Siga-nos também em

Games

Polêmica! Epic Games é processada por “viciar” jovens em Fortnite

Polêmica! Epic Games é processada por "viciar" jovens em Fortnite

Alegação é que Fortnite teria sido elaborado para causar dependência nos jovens

 

Bem, parece que nem tudo são flores para a Epic Games. No Canadá duas famílias estão processando a desenvolvedora devido ao “vício” de crianças e jovens em Fortnite. O escritório de advocacia responsável pelo processo alega que a Epic “teria contratado psicólogos para entender o cérebro humano e estimular neurotransmissores, de forma similar a cocaína”.

 

Polêmica! Epic Games é processada por "viciar" jovens em Fortnite

 

O caso tenta fazer um paralelo com a dependência química, se baseando em uma decisão da Organização Mundial da Saúde, divulgada em 2018, que considera o vício em videogames um transtorno psicológico. Vale lembrar que, na época em que foi anunciada, a resolução da OMS dividiu opiniões dos especialistas em saúde mental ao redor do globo.

Segundo os advogados, os jovens “estariam apresentando diversos sintomas de dependência severa (vício) e isto teria causado enorme estresse nas famílias”. A ação contra a Epic Games se enquadraria nas mesmas bases legais utilizadas para confrontar a indústria de cigarros, de forma que seriam obrigatórios avisos informando sobre a possível dependência dos usuários. Em comunicado oficial, o escritório também convidou outros pais a se juntarem à ação caso seus filhos apresentem os mesmos “sintomas”.

 

Polêmica! Epic Games é processada por "viciar" jovens em Fortnite

 

Tudo indica que a empresa terá um longo caminho de batalhas judicias pela frente se quiser se manter no topo. Graças ao sucesso astronômico de Fortnite a Epic Games alcançou um valor de mercado de cerca de 15 bilhões de dólares, se tornando uma das maiores no setor. Só o game em si já agregou mais de 250 milhões de jogadores em todo o planeta desde o seu lançamento, em 2017.

 

Até o momento a Epic Games ainda não se pronunciou sobre as acusações.

 

Aproveita e conta pra gente: qual sua opinião sobre o caso? Você também acredita que os jogos eletrônicos possam causar dependência? Não deixe de comentar aqui embaixo e compartilhar a notícia.

 

Nos vemos na próxima!

 

Comentários via Facebook

Tatuagens e jogos eletrônicos. Duas palavras definem perfeitamente este carioca que, por sinal, não faz a menor ideia de como escrever a própria bio. Um menino metodicamente organizado, prefere o aconchego do sofá e uma boa série a uma noitada com os amigos (mas não recusa o convite). O típico garoto gordinho e viciado em vídeo game que cresceu e se tornou um adulto nerd (ainda gordinho, por sinal).Voar, hospitais e quartos escuros são seus três grandes medos. Às vezes ele os enfrenta, às vezes não (se for um quarto escuro NO hospital, pode esquecer). Faz uso excessivo dos parênteses, pois adora expressar sua opinião sobre as coisas. Afinal, quem não?

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas