Siga-nos também em

Filmes

Review TBX | Contato Visceral: Atuação impecável em uma história incompleta

Review TBX | Contato Visceral: Atuação impecável em uma história incompleta

 

Contando com um elenco bem formado e uma atuação impecável, Contato Visceral entrega o terror esperado. No entanto, a história possui pontas soltas…

 

Já começamos este review avisando que a nossa opinião, e visão, sobre o recém lançado filme de terror Contato Visceral será beeem diferente de outros sites tendenciosos que adoram criticar sem analisar bem o contexto das obras. Mas fiquem tranquilos, pois teremos o mínimo de spoilers sobre a trama.

O longa Contato Visceral (Wounds) é uma produção do cineasta Babak Anvari, que escreveu e dirigiu, sendo estrelado por grandes nomes do cinema, como Armie Hammer (Me Chame pelo Seu Nome), Dakota Johnson (Cinquenta Tons de Cinza), Zazie Beetz (Coringa e Deadpool 2), Karl Glusman, Brad William Henke entre outros. Primeiramente o filme foi apresentado durante o festival Sundance Film, em janeiro deste ano, onde também foi anunciada a sua estreia através das plataformas de streaming Hulu e Netflix.

Com uma trama regada a um terror psicológico, Contato Visceral consegue fazer uma mistura de elementos sobrenaturais com dramas emocionais. Talvez esse ponto seja um dos maiores diferenciais do longa. No entanto, boa parte da crítica parece não ter entendido muito bem o seu propósito, disparando comentários amargos e notas um tanto baixas demais.

 

 

A história nos apresenta Will (Armie Hammer), um barman que tem uma vida simples demais. Ele mora na casa da sua namorada, Carrie (Dakota Johnson), que parece não estar muito satisfeita com o relacionamento. Em uma noite de trabalho no bar Rosie’s, uma briga totalmente fora de controle faz com que um grupo de jovens deixe um celular cair no chão. Will acaba pegando o aparelho para tentar contactar o dono e assim devolver. No entanto, ao conseguir desbloqueá-lo, ele encontra fotos de pessoas mortas e um vídeo perturbador. A partir daí a vida de Will começa a virar um caos, principalmente pelas alucinações bizarras e as ligações e mensagens ameaçadoras que o atormentam.

 

Review de Contato Visceral: Atuação impecável em uma história incompleta

 

O drama emocional de um homem mal sucedido

Além das coisas bizarras e sobrenaturais, a vida amorosa de Will também é um dos pontos da trama que acaba como plano de fundo para que tudo aconteça. Ele é o verdadeiro galã, mas com uma aparência e comportamento de um brucutu. Will não vive um momento do dia sem tomar uma bebida alcoólica, está sempre com a barba por fazer e algumas vezes sem tomar banho. Além disso, ele assume que abandonou os estudos e passa o dia ou dormindo ou jogando vídeo game (e bebendo). Tal perfil mostra que um homem bonitão acaba perdendo o encanto por ser um típico desleixado e sem futuro, algo que começa a incomodar Carrie. Ela claramente mostra uma certa distância emocional de Will, que vai se agravando a partir do momento que o celular suspeito entra na vida dos dois.

Um outro ponto importante é a notória carência afetiva de Will, que começa a despertar um interesse sexual pela sua melhor amiga, Alicia (Zazie Beetz). O jogo de relações problemáticas parece tomar conta de toda a Nova Orleans. Pelo menos é o que o filme passa e é o que todos os personagens apresentados demonstram. Pessoas que descontam nos vícios as frustrações da vida e o fato de estarem à beira do abismo.

 

 

O terror está presente e faz toda a diferença

Agora vamos à parte que interessa: o terror em Contato Visceral. O clima de suspense já é apresentado nos minutos iniciais do filme. Um grupo de jovens muito suspeitos, a briga inesperada e violenta no bar e o celular que ficou caído no chão. A partir desses eventos a conexão do protagonista com um misterioso ritual macabro faz com que o terror se apresente em cenas que garantirão bons sustos. Além do mais, alguns elementos do gore vão sendo apresentados, principalmente quando baratas nojentas e feridas vão surgindo nas cenas mais tensas. Portanto, se prepare para ter alguns sustos e uma vontade de vomitar.

A trama é desenrolada de um modo bem tranquilo e no tempo certo, sem ser lento ou rápido demais. No entanto, o terror começa a se perder após a vida amorosa de Will começar a desabar. Talvez esse seja o grande defeito do filme em si. Isso porque a atuação de todo o elenco é excelente, a história tem tudo para chegar em um grande clímax e todos os elementos do terror estão ali presentes. Mas a falha crítica acontece, mesmo que não comprometa a qualidade do filme por completo.

 

 

AVISO DE SPOILERS

A partir daqui teremos alguns spoilers sobre a trama do filme e até mesmo do final. Dessa forma, não recomendamos que leia esse trecho se ainda não assistiu ao filme.

 

A estranha criatura sobrenatural

Em Contato Visceral somos apresentados a uma estranha e nojenta criatura que está em um mundo desconhecido, mas à espreita de um hospedeiro humano. Diversas vezes ouvimos coisas sobre o portal e o olho que fica vigiando tudo o que Will faz. Além disso, há uma relação com sacrifícios humanos, um ritual, um livro antigo, um ser de outro mundo (ou do inferno), feridas abertas e o portal.

Não sabemos o que é a tal criatura e muito menos o que ela quer afinal. Entretanto, o nome usado para descrevê-la é Garret, a pessoa que fica trocando mensagens com Will através do celular e que mostra o portal para Carrie através de um site na internet.

 

O estranho olho da criatura. Seria um demônio? Um alienígena? Ou seria apenas um monstro em uma espécie de mundo paralelo?

 

As peças começam a se encaixar em algumas das cenas finais do filme, que vira um verdadeiro show de horrores. Contudo, as explicações mais importantes ficam soltas, levando o espectador a odiar o que acabou de assistir ou a criar expectativas para uma continuação.

 

Baratas, muitas baratas para todo lado!

 

Por fim, podemos dizer que Contato Visceral é um filme de terror com uma boa trama e uma proposta bem original. Por outro lado, o desfecho dessa trama acaba deixando a desejar, ainda mais se não houver uma sequência planejada. Pelo nosso ponto de vista, o filme cumpre o seu papel. Ele tem terror e tem uma ótima atuação do seu elenco, além de uma história bem diferente e instigante.

 

Em tempo, Contao Visceral encontra-se disponível no catálogo da Netflix.

 

Filme: Contato Visceral
8.3 TRECOBOX
HISTÓRIA8
ELENCO10
DESENVOLVIMENTO6
PRODUÇÃO8.5
ORIGINALIDADE9

Comentários via Facebook

Publicitário, cosplayer, gamer, otaku, viciado em séries e colecionador de action figures. Um mix de tudo o que um verdadeiro geek pode ser. Vivendo a vida intensamente a cada segundo, mantendo-se sempre antenado nas novidades desse incrível e expansivo universo. Um pernambucano de nascimento e paulista de coração.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas