Trecobox
Sua caixa de conteúdo Geek

Por que Eternos faz referência ao Batman e ao Superman?

É uma forma respeitosa de reconhecer a importância de dois personagens icônicos para a indústria

0

Batman e Superman são referenciados no filme Eternos da Marvel, mas por que o filme do MCU destaca dois dos maiores ícones da DC Comics?

Este artigo contém spoilers de Eternos.

Eternos da Marvel confirma que os super-heróis icônicos da DC, Batman e Superman, existem dentro do MCU, embora como personagens de quadrinhos fictícios. A rivalidade Marvel vs DC é uma lenda, mas na verdade seus fãs estão mais comprometidos com isso do que os membros da equipe por trás. É do interesse da Marvel que a DC esteja bem, e vice-versa, porque toda a indústria de quadrinhos floresce como resultado. O mesmo pode ser dito para filmes de quadrinhos também, e em um mundo ideal, o MCU e o DCEU iriam empurrar um ao outro a alturas ainda maiores.

Eternos marca a primeira vez que os super-heróis da DC foram explicitamente referenciados no Universo Cinematográfico da Marvel. Em uma cena, o valete humano de Kingo, Karun, é descrito como o Alfred de seu Batman – uma comparação que ele claramente adora e que sugere quanta adoração ao herói ele tem por seu chefe. Mais tarde no filme, o Eterno conhecido como Ikaris é diretamente comparado ao Superman, apontando as semelhanças óbvias entre os dois, incluindo superforça aprimorada, voo e a habilidade de projetar raios de energia de seus olhos. Curiosamente, Ikaris não ficou impressionado com a comparação, insistindo que ele não tinha uma capa.

Imagem: Disney/Marvel Studios

Como os quadrinhos, o MCU é aparentemente ambientado no “mundo fora de sua janela” – um mundo igual ao real, apenas com a adição de deuses e monstros, alienígenas e imortais. Batman e Superman têm uma influência profunda na cultura popular e, ao fazer referência a eles, Eternos traz a sociedade da Marvel na tela um pouco mais perto da sociedade do espectador.

Nesse caso, os paralelos na verdade se transformam em inversões diretas dos personagens aos quais fazem referência. Kingo enfrenta a batalha final em bases filosóficas, provando que ele não é o Batman afinal, enquanto Ikaris se transforma na versão dos Eternos de um “Superman Sombrio” com a revelação de que ele realmente matou Ajak para garantir que a missão não pudesse ser interrompida.

A relação entre a Marvel e a DC sempre foi interessante e muito mais amigável do que muitos de seus fãs presumem, simplesmente porque escritores e artistas tendem a migrar entre os dois estúdios. Embora algumas das figuras mais proeminentes tenham contratos de exclusividade, é possível para outras trabalharem em quadrinhos para as duas editoras ao mesmo tempo – assim como James Gunn agora dirigiu filmes tanto no MCU quanto no DCEU. Jack Kirby é um bom exemplo disso, já que trabalhou nos Novos Deuses enquanto estava na DC antes de recorrer à Marvel para criar os Eternos, um grupo que é temática e conceitualmente semelhante. Houve crossovers e equipes – mais notavelmente a minissérie DC Vs Marvel nos anos 90 – mas esses são menos comuns hoje em dia.

Ambas as editoras continuam a gostar de riffs nas obras uma da outra, com cada uma lançando ocasionais easter eggs que insinuam que os quadrinhos de seus rivais são parte do mesmo multiverso. As referências ao Cavaleiro das Trevas e ao Homem de Aço em Eternos provavelmente vão pegar alguns espectadores de surpresa, mas parecem muito apropriadas. Os filmes de Batman e Superman abriram caminho para todo o gênero de super-heróis, que a Marvel efetivamente relançou em 2008 com o lançamento de Homem de Ferro. Como tal, os acenos para esses heróis da DC parecem uma forma respeitosa de reconhecer a importância de dois personagens icônicos para a indústria de quadrinhos como um todo.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre filmes, séries e muito mais!
Imagem: Divulgação

Comentários do Facebook

- Publicidade -