PERTURBADORA, minissérie da Netflix baseada em fatos reais é soco no estômago!

Série recebeu 11 indicações ao Emmy, incluindo na categoria de Melhor Minissérie

Minissérie da Netflix mostra a REAL sobre chocante caso de injustiça racial

Documentários e minisséries são sempre uma ótima maneira de nos atentar aos problemas reais que ocorrem não apenas no Brasil, mas também ao redor do mundo, e nesta recente minissérie da Netflix somos levados à um duro e cruel caso de injustiça racial nos Estados Unidos. Indicada ao Emmy de Melhor Minissérie, a obra foi fortemente elogiada durante sua estreia, e é um soco no estômago para todos que a assistem!

Baseada em fatos reais, ela explora a chocante história dos Exonerados do Central Park, o caso norte-americano de 5 jovens negros que foram acusados e presos injustamente pelo estupro de uma mulher branca. E se você ficou interessado em conhecer a minissérie, pode conferir tudo sobre ela abaixo! 

Minissérie da Netflix
Reprodução: TecMundo

LEIA MAIS:

Nova série de época concorrente de BRIDGERTON promete arrasar o coração do público!

Meu Nome é Gal: filme CELEBRA carreira de uma das maiores cantoras do Brasil!

Conheça “Olhos Que Condenam”, a minissérie da Netflix sobre racismo e erro judicial chocou o mundo em 2019

Mostrando que o racismo na sociedade e as falhas da justiça dos Estados Unidos, uma de nossas recomendações para fãs de true crime nesta semana vai para o sucesso “Olhos Que Condenam”, minissérie da Netflix. A série norte-americana estreou em 2019 e tem 4 episódios em sua temporada, além de contar com classificação indicativa de 16 anos. 

A série dramatiza a história de cinco jovens negros do Harlem que foram erroneamente acusados, julgados e condenados pelo estupro de uma mulher branca que ocorreu em 1989 no Central Park, em Nova York

Os cinco jovens, Kevin Richardson, Raymond Santana, Korey Wise, Yusef Salaam e Antron McCray, foram interrogados sem a presença de advogados e, em alguns casos, coagidos a fazer falsas confissões. Eles foram posteriormente condenados à prisão, passando vários anos atrás das grades por um crime que não cometeram.

Abaixo, você pode conferir o trailer oficial de “Olhos Que Condenam”. 

Apesar de não ser uma adaptação de algum livro, “Olhos Que Condenam” é uma minissérie da Netflix baseada no caso real dos Exonerados do Central Park. O acontecimento ocorreu em 1989, e é um notório evento de injustiça e erro judiciário que ocorreu nos Estados Unidos durante o último século. 

No Rotten Tomatoes, a série tem 97% de aprovação da crítica, enquanto fica com 89% de aprovação do público. Além disso, a série foi indicada à 11 categorias do Primetime Emmy Awards, incluindo na categoria de Melhor Minissérie, mas saiu vencedora apenas de Melhor Ator Protagonista em Minissérie. 

“Olhos Que Condenam”: Conheça o talentoso elenco e equipe por trás da minissérie da Netflix

Em “Olhos Que Condenam”, a minissérie da Netflix é estrelada por Asante Blackk, Caleel Harris, Ethan Herisse, Jharrel Jerome, Marquis Rodriguez, Marsha Stephanie Blake, Kylie Bunbury, Aunjanue Ellis, Vera Farmiga, Felicity Huffman, John Leguizamo, Niecy Nash e Michael K. Williams, que compõem os nomes no elenco principal. 

Além deles, no elenco recorrente, encontramos Omar Dorsey, Suzanne Douglas, Christopher Jackson, Joshua Jackson, Famke Janssen, Adepero Oduye, Aurora Perrineau, Storm Reid, William Sadler, Blair Underwood, Len Cariou, Chukwudi Iwuji, Frank Pando, Alexandra Templer, Jayce Bartok e Dascha Polanco

A minissérie da Netflix é uma criação de Ava DuVernay (“Selma: Uma Luta pela Igualdade”), com roteiros assinados pela própria em colaboração com Julian Breece, Robin Swicord, Attica Locke e Michael Starrbury. A direção também é de Ava DuVernay, com produção da Harpo Films, Tribeca Productions, ARRAY e Participant Media. 

Minissérie da Netflix
Reprodução: O Dia

Vale a pena assistir “Olhos Que Condenam”?

Olhos Que Condenam” é uma minissérie da Netflix elogiada por sua narrativa forte e atuações emocionais por parte do elenco talentoso, especialmente Jharrel Jerome e  Asante Blackk. 

Além disso, a obra também é destaque por expor a injustiça sofrida pelos Central Park Five, assim como por mostrar o poder do sistema de justiça criminal em moldar as narrativas e percepções públicas de indivíduos inocentes. As questões de injustiça racial, coerção policial e erro judiciário também são retratadas com sensibilidade, mas de maneira poderosa e que chame atenção. 

Assim, “Olhos Que Condenam” é uma minissérie da Netflix que vale a pena assistir, desde que você esteja preparado para lidar com tópicos sensíveis e emocionais. 

Comentários do Facebook