Lula EXPLODE em discurso e DETONA armamentismo, games e redes sociais

Do Ódio aos Jogos: Lula e o Desafio de Promover a Paz nas Redes

Combate ao discurso de ódio nas redes sociais

O governo brasileiro está preocupado com a propagação do discurso de ódio nas redes sociais, especialmente após os recentes ataques em escolas. Com o objetivo de enfrentar essa violência, o presidente Lula se reuniu com ministros, governadores e chefes dos poderes Legislativo e Judiciário.

Leia mais:

Os 10 melhores filmes de ação para assistir no Streaming

As 10 Melhores Séries de Fantasia na Netflix: Uma Seleção Imperdível

Eu Sou a Lenda: 5 elementos IMPRESCINDÍVEIS do primeiro filme que a sequência precisa repetir

O que tem sido feito para coibir o discurso de ódio?

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, afirmou que 756 perfis em diferentes plataformas digitais foram retirados nos últimos dez dias por estimular ações violentas em unidades escolares. Além disso, 225 pessoas foram presas ou apreendidas em casos relacionados a planos ou ações de violência no ambiente escolar. Também estão sob investigação 1.224 casos em núcleos policiais em todo o país, com 694 adolescentes e suspeitos intimados a prestar depoimento.

Big techs e a propagação do discurso de ódio

Lula criticou o papel das big techs no combate às fake news e discurso de ódio, ressaltando que as plataformas ganham dinheiro com a divulgação da violência e não possuem critérios para conter a propagação de informações falsas e prejudiciais. O presidente defendeu que as pessoas não podem fazer nas redes digitais aquilo que é proibido na sociedade, como pregar o ódio e fazer propaganda de armas.

Os games também são um problema?

O presidente questionou o tipo de jogo ofertado às crianças e aos adolescentes, afirmando que não há games que falem de amor e educação, mas sim que ensinem a matar. Nesse sentido, Lula alertou para a necessidade de enfrentar a influência negativa dos jogos na formação dos jovens.

Números apresentados pelo governo

Confira alguns dos números apresentados pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino:

  • 155 operações de busca e apreensão realizadas
  • 1.595 boletins de ocorrência registrados em unidades policiais
  • 756 perfis removidos ou suspensos por plataformas como Twitter e TikTok
  • 7.473 denúncias recebidas no canal exclusivo do Ministério, o Escola Segura

É essencial que os governantes tomem medidas para combater o discurso de ódio nas redes sociais e garantir a segurança das pessoas. Além disso, é válido lembrar a importância de publicar conteúdo consciente e positivo, evitando compartilhar informações tóxicas ou prejudiciais aos outros. Assim, podemos criar um ambiente digital mais seguro e saudável para todos.