Disney+ reinventa estratégias frente à Netflix com foco na qualidade, revela executivo

Disney+ e a estratégia de recuperação frente à Netflix: Uma análise de mercado

0

O advento do Disney+ em 2019 marcou o ingresso tardio da gigante do entretenimento no competitivo mercado de streaming, onde a Netflix já estabelecia reinado desde 2007. Mesmo com esse descompasso inicial, o Disney+ tem buscado estratégias para não apenas encurtar a margem que o separa de líderes de mercado como a Netflix, mas também solidificar sua posição como uma plataforma de conteúdo essencial para seus assinantes. Brad Winderbaum, chefe do Marvel Studios, recentemente revelou algumas das táticas adotadas pela Disney para alcançar tais objetivos.

Confira TODOS os lançamentos Disney+ da semana (18 a 24 de dezembro)
Imagem: Unsplash

Leia mais:

7 filmes imperdíveis que estreiam nos cinemas em março de 2024: de terror a ação!

O que é DORAMA? Guia completo e TOP 20 mais populares entre os dorameiros

Como o Disney+ está mudando o jogo?

Inicialmente, a Disney focou na produção acelerada de conteúdos, procurando enriquecer seu catálogo de maneira rápida para competir mais diretamente com concorrentes estabelecidos. No entanto, conforme Winderbaum destacou em declarações ao Comicbook, houve uma reorientação estratégica. A mudança derivou-se da compreensão de que resultados de maior qualidade são obtidos por meio de um processo de criação mais meticuloso e paciente, mesmo que isso implique em lançar projetos em um ritmo mais lento.

A paciência como virtude estratégica

A ênfase na qualidade em detrimento da quantidade tem sido uma revelação para o Disney+. “Nós não estamos parados; eu gosto de pensar que as coisas estão no forno”, ilustrou Winderbaum, sugerindo uma abordagem mais meditada para o desenvolvimento de conteúdo. Essa filosofia parece estar alinhada com a trajetória dos estúdios Disney e Marvel, conhecidos por seu compromisso com produções de alto calibre.

Resultados que falam por si

Não se pode ignorar o impacto significativo que franquias como Star Wars e Marvel tiveram na atração de assinantes para o Disney+. Estas, junto a lançamentos antecipados como “As Marvels”, disponível agora no serviço de streaming, constituem um argumento poderoso para novos usuários. De fato, essas franquias rendem à Disney um retorno financeiro impressionante, quase US$ 25 bilhões, ressaltando o sucesso da estratégia de apostar em títulos de peso.

O futuro do Disney+ num mercado agitado

À medida que o Disney+ caminha para se estabelecer ainda mais firmemente como um líder de mercado, a visão por trás da oferta de conteúdo da plataforma revela um compromisso notável com inovação e qualidade. Com novas incursões planejadas e uma abordagem que favorece o desenvolvimento cuidadoso sobre a quantidade bruta, o Disney+ está se equipando para enfrentar os desafios do mercado de streaming com confiança.

A estratégia detalhada por Winderbaum ilustra um caminho claro para o Disney+, enfatizando não apenas a importância de competir com gigantes estabelecidos como a Netflix, mas também a valorização do processo criativo. Nesse contexto, o Disney+ se posiciona como uma plataforma que entende a dinâmica do mercado atual, reagindo de maneira estratégica para entregar ao público conteúdo que não apenas entretém, mas também ressoa em um nível mais profundo.