Courtney Love faz revelação impressionante sobre sua saída de Clube da Luta após treta com Brad Pitt

Em um episódio de podcast, Courtney Love revelou que foi demitida de Clube da Luta.

Nesta segunda-feira (26), durante um episódio do podcast WTF with Marc Maron, Courtney Love confidenciou ter sido escolhida para interpretar Marla Singer em Clube da Luta, mas ela acabou sendo demitida do elenco.

Courtney Love é conhecida não só por sua carreira de cantora com a banda Hole ou sua carreira de atriz, onde participou de um episódio de Sons of Anarchy, O Mundo de Andy e outros, mas também por ter sido casada com o lendário Kurt Cobain, da ex-banda Nirvana.

Courtney Love revela sobre saída de Clube da Luta

Segundo a própria Courtney Love, ela foi demitida do elenco de Clube da Luta, e o motivo de sua demissão se resume a fatos ocorridos paralelamente ao casting. 

Brad Pitt e o diretor Gus Van Sant procuraram Courtney Love para apresentar a ela um projeto baseado em seu falecido marido, Kurt Cobain. A que acabara de perder tragicamente o marido em 1994 ficou furiosa com a proposta da cinebiografia: “Eu não deixaria Brad interpretar Kurt”, disse ela, recusando o projeto.

Foi após essa discussão que ela foi expulsa do filme cult, Clube da Luta. Edward Norton, seu companheiro na época e ator no filme, teve a árdua tarefa de dar a notícia a ela, declarando tristemente que ela “não tem poder”.

Veja sua citação logo abaixo:

“Eu consegui o papel. Os advogados entraram em contato com os produtores, estava tudo certo. Já tinha até lido o roteiro com o elenco e em particular com o David [Fincher]. Um dia, recebi uma ligação do Gus Van Sant. Ele está almoçando com o Brad Pitt e diz: ‘Escute, o Brad quer muito fazer um filme de música.’

Meu Deus, foi como se os portões do inferno estivessem abrindo. ‘Queremos fazer algo sobre o Kurt!’, ele disse. Ainda hoje, 20 anos depois, eu me castigo por não ter tido o espírito de dizer ‘Sim’, e eles que se fo****em depois. Dias depois, meu telefone tocou e era o David. Eu sabia que seria ele. Fui demitida porque não deixei Brad Pitt interpretar Kurt Cobain”

Em 2020, Brad Pitt ofereceu-lhe novamente um filme biográfico de Kurt Cobain, que ela recusou mais uma vez, preferindo fazê-lo com outra pessoa.