Siga-nos também em

Games

FIAGTC Nova York | Igor Fraga vence a Copa das Nações de novo

FIAGTC Nova York | Igor Fraga conquista mais uma Copa das Nações

 

Uma batalha entre os campeões

 

A Polyphony Digital/Sony havia prometido um evento repleto de emoções, mas, honestamente, não esperávamos tanto. Isso porque a etapa da FIAGTC Nova York foi uma das mais disputadas até aqui. Inclusive, arriscamos dizer que houve mais tensão e disputa do que na final do ano passado em Mônaco. Por falar nisso, o enredo dos acontecimentos dessa Copa das Nações gira em torno de Igor Fraga, campeão das Américas e Mundial de 2018, e Mikail Hizal, Campeão Europeu e Vice-Campeão Mundial de 2018. A seguir, confira como foi o primeiro confronto direto entre dois campeões de Gran Turismo:

 

Parte I: Mikail Hizal e Igor Fraga colocam as peças tabuleiro da FIAGTC Nova York

O domingo já começou de forma surpreendente, pois, já na etapa de qualificação, foi confirmado o circuito de Spa Francorchamps. Assim, Mikail Hizal conseguiu o fazer a pole com uma volta de 1:57.352, seguido por Igor Fraga com 1:57.400 e Takuma Miyazono com 1:57.540. Aliás, guarde esses três nomes, pois serão bem importantes nos acontecimentos da corrida final.

 

Qual a importância de Spa Francorchamps?

Segundo a Wikipédia, a pista de Spa Francorchamps, na Bélgica, faz parte da lista de circuitos clássicos da Fórmula 1. Além disso, o circuito é o preferido da maioria dos pilotos por diversos motivos. Inclusive, dos últimos 10 pilotos que venceram o GP Spa Francorchamps na Fórmula 1, 8 deles eram campeões mundiais. Isso prova que não estamos falando de qualquer pista.

 

 

Capítulo 1:  O Raio

 

Semi final A – Willow Springs International Raceway Big Willow – 17 voltas – Carro Fittipaldi Ef7

Antes de começar a história dessa corrida, vamos destacar o carro. A Supermaquina foi projetada pela Fittipaldi Motors, assim, o protótipo do EF7 tem assinatura do lendário piloto brasileiro Emerson Fittipaldi. Além disso, pela primeira vez uma semifinal teve um único modelo de carro.

 

 

Então, para quem não sabe o ID do Hizal é TRL_Lightning, e adivinha o que aconteceu? Mikail disparou na frente e ganhou a corrida de ponta a ponta, tal como um raio no céu. Já Cody Latkovski atacou Takuma Miyazono e garantiu a segunda posição. Embora Miyazono tenha devolvido o ataque na quinta volta, a ação não surtiu efeito. Isso porque, em Willow Spring ultrapassar não é uma missão fácil. Dessa forma, os três pilotos se classificaram para final e Coque Lopez conquistou a última vaga com a quarta posição.

 

FIAGTC Nova York | Igor Fraga vence a Copa das Nações de novo

 

 

Capítulo 2: Chegar é uma coisa, passar é outra – Igor Fraga larga na liderança

 

Semi final B – Circuito Autopolis International short course – 17 voltas – Gr.B

Os carros da classe Gr.B são próprios para Rally, e foi basicamente isso que aconteceu em Autopolis. Para começar, Igor Fraga largou na frente, mas a grande surpresa foi Nicolás Rubilar que pulou para segundo. A partir de então, Rubilar  começou uma dura perseguição em cima de Fraga. Por outro lado, Fraga passou as 17 voltas provando aquele velho ditado das pistas: chegar é uma coisa, passar é outra. Principalmente nas últimas voltas, quando Rayan Derrouiche, na terceira posição também se juntou ao ataque, porém sem sucesso. Dessa forma, os três pilotos se classificaram para final e Ryota Kokubun  conquistou a última vaga com a quarta posição.

 

FIAGTC Nova York | Igor Fraga vence a Copa das Nações de novo

 

Corrida de Repescagem ou corrida maluca?

 

Blue Moon Speedway  – 15 voltas – SF19 Super Formula /Toyota

Ainda que assistíssemos a corrida mais mil vezes, seria quase impossível relatar tudo o que aconteceu nessa prova. Para começar, essa foi a primeira vez que um Super Formula fez parte da etapa de FIAGTC Assim, resumidamente, Manu Rodriguez ganhou por ter liderado a prova o máximo de tempo possível. Já Andrew Brooks, Daniel Solis e Jonathan Wong se classificaram literalmente na última volta.

 

FIAGTC Nova York | Igor Fraga vence a Copa das Nações de novo

 

Parte II:  Igor Fraga, Mikail Hizal e o primeiro embate direto

A configuração do grid para a corrida final foi outro show à parte. Para se ter uma ideia, Mikail Hizal, Igor Fraga, Cody Latkovski e Nicolás Rubilar, ou seja, os três campões de FIAGTC e um vencedor do campeonato de construtores. Assim, já era esperado uma grande corrida antes mesmo de começar.

