Prison Break: saiba TUDO sobre o reboot da aclamada série!

O que esperar de mais um retorno da série?

Saiba todos os detalhes sobre a volta da aclamada série de televisão

“Prison Break” foi uma série de televisão que estreou em 2005 e conquistou uma base de fãs leais ao longo de sua exibição. Criada por Paul Scheuring, a trama girava em torno de Michael Scofield, interpretado por Wentworth Miller, um engenheiro brilhante que elabora um plano para libertar seu irmão, Lincoln Burrows, da prisão, após ele ser injustamente condenado à pena de morte por um crime que não cometeu.

A série foi muito elogiada por sua trama envolvente, repleta de suspense e reviravoltas, o que a diferenciou das demais séries de TV da época. “Prison Break” apresentou um enredo complexo, cheio de mistérios, e muitas reviravoltas que mantiveram os telespectadores intrigados e ansiosos por mais a cada episódio.

A química entre os atores e a forma como os personagens interagiam e evoluíram ao longo das temporadas também foram aspectos fundamentais para o sucesso de “Prison Break”. A série conseguiu manter os fãs cativados durante suas quatro temporadas, mesmo enfrentando algumas críticas em relação à qualidade das últimas temporadas.

Agora, um esperado “reboot” da aclamada série está em desenvolvimento, e iremos destacar todos os detalhes que sabemos sobre logo abaixo.

Prison Break
Imagem: Metrópoles

Veja mais:

Recupere a fé no amor: comédia romântica da Netflix é alegria para o seu coração!

Aposta no amor: dorama deste ano já se tornou um dos favoritos dos dorameiros!

Prison Beak irá retornar de uma forma diferente

Prison Break, que encerrou sua exibição em 2017 após uma temporada passada tardia, está sendo revivido sob o comando do co-criador e showrunner de Mayans M.C., Elgin James. 

Ambientada no mundo de Prison Break, a nova série não deve se concentrar nos irmãos principais Michael Scofield (Wentworth Miller) e Lincoln Burrows (Dominic Purcell), mas por se tratar do mesmo universo, é provável que vejamos rostos familiares.

A Fox vem brincando com a ideia de trazer a série de volta em algum formato há anos – assim como 24 Horas, que é considerada uma espécie de série irmã de Prison Break. O revival, sequência ou spin-off da série (ainda não está claro) está em desenvolvimento inicial, e James escreverá episódios. 

O criador da série original Prison Break, Paul T. Scheuring, também está voltando para produzir a nova série, o que sinaliza aos fãs de longa data que podemos esperar ver um grau de consistência quando chegar a hora de pressionar o play.

Faz sentido um retorno de Prison Break?

A série vale a pena ser revisitada não só porque tem o potencial de recuperar sua popularidade, mas também porque o programa original foi ao ar na rede de televisão. Isso significava que muitos de seus pontos de enredo e arcos de história tinham que ser diluídos para o público mais jovem e mais amplo – ao contrário de outras séries de prisão como Oz, da HBO, por exemplo. 

Na era do streaming, Prison Break tem a possibilidade de abordar algumas histórias corajosas que são inerentes ao seu cenário. 

Se James quer se tornar político, há muitas oportunidades para provocar o debate sobre o sistema prisional dos EUA, especialmente quando se trata de condenados negros – algo que a série original mal abordou.

Sobre o Showrunner Elgin James

Elgin James é um escritor, diretor e produtor conhecido por seu trabalho na televisão e no cinema. Ele se tornou conhecido principalmente por seu envolvimento na série “Mayans M.C.”, um spin-off da popular série “Sons of Anarchy”.

Além de seu trabalho como showrunner em “Mayans M.C.”, Elgin James é reconhecido por sua carreira no cinema independente. Ele é um cineasta talentoso e se destacou pela direção do filme “Little Birds” (2011), que foi muito elogiado pela crítica.

A trajetória de James é notável não apenas por seu talento na direção e na escrita, mas também por sua própria história de vida. Antes de se tornar uma figura proeminente na indústria do entretenimento, ele teve uma vida conturbada, passando por experiências que influenciaram sua abordagem artística. Elgin James foi membro de gangues em sua juventude, algo que influenciou diretamente suas perspectivas e inspirações em suas obras.

Sua experiência pessoal com questões de identidade, pertencimento e superação de desafios está frequentemente refletida em suas narrativas, trazendo uma autenticidade e profundidade às histórias que conta. Esse aspecto pessoal se traduz em sua habilidade de explorar a complexidade dos personagens e das histórias que cria.

Comentários do Facebook