O melhor do cinema: filme vencedor do Oscar de Quentin Tarantino está na Netflix!

Obra é baseada em fatos reais e foi indicada ao Oscar de Melhor Filme

Por Quentin Tarantino, clássico moderno mostra AMOR ao faroeste na Netflix

Quentin Tarantino é um dos maiores nomes do cinema, sendo responsável por filmes como “Pulp Fiction: Tempo de Violência” (1994), “Bastardos Inglórios” (2009) e “Era uma Vez em… Hollywood” (2019). E para este feriadão, que tal você se aventurar em um esquecido, mas também indicado ao Oscar de Melhor Filme, drama em faroeste do cineasta?

É isso mesmo, disponível na Netflix, o títulos nos leva a história de Django, um escrevo liberto que se vê envolvido na responsabilidade de localizar e eliminar criminosos procurados. E se você ficou curioso e está interessado em saber mais sobre a obra, basta continuar lendo para descobrir mais detalhes sobre!

Quentin Tarantino
Reprodução The Movie Database

LEIA MAIS:

Um conto de transformação: conheça Castaway Diva, o novo dorama emocionante da Netflix!

Rir é o melhor remédio: dorama de comédia romântica vai curar seu tédio!

Conheça “Django Livre”, filme de drama em faroeste por Quentin Tarantino 

Para os fãs de clássicos, e especialmente aqueles que gostam de filmes não tão conhecidos, uma de nossas indicações da semana se trata de “Django Livre”, escrito e dirigido por Quentin Tarantino. Hoje disponível na Netflix, a obra tem origem nos Estados Unidos e chegou ao público em 2012, com duração de 2h 45min e classificação indicativa de 16 anos. 

O filme é ambientado no sul dos Estados Unidos, dois anos antes da Guerra Civil, e a trama segue Django, um escravo liberto que, ao ser recrutado por um caçador de recompensas alemão chamado Dr. King Schultz, tem sua liberdade ofertada em troca de ajudá-lo a localizar e eliminar três criminosos procurados. 

Com o tempo, Django se torna um caçador de recompensas habilidoso e decide empreender uma missão pessoal para resgatar sua esposa, Broomhilda, que está nas mãos de um brutal proprietário de escravos chamado Calvin Candie.

Abaixo, você pode conferir o trailer oficial de “Django Livre”. 

O longa-metragem não é tão conhecido no Brasil, mas foi um sucesso nos Estados Unidos, faturando mais de US$ 426 milhões em bilheteria com um orçamento de apenas US$ 100 milhões. Além disso, a obra chegou a ser indicada a cinco indicações no Oscar, incluindo Melhor FIlme, mas levou o prêmio apenas em Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Roteiro Original

No Rotten Tomatoes, o longa-metragem de Quentin Tarantino tem 87% de aprovação da crítica, baseado em 298 avaliações, enquanto fica com 92% de aprovação do público.

Além de Quentin Tarantino, descubra os nomes da equipe e elenco de “Django Livre”

Em “Django Livre”, o longa-metragem de Quentin Tarantino é liderado por Jamie Foxx (“Código de Conduta”), Christoph Waltz (“Bastardos Inglórios”), Leonardo DiCaprio (“O Lobo de Wall Street”), Kerry Washington (“Escândalos – Os Bastidores do Poder”) e Samuel L. Jackson (“Pulp Fiction: Tempo de Violência”), que dão vida aos protagonistas da trama. 

Ao lado deles, o elenco de apoio conta com Walton Goggins, Dennis Christopher, James Remar, David Steen, Dana Gourrier, Nichole Galicia, Laura Cayouette, Ato Essandoh, Sammi Rotibi, Clay Donahue Fontenot, Escalante Lundy, Mariam F. Glover, Don Johnson e Franco Nero. 

O longa-metragem tem roteiro e direção por Quentin Tarantino, com produção de Stacey Sher (“Decisões Extremas”), Reginald Hudlin (“Uma Festa de Arromba”) e Pilar Savone (“Os Irmãos”). A responsabilidade do filme é da A Band Apart e Columbia Pictures. 

Quentin Tarantino
Reprodução The Movie Database

Vale a pena assistir “Django Livre”?

Sim, se você gosta de filmes de faroeste, crime e drama, “Django Livre” é uma ótima opção para assistir. O longa recebeu uma recepção amplamente positiva da crítica e do público quando foi lançado em 2012. O filme foi elogiado por diversos aspectos, incluindo as atuações do elenco, a direção de Quentin Tarantino, o roteiro, a trilha sonora e a abordagem única de Tarantino ao gênero faroeste.

A atuação do elenco, em particular a de Christoph Waltz, Leonardo DiCaprio, Jamie Foxx e Kerry Washington, foi amplamente elogiada junto da química entre os atores e as performances do elenco de apoio, que contribuiram para o sucesso do filme. Além de tudo, a trilha sonora, que apresenta uma combinação eclética de músicas, também recebeu elogios e contribuiu para a atmosfera única do filme.

No Brasil, “Django Livre” está disponível na Netflix

Comentários do Facebook