Descubra 3 Filmes para celebrar o Dia Internacional da Mulher!

Cinema e empoderamento

0

Jornada feminina: 3 filmes para celebração do Dia Internacional da Mulher

No mês dedicado às mulheres, convidamos você a se envolver em histórias surpreendentes e impactantes escritas por mulheres no universo cinematográfico. O audiovisual tem se mostrado um terreno fértil para provocar reflexões e ampliar diálogos, e é por isso que o AdoroCinema selecionou três filmes, cada um com sua perspectiva única, para você aproveitar nesta semana especial do Dia da Mulher. Vamos explorar essas produções que não apenas entretêm, mas também proporcionam uma visão singular do mundo feminino.

Filmes
Imagem: reprodução/ Kinoforum

LEIA MAIS:

Bridgerton: Descubra qual personagem você seria em um quiz rapidinho!

Descubra os 2 Doramas que Dominam o Top 5 da Netflix!

Desbravando narrativas femininas: 3 filmes para o Dia Internacional da Mulher

No mês dedicado à celebração feminina, mergulhe em histórias inspiradoras e provocativas com nossa seleção especial de filmes escritos por mulheres. Estas narrativas não apenas entretêm, mas também oferecem uma visão autêntica e diversificada do universo feminino. Convidamos você a explorar o impacto e a beleza dessas produções cinematográficas que ecoam as vozes femininas.

“A Filha Perdida” (2021) – Netflix

A Filha Perdida” é uma obra cinematográfica intimista e sensível que mergulha nas complexidades da maternidade. A história acompanha Leda, uma professora universitária interpretada por Olivia Colman, que decide tirar férias sozinha em um local paradisíaco. Ao se deparar com Nina (Dakota Johnson), uma mãe confiante, Leda revisita suas próprias memórias e experiências maternas. A obra, disponível na Netflix, é uma adaptação da renomada autora italiana Elena Ferrante, reforçando a importância de contar histórias sob uma perspectiva feminina.

“Cores e Botas” (2012)

Este curta-metragem, escrito por Juliana Vicente, proporciona uma abordagem única sobre questões raciais e padrões de beleza. “Cores e Botas” inicia com Joana, uma menina negra fascinada pelas Paquitas da Xuxa nos anos 80. O filme explora como jovens como Joana são impactadas desde cedo pelo racismo e pelos padrões inatingíveis de beleza propagados pela mídia. Disponível no Youtube, este filme curto oferece uma reflexão necessária sobre identidade e aceitação.

“A Cor Púrpura” (1985) – Max e Prime Video

Baseado na obra-prima de Alice Walker, “A Cor Púrpura” é uma narrativa poderosa que aborda temas como violência, separação e, finalmente, empoderamento feminino. A história segue Celie, interpretada por Whoopi Goldberg, que, após enfrentar inúmeras adversidades, encontra força e esperança com a chegada de Shug Avery (Margaret Avery). Este clássico, disponível no Max e Prime Video, ganhou recentemente uma versão em musical, mantendo viva sua relevância e impacto.

Seja através das profundezas da maternidade, das complexidades raciais ou das jornadas de superação, esses filmes escritos por mulheres oferecem uma visão autêntica e significativa das experiências femininas. Ao celebrar o Dia Internacional da Mulher, mergulhe nessas narrativas envolventes e permita-se ser inspirado por histórias que ecoam as vozes femininas no cinema.