3 GRANDES TÍTULOS que desapontaram até mesmo Quentin Tarantino

A perspectiva crítica de Quentin Tarantino sobre filmes recentes que não atenderam às suas expectativas

Nosso entendimento e apreciação de filmes é muitas vezes moldado pela perspectiva dos diretores que os criam. Como espectadores, estamos acostumados a receber críticas de críticos de cinema e jornalistas, mas raramente temos a oportunidade de ouvir a perspectiva de um diretor de cinema renomado sobre os trabalhos de seus colegas. Quentin Tarantino, conhecido por seu olhar crítico aguçado e sua contribuição inigualável para o cinema contemporâneo, recentemente compartilhou suas opiniões sobre alguns filmes notáveis que, em sua opinião, decepcionaram. Vamos examinar três grandes títulos que desapontaram até mesmo Quentin Tarantino: “A Liga da Justiça de Zack Snyder”, “Tenet” e “Mulher-Maravilha 1984”.

LEIA MAIS:

Doramas online: o mundo dos K-dramas e suas opções

Conheça a história real e CHOCANTE que inspirou Killers Of The Flower Moon, novo filme de Martin Scorsese

A Liga da Justiça de Zack Snyder (2021)

Parece que Quentin Tarantino, o aclamado diretor de “Pulp Fiction” e “Django Livre”, não ficou muito impressionado com “A Liga da Justiça de Zack Snyder“. Em uma entrevista recente, Tarantino mencionou que encontrou falhas na forma como a história foi contada e que os personagens não se desenvolveram de uma maneira que lhe agradasse. Ele disse: “O filme tinha potencial, mas parece que eles perderam de vista o que torna esses personagens interessantes.”

Tarantino também criticou o excesso de efeitos especiais, dizendo que isso “substituiu a necessidade de um bom enredo”. O filme de Snyder foi lançado em 2021 e, embora tenha agradado a muitos fãs que esperavam por sua versão do filme, não conseguiu ganhar o coração de Tarantino.

Tenet (2020)

Outro título que Tarantino mencionou em suas recentes declarações foi “Tenet“, dirigido por Christopher Nolan. Embora Tarantino admire Nolan e sua contribuição para o cinema, ele mencionou que “Tenet” deixou algo a desejar. Tarantino criticou o filme por ser “demasiadamente complexo” e por deixar o espectador confuso.

Ele disse: “Senti que estava assistindo a um quebra-cabeça que estava constantemente mudando e nunca chegando a uma conclusão satisfatória. Eu gosto de filmes que me desafiam, mas há um limite para quanta confusão eu posso tolerar.”

Mulher-Maravilha 1984 (2020)

O terceiro filme que Tarantino mencionou foi “Mulher-Maravilha 1984“. Este filme, dirigido por Patty Jenkins, teve uma recepção mista tanto do público quanto da crítica, e parece que Tarantino estava do lado dos críticos.

Ele mencionou que o filme parecia “forçado” e que “a tentativa de capturar o espírito dos anos 80 foi pouco convincente”. Além disso, Tarantino criticou a representação do personagem de Chris Pine, dizendo que “ele era apenas um acessório e não contribuía de forma significativa para a história.”

Cinema, como qualquer forma de arte, é altamente subjetivo. O que pode parecer uma obra-prima para um espectador pode ser um grande desapontamento para outro. Neste caso, embora “A Liga da Justiça de Zack Snyder”, “Tenet” e “Mulher-Maravilha 1984” tenham encontrado seu próprio público e conquistado sucesso em alguns aspectos, não conseguiram impressionar Quentin Tarantino, um diretor de renome com uma abordagem distinta para a narrativa cinematográfica. No entanto, suas críticas nos dão uma visão interessante sobre a perspectiva de um mestre cineasta, reforçando a ideia de que a beleza – ou nesse caso, o valor cinematográfico – está nos olhos de quem vê.