Siga-nos também em

Artigo

O que poderá mudar com a compra da Fox pela Disney?

O que poderá mudar com a compra da Fox pela Disney?

 

Além dos heróis da Marvel, outras mudanças virão

 

Uma das maiores fusões da história do entretenimento já pode ser considerada oficial. Esta semana, a Disney obteve a aprovação do Departamento de Justiça para a compra da 20th Century Fox por aproximadamente US$ 71,3 bilhões. Sendo assim, ela agregará diversos ativos, incluindo centenas de canais de TV, um estúdio cinematográfico, além dos direitos sobre diversas franquias famosas. O acordo configura-se como o maior negócio da indústria cinematográfica dos últimos 10 anos!

 

Entenda o que muda com a compra da Fox pela Disney

 

Mas, na prática, o que isto significa? O que muda para nós? Calma, pode ficar relax que nós fizemos todo trabalho difícil. A equipe da Trecobox preparou um apanhado de tudo que deve mudar com esta mega fusão do setor. Então se prepare que a lista é grande!

 

Universo Marvel

Até a junção das duas empresas, a Fox detinha os direitos de imagem sobre diversos personagens, como os X-Men, Deadpool e Quarteto Fantástico. Agora, sob o comando da Disney, tais personagens podem figurar no mesmo universo dos Vingadores, por exemplo. Uma enorme gama de possibilidades podem ser exploradas, incluindo a famosa série dos quadrinhos Vingadores vs X-Men.

Como nem tudo são flores, existe ainda a possibilidade de algumas franquias não terem nenhuma continuação, justamente por não se encaixarem neste universo. Podemos citar como exemplo a franquia Deadpool ou até os Novos Mutantes, que pode nem chegar a existir.

 

Entenda o que muda com a compra da Fox pela Disney

 

Séries e Filmes

A Disney vai aumentar bastante sua variedade de séries, incluindo programas voltados para um público mais adulto. Com o negócio, a empresa agora assume os direitos sobre Uma Família da Pesada, Os Simpsons (que previu esta compra!), Homeland, American Horror Story, Glee, dentre outras produções de sucesso.

Em matéria de títulos para as telonas, a criadora do Mickey Mouse se torna agora um “colosso” na indústria. Diversas produções como, por exemplo, Alien, Duro de Matar, Predador, Avatar e Era do Gelo passam para o seu domínio. Vale lembrar que a Fox terminou o ano de 2016 com a terceira maior arrecadação de bilheteria (US$ 4,5 bi). A Disney, obviamente, terminou em primeiro na época (US$ 7,6 bi). Pois é, a Warner, Universal e Paramount que se cuidem!

 

Entenda o que muda com a compra da Fox pela Disney

 

Serviços de Streaming

A coisa pode não ficar muito boa para o lado da Netflix. Possuindo agora 60% das ações da plataforma Hulu, a Disney pode inverter completamente o mercado, que hoje ainda é dominado por empresas como a Amazon e a Netflix. Existem ainda rumores apontando para uma mega plataforma de streaming  unificadacom um catálogo gigantesco de produções após a compra da Fox. Podemos imaginar ainda que esta adição no acervo da empresa gere um potencial enorme para criação de conteúdo exclusivo como, por exemplo, uma série live-action de Star Wars.

 

Entenda o que muda com a compra da Fox pela Disney

 

Canais de Esportes

A aprovação por parte do Departamento de Justiça impôs certas condições no que diz respeito ao entretenimento esportivo. Foi determinado que a empresa abrisse mão dos ativos esportivos e emissoras regionais da Fox Sports. Tal medida visa evitar a criação de um monopólio do setor, que resultaria em preços mais elevados para o consumidor. Basta lembrarmos que a rede de canais ESPN já é propriedade da Disney. Sem concorrência, qual seria a necessidade de manter preços acessíveis?

 

Entenda o que muda com a compra da Fox pela Disney

 

Situações curiosas

O acontecimento também gerou diversas situações inusitadas envolvendo algumas franquias, e até alguns atores! Confira mais detalhes abaixo:

  • A série Gothan, que narra os acontecimentos anteriores à franquia Batman, super-herói da DC, agora pertence à Disney. Será que estamos presenciando o início do fim da eterna disputa Marvel x DC?
  • Diversos atores acabaram ficando com papéis duplicados, visto que representaram personagens em produções de ambas as empresas. É o caso de Chris Evans ( Tocha Humana / Capitão América), Michael B. Jordan ( também Tocha Humana / Erik Killmonger) e Josh Brolin ( Thanos / Cable);
  • Mercúrio, personagem da Universo Marvel, agora pode ser interpretado por dois atores diferentes em futuras produções: Aaron Taylor-Johnson ( Vingadores: Era de Ultron) ou Evan Peters ( trilogia X-Men);

 

Entenda o que muda com a compra da Fox pela Disney

 

Conclusão

A Disney declarou estar “otimista” com o acordo, prometendo experiências cada vez mais atrativas para o consumidor. Dominando cerca de um terço da indústria do entretenimento, a empresa coloca uma pressão enorme nas produtoras de pequeno e médio porte. Estas companhias podem não ter outra opção, a não ser se unir aos estúdios maiores, levando a uma variedade menor de produções.

Além do mais, podemos atentar para outro ponto: toda fusão entre empresas significa corte de empregos. Em comunicado, a Disney já revelou que espera “cerca de US$ 2 bilhões em economia de custos com a união”. Ou seja, demissões de funcionários. Os roteiristas também podem ser prejudicados pelo acordo, tendo em vista a crescente batalha por salários melhores em Hollywood. Sem falar que, eliminando a concorrência, alivia-se um pouco a necessidade da criação de conteúdo novo para atrair audiência.

Enfim, só nos resta ficar na torcida para que a indústria do entretenimento não se torne uma máquina cinza, sem graça…

 

 

Comentários via Facebook

Tatuagens e jogos eletrônicos. Duas palavras definem perfeitamente este carioca que, por sinal, não faz a menor ideia de como escrever a própria bio. Um menino metodicamente organizado, prefere o aconchego do sofá e uma boa série a uma noitada com os amigos (mas não recusa o convite). O típico garoto gordinho e viciado em vídeo game que cresceu e se tornou um adulto nerd (ainda gordinho, por sinal).Voar, hospitais e quartos escuros são seus três grandes medos. Às vezes ele os enfrenta, às vezes não (se for um quarto escuro NO hospital, pode esquecer). Faz uso excessivo dos parênteses, pois adora expressar sua opinião sobre as coisas. Afinal, quem não?

Mais lidas