoas atônitas, uns malditos com celulares ligados (espero que morram de forma lenta e dolorosa, diga-se de passagem), emoção, risadas e surpresas. Um mix de emoções pra ninguém botar defeito.

 

Review TBX | Vingadores: Guerra Infinita, "O Nerdgasmo Supremo"

 

Desde o final de Os Vingadores, a ameaça do “Titã Louco” vinha sendo esperada. Com aparições aqui e ali, o vilão vinha aumentando o hype em volta de si de forma fantástica. Kevin Feige, você acertou em cheio!

Falando do filme em si, fica ainda mais evidente que Stark é o protagonista do MCU em todos os sentidos, e que Robert Downey Jr dá um show de atuação. Mas isso não significa que os outros sejam menos importantes, contudo fica óbvia a reverência ao “latinha”.

 

Review TBX | Vingadores: Guerra Infinita, "O Nerdgasmo Supremo"

 

Temos aquela quizumba de trocentos personagens com os mais variados níveis de poder diante de uma ameaça que, na boa, quase ninguém consegue imaginar. E, apesar de ser divertidíssimo a interação entre eles, e cada um tendo seu próprio momento no filme, talvez aquele personagem que você goste mais não tenha tanta relevância. Ou até pareça um pouco deslocado.

 

SEMI-SPOILER LOGO ABAIXO!

 

E os vilões? Bem, a Ordem Negra é realmente interessante. Tem problemas, mas o potencial é maior.

Agora Thanos… Malandro, parabéns para os envolvidos. Transformaram o Darkseid dos pobres em um vilão interessante, inteligente e com um ideal que você até compra em um certo nível (tipo o Killmonger, mas não da mesma forma). Ele é muito, MUITO AMEAÇADOR. Isso a tal ponto que você começa a questionar se enfrentar um cara dessa magnitude com um exército que usa “armas normais” (tão normais quanto qualquer coisa wakandana pode ser) não é uma ideia imbecil. Finalmente Thanos ganhou personalidade. Fora o talento do Josh Brolin, que manda extremamente bem.

 

Review TBX | Vingadores: Guerra Infinita, "O Nerdgasmo Supremo"

 

E o final apoteótico te deixa com uma vontade imensa de ter uma máquina do tempo e ir para o ano que vem na mesma hora.

Os Russo Brothers se superaram em tudo o que já foi feito com super heróis no sentido de conclusão (mesmo não sendo o final do arco). A direção e a narrativa são impressionantes. Tudo se encaixa da melhor e mais impressionantemente possível forma, estando bem amarrado não só em si mesmo como em todo o MCU.

A ação então, nem se fala! Explosiva, empolgante, sombria e avassaladora. Ainda prefiro o clima “pimpão” de Joss Whedon em Vingadores, mas ele já não tem espaço aqui. Vingadores: Guerra Infinita é a porradaria mor do MCU e o habitual clima leve acaba por ter pouco espaço.

Quer dizer que temos um filme sisudo? Claro que não! As piadas e o bom humor estão lá, mas na hora e na medida certa.

Claro que o filme não é perfeito. Uma das grandes alegrias é um também um grande defeito: o excesso de personagens, que muitas vezes deixa a desejar. O CGI também incomoda um pouco, mas nada demais.

 

Bem galera, é isso. Depois que eu terminar de recolher meu cérebro do teto do cinema e a euforia passar eu comento, ou não, novamente sobre esse super filme.

 

Ah! E faltou comentar que o Dr. Estranho está com “Game Shark mágico”. Só pode.

 

Filme: Vingadores - Guerra Infinita
9.3 TRECOBOX
HISTÓRIA9
ELENCO9.5
DESENVOLVIMENTO9
PRODUÇÃO9.5
ORIGINALIDADE9.5

Comentários via Facebook

Nerd, Fã de Cerveja, Devoto de São Kal-El, Santo Billy Batson, mas ainda um pouco Thorete e Aracnita. Mal Humorado, com PHD em Horriveldade e em Falar Merda.

Mais lidas