Moda e Games: A conexão desses universos

0

Os Games e a moda são dois mundos muito distantes um do outro não é mesmo? Errado. Isso ainda é o pensamento de um grande número de pessoas, contudo essa relação há muito tempo vem se consolidando, ao passo que cada dia os dois ficam mais interligados. Sendo assim, esse crossover de sucesso colabora para o fortalecimento de ambas as indústrias, movimentando um mercado que está imensamente valorizado.

O elo mais óbvio entre os dois universos seriam os jogos que tem a moda como temática principal como “Stardoll” e “Covet Fashion”, possibilitando que apaixonados pelo assunto possam expressar toda a sua criatividade, vestindo personagens e criando looks. Hoje em dia, entretanto, a moda ultrapassou a todas as barreiras imagináveis, ao invadir quase todos os gêneros de games, se fazendo presente até mesmo em franquias renomadas.

Essa atual conexão, todavia, só se tornou possível à medida que os videogames evoluíram de gráficos simples para mundos virtuais complexos e realistas, onde a moda encontrou espaço para ser um componente fundamental nesse ambiente digital através do uso de skins. Escolhidas tanto pelo aspecto estético quanto como um elemento para facilitar a jogabilidade, a representação de roupas, acessórios e estilos nos jogos atingiu um nível de detalhamento que é, por vezes, surpreendentemente próximo da moda no mundo real.

Skins, Customização e Avatares

games
Imagem: Pinterest

 

As skins como é chamado o visual utilizado dentro do game, se tornaram um verdadeiro fenômeno nos últimos anos. Elas podem ser adquiridas de várias maneiras, como recompensas de jogo, desbloqueadas por meio de conquistas ou através de compras, opção que mais e mais gamers vêm apostando para melhorar suas experiências. Com isso, as grandes desenvolvedoras de jogos passaram a investir fortemente nesse componente da gameplay, oferecendo uma gama enorme de possibilidades para os jogadores customizarem seus personagens.

Desse modo, se tornou mais fácil produzir avatares que se assemelham bastante a si próprios, imprimindo todo seu estilo pessoal e personalidade para o personagem. Há ainda quem prefira seguir na direção contrária, apostando na imaginação e fantasia para conceber um personagem totalmente diferente de quem são.

Seja como for, softwares como o Marvelous Designer, o mais utilizado para projetar e editar roupas 3D, permitem desde reproduzir com êxito no ambiente digital itens do dia a dia como uma calça, blusa ou jaqueta jeans feminina até criar peças cheia de detalhes e elementos fantasiosos que dificilmente seriam utilizadas no cotidiano. O fato é que o realismo impressiona, já que a ferramenta proporciona o desenvolvimento de roupas que possuem aspecto e se comportam de maneira autêntica.

Esse avanço na customização das skins trouxe um senso de conexão entre o jogador e o seu personagem. À medida que investem tempo em moldar as suas aparências, eles desenvolvem uma ligação emocional mais forte com suas contrapartes virtuais. Essa identificação fortalece a imersão e o compromisso do jogador com o jogo, sendo, portanto, um fator tão importante para o sucesso de um game.

Colaborações entre Marcas de Moda e Jogos

É claro que ao se tornar um mercado tão próspero, o comércio de skins iria chamar a atenção também de marcas de moda, que perceberam o potencial de negócio lucrativo, vendo os videogames como uma excelente plataforma de marketing. Essas colaborações não apenas geraram entusiasmo entre os jogadores, mas também proporcionaram um novo nível de autenticidade e estilo aos jogos.

São diversos os cases de sucesso de grandes marcas fashion que apostaram nessas collabs, onde os jogadores puderam vestir seus personagens com roupas de grife, recriando a sensação de moda de luxo, para muitos, inacessível no mundo real, dentro do virtual. Além disso, essas parcerias diversas vezes, podem também fazer o caminho inverso com produtos físicos baseados em jogos sendo lançados para quem é fã de determinado game.

Confira alguns exemplos a seguir:

Louis Vuitton x League of Legends

Imagem: Pinterest

 

Em 2019, a renomada marca de moda Louis Vuitton colaborou com o popular jogo “League of Legends”. A marca criou skins de personagens exclusivas para o jogo, incluindo roupas e acessórios inspirados em suas coleções de alta costura. Simultaneamente, uma coleção cápsula física que contava com itens inspirados no game foi lançada. Fora isso, a grife projetou o troféu do Campeonato Mundial de “League of Legends, uma mala personalizada da marca.

Balenciaga X Fortnite

Imagem: Pinterest

Um dos casos mais conhecidos, é a colaboração entre a polêmica marca Balenciaga e o famoso jogo “Fortnite”, que trouxe toda a extravagância característica da grife para as skins do game. A parceira também incluiu um evento especial chamado “Balenciaga Afterworld”, que permitiu aos jogadores explorarem um mundo virtual temático da Balenciaga. Este evento apresentava missões e atividades que os jogadores podiam completar, assim como experiências interativas.

Gucci x Roblox

Imagem: Pinterest

 

Com uma parceira que vem dando certo, Gucci decidiu estreitar ainda mais os laços com o game “Roblox” ao criar a “Gucci Town”, onde não somente é possível obter itens virtuais da marca, mas também se pode descobrir mais sobre a marca e sua história. Essa estratégia espera expandir os horizontes da grife, trazendo um novo público para marca.

Diversas marcas x Animal Crossing

Hit durante a pandemia, Animal Crossing atraiu diversas marcas de moda para dentro da plataforma com produtos digitais e lojas virtuais pop-up. Sandy Liang, Anna Sui, Marc Jacobs e Valentino foram algumas das grifes que embarcaram no hype e utilizaram o jogo como oportunidade de negócios. Já a marca esportiva PUMA lançou itens físicos, tanto roupas quanto calçados, com um design que utilizou o jogo da Nintendo como inspiração.

Cosplay ­— Trazendo os jogos para a realidade

Um outro aspecto que também é muito relevante para a relação entre games e moda é o Cosplay. Sucesso muito antes das skins se tornarem tão customizáveis, o cosplay é uma forma de arte e expressão em que os jogadores recriam os trajes para interpretar personagens não somente de jogos, bem como de filmes, séries, animes e outras obras da cultura pop.

Contudo, é inegável a importância do Cosplay para o universo gamer e vice-versa. Os cosplayers muitas vezes dedicam tempo e esforço consideráveis para criar trajes detalhados e precisos, que reproduzam com perfeição os personagens do jogo. Convenções, como a Comic-Con, se tornaram locais onde eles podem mostrar seus talentos e se reunir com outros entusiastas desse nicho de moda. Assim, conectados de tantas formas, o que se espera é que o universo fashion e o dos games ficarão ainda mais interligados com o passar do tempo.

Comentários do Facebook