Siga-nos também em

Filmes

Review TBX | 365 DNI: O sexualmente excitante filme ruim da Netflix

Review TBX | 365 DNI: O sexualmente excitante filme ruim da Netflix

 

“É ruim mas é bom”

 

Estreou recentemente no catálogo da Netflix o polêmico 365 DNI.

Trata-se de uma adaptação do livro de mesmo nome, escrito por Blanka Lipińska.

Com tomadas visualmente bonitas e sexualmente excitantes, o filme entra num paradoxo de também ser proporcionalmente ruim.

 

 

Entenda o porquê

 

O filme conta a história de Massimo Torricelli, um mafioso italiano que após a morte de seu pai, cria uma fixação pela mulher que avistou no local e não teve a oportunidade de conhecer, a encantadora Laura Biel.

Durante anos a fio, procurou por ela, até que ao encontrá-la, sequestra-a e propõe 365 dias para fazê-la se apaixonar por ele.

Ambos compartilham entre si uma forte tensão sexual que os impulsiona a ultrapassarem seus limites. Só que com isso, entram em um jogo perigoso.

 

 

O filme tem uma ótima fotografia, locações luxuosas, atores bonitos e atraentes. Mas a direção e o desenvolvimento pecam seriamente, fazendo o filme alternar do provocante ao ligeiramente ridículo.

A condução dos acontecimentos se dá muito rápido e falta detalhes, deixando de aprofundar o contexto das relações e o tornando inverossímil.

 

O momento em que Laura pede socorro para os guardas é um exemplo do que não se colocar na edição do longa.

 

Além disso, alguns momentos do filme ainda em sua primeira metade, chegam a ficar patéticos, parecendo um soft-porn com introdução.

O grande acerto do filme é o seu mote principal: a sensualidade.

 

 

As tomadas de sexo são extremamente bem feitas, provocantes e instigam os olhares do espectador.

Ponto também para os protagonistas, que esbanjam beleza e conduzem com profissionalismo e veracidades tais cenas. Os atores Michele Morrone (que também é cantor) e Anna Maria Sieklucka (que também é influencer) são quem protagonizam o longa.

 

 

O fim, pode deixar o espectador extremamente frustrado, pois os detalhes que já eram poucos, se esvaem, e a pessoa que assiste fica com a impressão de que o filme terminou na metade, e que só queria mostrar o sexo pelo sexo.

 

 

Em resumo, “365” é aquele filme que você diz que é ruim mas é bom.

Talvez por isso, tenha figurado tão rápido no top 10 da plataforma.

Está valendo.

 

Filme: 365 DNI
8 TRECOBOX
HISTÓRIA8
ELENCO9
DESENVOLVIMENTO6
PRODUÇÃO10
ORIGINALIDADE7

Comentários via Facebook

Radialista formado se especializando em direção de arte. Sagitariano, sonhador levando a vida buscando paz, amor e um lugar ao Sol. Cinéfilo, aspirante a roteirista. Aquele otaku paulistano que vê animes nas horas vagas, lê mangás no transporte público e faz cosplays pra tirar uma onda. Geek por consequência. Sucesso é uma jornada, não um destino, tenha fé na sua capacidade, esse é meu lema.

Mais lidas