Siga-nos também em

Séries

Irmandade | Netflix promove coletiva de imprensa e revela tudo sobre a série

Irmandade | Netflix promove coletiva de imprensa e revela tudo sobre a série

 

Confira o que rolou na coletiva de imprensa de Irmandade, nova série da Netflix

 

Aconteceu no último dia 09 de outubro, no Hotel Renaissance, em São Paulo, a coletiva de Imprensa com o elenco de Irmandade, a nova série original Netflix.

 

 

A trama conta a história de Edson, um líder de facção cuja irmã Cristina, uma advogada, se vê forçada a se infiltrar no grupo criminoso para desmembrá-lo a favor da polícia. A medida que o enredo avança, Cristina passa a questionar suas próprias atitudes ao mesmo tempo que passa a ter grande dificuldade de se desvencilhar tanto da facção criminosa quando das chantagens da polícia.

 

 

Ambientada na década de 90, o tema aborda o problemático sistema carcerário de maneira fictícia, onde qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.

 

 

“A gente não se inspirou em nenhum caso real. Não tem nenhum personagem que seja inspirado em uma pessoa que existiu de verdade.” – Diz Pedro Morelli, criador e showrunner da série.

 

Morelli também explicou como teve a ideia para a série.

 

“Quando a gente foi falar sobre facções criminosas, tinha algumas abordagens possíveis dramatúrgicas pra falar desse tema. A mais esperada e a menos bacana na minha opinião, porque é a mais vista, seria a de um policial investigando uma facção. Foi a primeira que eu quis evitar. Porque é a coisa que você mais vê em filme hollywoodiano e tal. A segunda ideia foi através de um líder da facção e colocar ele no centro da trama. Eu também achei que isso eu já vi muitas vezes. E surgiu a ideia de fazer através de uma mulher, de ter uma mulher protagonista.” – Disse Morelli, falando sobre como surgiu a ideia do enredo de Irmandade.

 

E foi o que aconteceu. Naruna Costa foi a atriz escolhida para protagonizar a série no papel de Cristina, a irmã de Edson.

 

 

 

“Uma mina preta, da periferia, que cresceu, que conseguiu se tornar uma advogada e trabalhar no ministério público. Olha o caminho que ela fez pra chegar até ali, né. Então mantendo essa rigidez, uma ideia do que seria um viver corretamente numa sociedade. Só que isso se quebra quando ela se encontra com o irmão.” – Disse Naruna Costa sobre sua personagem.

 

Seu Jorge, que interpreta o líder de facção Edson, conta que para construir seu personagem o que ajudou foi o presídio, usado como set de filmagem para a série e também o elenco.

 

 

“Foi um trabalho intenso, acho que todo o acabamento foi dado lá no presídio.” – Disse ele.

 

Depois completou:

 

“É um personagem de muita força, é um personagem que está vivendo uma angústia. Esse trabalho foi encontrado com todo mundo, fazendo isso junto.”

 

O ator Pedro Wagner que interpreta Carniça, personagem importante na facção, revelou que se inspirou em Willem Dafoe, mais propriamente em sua atuação em Wild at Heart, de David Lynch, para compôr seu personagem.

 

 

Representatividade e Racismo Estrutural

 

Um dado importante da série, é que grande parte do elenco é formado por atores negros ou pardos, o que denota a representatividade racial no título. Além disso, o racismo estrutural é algo que influencia a vida e trajetória de muitos personagens. A pauta foi abordada na coletiva e destacou o bom relacionamento de Pedro Morelli com o elenco para as composição das gravações. O respeito aos lugares de fala, bem como a escuta das diferentes visões dos atores, foram essenciais para dar veracidade a trama.

 

“(O racismo) Não é um problema que a população negra tem que resolver. É um problema que geral tem que resolver. Desde os governantes até a base. Então quando ele (Morelli) toma essa posição de aliado, de pensar em uma questão que é um problema do país e que é um problema geral de todo mundo, enquanto essa figura privilegiada, que tem acesso aos meios, se propõe a produzir alguma coisa do tipo, isso é uma atitude maravilhosa.” – Disse Naruna Costa.

 

Confira o vídeo e saiba mais sobre o que rolou na coletiva:

 

 

Irmandade estreia no próximo dia 25 de outubro na Netflix.

Comentários via Facebook

Radialista formado se especializando em direção de arte. Sagitariano, sonhador levando a vida buscando paz, amor e um lugar ao Sol. Cinéfilo, aspirante a roteirista. Aquele otaku paulistano que vê animes nas horas vagas, lê mangás no transporte público e faz cosplays pra tirar uma onda. Geek por consequência. Sucesso é uma jornada, não um destino, tenha fé na sua capacidade, esse é meu lema.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas