Trecobox
Sua caixa de conteúdo Geek

Ícone dos anos 90, assim foi Jonathan Brandis, um ator que faz falta

 

Dia 13 de abril o ator completaria 42 anos

 

Dentre vários nomes de atores que passaram pela história do cinema, alguns se destacam por eternizar filmes em nossa memória.

Assim foi Jonathan Brandis. Apesar de não fazer parte de grandes produções, a sutileza de suas atuações em filmes icônicos da infância e adolescência de muitos faz dele um ator que faz falta.

Por isso conheça agora um pouco mais sobre Jonathan Brandis.

 

 

Nascido em Connecticut, em 1976, Jonathan Gregory Brandis começou sua carreira aos seis anos de idade, atuando em comerciais isolados. Fez participações modestas na década de 80 como em Atração Fatal e A Volta do Padrasto.

 

Jonathan Brandis ao lado de Chuck Norris no divertido Sidekicks.
Jonathan Brandis ao lado de Chuck Norris no divertido Sidekicks.

 

Mas foi em 1990, que o ator ganhou destaque, atuando como protagonista de História Sem Fim II, dirigido por Wolfgang Petersen. Na pele do personagem Bastian Bux, o ator conquistou merecido reconhecimento por atuar em uma história fantástica.

 

Brandis em História Sem Fim II.
Brandis em História Sem Fim II.

 

Na sequência, Brandis atuou como uma das atormentadas crianças de Derry no telefilme It – Uma Obra-Prima do Medo, de Stephen King, encenando como o jovem Bill Denbrough.

 

Brandis em It - Uma Obra-Prima do Medo.
Brandis em It – Uma Obra-Prima do Medo.

 

Outro de seus destaques, foi quando teve junto a produção executiva Steven Spielberg, na série seaQuest DSV. Além dela, o ator fez participações em produções icônicas da década de 90, como Blossom e Três é Demais.

 

Brandis em seaQuest DSV.
Brandis em seaQuest DSV.

 

Brandis também emprestou sua voz ao personagem Mozenrath do desenho Alladin.

Na fase adulta, sua vida pessoal ficou sobre holofotes pelo seu romance que durou mais de seis anos com a atriz Tatyana Ali, a Ashley de Um Maluco no Pedaço.

 

 

O sucesso de Brandis o fez ser cogitado até para interpretar o jovem Anakin Skywalker em Star Wars Episódio II: Ataque dos Clones.

Sem muitas nuances ou brilhantismos, a atuação de Brandis era eficaz e necessária. E apesar de não aparentar, uma possível depressão, fez com que o ator findasse sua vida aos 27 anos, quando durante uma festa com os amigos, ele se enforcou com um fio de nylon. A morte do ator foi ilustrada com a seguinte nota:

 

“Em 11 de Novembro de 2003, por volta das 23:40, um amigo de Jonathan Brandis chamou a polícia, pois o ator tinha tentado suicídio em seu apartamento, localizado no bloco 600 da avenida de Detroit. Os Paramédicos do Corpo de Bombeiros transportaram Brandis para o Centro Médico de Sinai, onde ele mais tarde morreu por causa de seus ferimentos. A morte de Brandis foi anunciada pela equipe de funcionários do hospital dia 12 de novembro de 2003, por volta de 14:45”.

 

Arthur Allan Seidelman um de seus diretores, chegou a descrever um pouco da personalidade do ator em um de seus últimos filmes.

 

“Jon era um excelente ator. Este personagem era complexo, exigia muito, e ele tirou de letra. Mas fora de cena parecia sempre distante. Ao mesmo tempo que se dava bem com todos do elenco, ele parecia estar em outro lugar e um tanto deprimido. Foi realmente um choque quando eu soube do que ocorreu, pois ele tinha grande potencial”.

 

Tatyana Ali também se manifestou:

 

“Você aparece em capas de revistas durante anos! Quando isso para de acontecer…qual é a sua identidade?”. – A atriz desabou a chorar.

 

Apesar da mídia não elucidar com a mesma veracidade a triste causa de sua morte, como fez com Heath Ledger ou Robin Williams, Jonathan Brandis nos desperta a curiosidade de como seria seu desempenho hoje em dia, em que filmes estaria atuando e em como estaria sendo reverenciado.

Por isso, vale a pena lembrar. Brandis faz parte da história daqueles que todos se lembram mas ninguém conta.

 

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.