Google está lançando alertas de ataque aéreo em telefones Android na Ucrânia

O governo do país pediu ao Google para implantar o recurso.

Como o conflito na Ucrânia continuou, o Google está lançando um recurso do Android que espera ajudar as pessoas no país a se manterem seguras.

Google está lançando alertas de ataque aéreo em telefones Android na Ucrânia

O governo da Ucrânia pediu ao Google para implantar um sistema de alerta de ataque aéreo em celulares Android, e trabalhou com a empresa para fazê-lo. O Google diz que o recurso complementa os alertas de ataque aéreo existentes – é baseado em alertas que o governo já está fornecendo a seus moradores.

Na atualização mais recente de uma postagem do blog em que detalha as medidas que está tomando para ajudar a Ucrânia, o Google diz que suspendeu a maioria de suas atividades comerciais na Rússia. Esses incluem anúncios para todas as entidades sediadas na Rússia, inscrições no Google Cloud, pagamentos na maioria dos serviços e recursos de monetização do YouTube para espectadores russos. Serviços gratuitos como YouTube, Gmail e Pesquisa ainda estão disponíveis na Rússia por enquanto.

A partir de hoje (11), proprietários de hotéis em países vizinhos da Ucrânia podem anotar em seu perfil comercial se oferecem descontos ou estadias gratuitas para refugiados. As empresas podem compartilhar detalhes em seu perfil comercial na Pesquisa e no Maps sobre os serviços e a ajuda que estão oferecendo aos refugiados da Ucrânia.

O Google também está permitindo que ONGs em Varsóvia usem um de seus campings para oferecer apoio jurídico e psicológico aos refugiados. Anunciou anteriormente apoio semelhante a ONGs na Eslováquia, Romênia e Hungria, bem como uma promessa de US$ 10 milhões (R$ 50 milhões) para organizações locais na Polônia que estão ajudando refugiados.

Enquanto isso, o Grupo de Análise de Ameaças do Google detectou atividades do FancyBear e do Ghostwriter, grupos de hackers que se acredita terem ligações com a Rússia e a Bielorrússia, respectivamente. A equipe compartilhou detalhes sobre essas ameaças no início desta semana para aumentar a conscientização entre os membros da comunidade de segurança e aqueles que podem estar em risco de ataques cibernéticos.

Além disso, a empresa afirma ter cumprido uma diretiva da UE para remover sites de mídia financiados pelo Estado russo dos resultados de pesquisa na região. Também está removendo mais aplicativos de mídia russos do Google Play.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre filmesséries e muito mais!
Imagem: Reprodução

Comentários do Facebook

Abrigo 33 é Destaque Em Imagens Confira o Cosplay Incrível de Elektra Poder de Deadpool da Inveja Até Mesmo no Wolverine Ashe e Bob Se Tornam Reais Em Cosplay Novo Jogo de Star Wars Pode Estar Passando por Problemas