Siga-nos também em

Curiosidades

Impressionante! Youtuber constrói sabre de luz “real” usando baterias

Impressionante! Youtuber constrói sabre de luz "real" usando baterias

Sabre de luz “real” chega a ser capaz de cortar objetos

 

O youtuber James Hobson e a equipe do canal The Hacksmith conseguiram um feito um tanto surpreendente para qualquer fã da franquia Star Wars. Com um pouco de ciência e algumas tentativas frustradas a equipe foi capaz de criar um sabre de luz “funcional”.

 

Bem, na verdade trata-se de um “protosabre” – uma versão um pouco mais rudimentar da arma, mas que realmenter existe no universo da franquia. Sua primeira aparição se deu nos quadrinhos, como uma variante do tradicional sabre de luz, porém com uma ofnte de energia portátil presa ao cinto do Cavaleiro Jedi.

 

Sendo assim, e sem mais delongas, confira o resultado final do projeto no vídeo abaixo:

 

 

Conforme explicado no vídeo, o projeto consiste basicamente em uma caixa de bateria, com aproximadamente 20 kg, ligada a um cano de tungstênio e titânio. Ao ser ligada, a “lâmina” do sabre recebe uma carga elétrica tornando-se incandescente.

O resultado final é bem impressionante! O sabre de luz chega a ser capaz de derreter diversos materiais ao toque e o próprio youtuber comenta que ele emite muito calor ao ser manejado.

 

E aí, o que acharam do sabre de luz “funcional”? Não deixem de comentar aqui embaixo e compartilhar a novidade. Até a próxima!

 

Em tempo, vale lembrar que Star Wars: A Ascensão Skywalker estreiou no último dia 19 e já está em exibição nos cinemas de todo o país.

 

Comentários via Facebook

Tatuagens e jogos eletrônicos. Duas palavras definem perfeitamente este carioca que, por sinal, não faz a menor ideia de como escrever a própria bio. Um menino metodicamente organizado, prefere o aconchego do sofá e uma boa série a uma noitada com os amigos (mas não recusa o convite). O típico garoto gordinho e viciado em vídeo game que cresceu e se tornou um adulto nerd (ainda gordinho, por sinal).Voar, hospitais e quartos escuros são seus três grandes medos. Às vezes ele os enfrenta, às vezes não (se for um quarto escuro NO hospital, pode esquecer). Faz uso excessivo dos parênteses, pois adora expressar sua opinião sobre as coisas. Afinal, quem não?

Mais lidas