Final de Killing Eve é criticado pelo autor original do livro

Série vem sendo bastante criticada por sua finalização

Tendo exibido seu episódio final em 10 de abril, os roteiristas de ‘Killing Eve’, série que sempre foi conhecida por sua representação LGBTQIA+, vem sendo alvo de diversas críticas na internet devido à finalização da série, e o autor do livro Codename Villanelle, na qual a série é inspirada, também se mostra insatisfeito.

Final de Killing Eve é criticado pelo autor original do livro

Em entrevista ao The Guardian, Luke Jennings afirma que a série faz alegoria ao roteiro de “queime seus gays” de Hollywood, matando o protagonista de uma relação LGBTQIA+ logo após ter ficado junto com seu amante.

“Mas a finalização da 4ª temporada se curvou ao congresso. Foi uma punição a Villanelle e Eve por seu caos sangrento e erótico caos que elas causaram. Uma real subversão a esse roteiro teria destruído a alegoria que vê amantes do mesmo sexo, em séries de drama, serem apenas permitidos de breve relações antes de um deles serem mortos (a morte de Lexa em The 100 logo após ter dormido com sua interesse romântica pela primeira vez é um exemplo). O quão mais seria obscuramente satisfatório e real ao espirito original de Killing Eve, vermos o casal caminhar em direção ao sol juntos? Alerta de spoiler, é assim como pareceu pra mim quando estava escrevendo os livros.”

A finalização da série, que vem sendo bastante criticada, se trata da série matar uma das protagonistas no episódio final, depois de 4 temporadas juntas, com diversos fãs revoltados na internet, alegando “falta de sentido” na roteirização do episódio.

Produzida pela Sid Gentle Films para a BBC America, Killing Eve teve seu episódio piloto transmitido pela primeira vez em 2018, com produção executiva por Sally Woodward Gentle, Lee Morris, Phoebe Waller-Bridge, Emerald Fennell, Gina Mingacci, Damon Thomas, Punit Kulkarni e Sandra Oh, que além de produtora executiva também é a protagonista, ao lado de Jodie Comer.

Killing Eve conta a história de duas mulheres: Eve, uma agente do MI5 cujo trabalho de secretária está longe das suas fantasias de ser uma espiã; e Villanelle, uma assassina profissional e psicopata. Igualmente inteligentes e obcecadas uma com a outra, as duas vão protagonizar um jogo viciante de perseguição.

As três temporadas de Killing Eve estão disponíveis para visualização na Globoplay. A 4ª e última temporada da série segue sem previsão de estreia no Brasil.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre filmesséries e muito mais!

Imagem: Reprodução/Globoplay

Comentários do Facebook

EWAN MCGREGOR REVELA GRANDE MUDANÇA DE OBI-WAN QUE NINGUÉM SABIA ESSE COSPLAY DE SENGOKU BASURA VAI TE DEIXAR SEM AR COSPLAYER IMPRESSIONA COM VISUAL DA GANYE DE GENSHIN IMPACT Death Stranding Pode Chegar o Xbox Game Pass Saint Seiya: Códigos de Diamantes Grátis