 

Precisamos falar sobre a Eau Rouge

O atrativo da pista de Spa Francorchamps é um trecho chamado Eau Rouge, cujo nome provem de um riacho de cor vermelha junto à pista. A saber,  trata-se de curva em “S”  com três curvas em níveis distintos. Assim, o primeiro trecho ocorre sobre uma leve subida para esquerda. Logo após, vira-se para a direita. A última curva é feita para a esquerda novamente, para entrar na longa reta, chamada Kemmel Straight. Com isso, o maior desafio da curva é a mudança brusca do relevo: primeiro vem uma descida e depois uma curva subindo, o que não permite que o piloto veja onde ela acaba.

Para piorar, a curva é longa, ou seja,  quem tira o pé do acelerador perde alguns segundos. Com isso, o trecho da Eau Rouge até a Kemmel Straight é geralmente feito a mais de 250 km/h. Dessa forma, a Eau Rouge  é considerado o trecho mais perigoso dos circuitos de F-1. A sensação é similar a estar no primeiro carrinho de uma montanha russa, tendo de pilotar o mesmo.

 

Capítulo 3: Nasce uma rivalidade

 

Corrida Final – Spa Francorchamps – 20 voltas – Red bull x2019 Competition – Pit stop obrigatório

Já na primeira volta Fraga ultrapassou Hizal na Kemmel Straight. Dessa maneira, repetindo sua estratégia de Nürburgring, onde também largou com pneus macios, Fraga começou a abrir sua vantagem. Surpreendentemente, Miyazono, que estava em terceiro, decidiu fazer pitstop ao final da primeira volta. Assim, efetuou a troca de pneus Duros para os Macios. Com isso, Latkovski até tentou atacar Hizal, porém o ataque não surtiu efeito. Então, na oitava volta, Fraga já tinha 15″ de vantagem para Hizal que decidiu fazer seu primeiro pitstop.  Confira na tabela abaixo as diferenças de estratégias.

 

Pitstop  Volta Pneus  Combustível   diferença de tempo entre eles
 Hizal 1  8  Médios – Duros 49 – 66  22″
Fraga 1 9  Macios – Duros 21 -6″
Hizal 2 11 Duros – Macios 37 – 74 37″
Fraga 2 11 Duros – Médios 4 – 81 – 3″

 

Logo, a partir da décima primeira volta, Hizal parecia virado o jogo pra cima de Fraga. Afinal, o piloto alemão teria 9 voltas para tirar a diferença de três segundos para o piloto brasileiro. Mas um fato curioso havia acontecido, Miyazono estava em primeiro, com 12″ de vantagem e de pneus macios. O piloto japonês fez uma estratégia bem arriscada. Ainda que tenha sido inusitado o seu terceiro pitstop na volta 14, mesmo voltando na quinta posição, ele tinha tudo para brigar pelo pódio. Infelizmente Latkovski o tirou da pista de forma violenta e desnecessária. Inclusive, isso lhe resultou numa punição de 10″.

 

O capítulo inacabado

De volta a briga principal, observando a tabela acima, Hizal tinha 7 litros de combustível a menos que Fraga. Essa diferença na quantidade de combustível, combinada aos pneus macios daria uma vantagem absurda ao Alemão. Por outro lado, ele teria de passar o brasileiro o mais rápido possível graças a sua quantidade de combustível limitada. Esse foi o cenário dramático das últimas voltas de Spa Francorchamps. Então ocorreu o incidente.

 

FIAGTC Nova York | Igor Fraga vence a Copa das Nações de novo

 

Na volta 16, Hizal estava na cola de Fraga. Diante disso, Igor permitiu a ultrapassagem, pegou o vácuo durante a Eau Rouge e retomou a posição no final da Kemmel Straight. Já na curva 17, Mikail tentou fazer o mesmo, mas no final do primeiro trecho do “S” ocorreu o que chamaremos por hora de incidente, que fez seu carro desacelerar, beneficiando Fraga . Com isso, o piloto alemão não conseguiu efetuar a ultrapassagem resultando na vitória de Igor Fraga. Assim, nasceu uma rivalidade.

Graças ao incidente, pela primeira vez uma vitória não foi amplamente comemorada. Na próxima matéria iremos detalhar um pouco mais sobre o que aconteceu na Eau Rouge. Traremos as opiniões de especialistas em Automobilismo virtual, além dos depoimentos de Igor Fraga e Mikail Hizal.

 

Continue acompanhando aqui na Trecobox!

 

Comentários via Facebook

Um geólogo nascido no Rio. Apaixonado por filmes, séries, videogame. Produtor de stories no Instagram. curioso pra caramba. Não sei muito bem o que tô fazendo aqui, me convidaram porque devo ser legal, nunca saberei.

Mais lidas