Desvendando a história e mitologia por trás dos zumbis no entretenimento

A fascinante origem dos zumbis na cultura pop

0

Os zumbis são uma presença constante no universo da cultura pop, marcando presença em filmes, séries, livros e jogos. Mas você já se perguntou de onde vieram esses seres que tanto fascinam e aterrorizam? A origem dos zumbis é um tema rico e cheio de curiosidades, que perpassa pela história e culturas de várias partes do mundo.

Desvendando a história e mitologia por trás dos zumbis no entretenimento
Imagem: Reprodução/Guerra Mundial Z

Leia mais:

Homem Aranha PROIBIDO causa polêmica na internet e revolta fãs

Dorama da Netflix se baseia na história da herdeira da Samsung

Uma breve história dos zumbis

A palavra “zumbi” tem suas raízes na África Ocidental, sendo introduzida na língua inglesa em 1819. Vinculada à religião Vodu, a palavra “nzambi” refere-se ao espírito de uma pessoa morta. Com o tráfico de escravos para a América, essas crenças se expandiram, especialmente no Haiti, onde se acreditava que os mortos podiam ser revividos como zumbis pelos feiticeiros bokor.

Como os zumbis conquistaram o mundo?

Após sua introdução na América do Norte, através do filme “White Zumbi”, o conceito de zumbi foi se expandindo e ganhando novas interpretações. A figura do zumbi se tornou uma criatura fictícia que serve como metáfora para diversos temas sociais e psicológicos, conquistando fãs em todo o mundo com as mais variadas representações midiáticas.

O lado cultural e social dos zumbis

Os zumbis ultrapassaram a barreira do terror e do sobrenatural para se tornarem ícones culturais. Através deles, é possível explorar questões como a morte, o medo do desconhecido e o comportamento humano em situações limites. Além disso, filmes e séries de zumbis frequentemente abordam críticas sociais, como o consumismo desenfreado e a desumanização.

  • A origem africana e haitiana: Desde a palavra “zumbi” até as primeiras narrativas, a origem dos zumbis é profundamente enraizada nas culturas africana e haitiana.
  • Expansão cultural: O tráfico de escravos para a América trouxe consigo as crenças relacionadas aos zumbis, que foram reimaginadas e adaptadas ao longo dos séculos.
  • O zumbi moderno: Hoje, os zumbis são vistos de diversas formas, desde criaturas sedentas de carne humana até metáforas para questões sociais e psicológicas.

Em conclusão, os zumbis são muito mais do que criaturas assustadoras em filmes de terror. Eles são um reflexo das culturas que os criaram, além de serem um veículo para explorar profundas questões humanas. Como personagens fascinantes da cultura pop, eles continuam evoluindo, garantindo seu lugar no imaginário coletivo por muitos anos.

Wagner Edwards e Bruno Ignacio são profissionais renomados no campo do jornalismo, explorando a fundo o universo da tecnologia e cultura pop. Suas análises e insights acrescentam profundidade ao entendimento dos zumbis na cultura popular, evidenciando a riqueza desse tema que transita entre o fantástico e o real.