Contos de fadas macabros: as histórias dos Irmãos Grimm que você nunca conheceu

0

Cinderela, Branca de Neve, Chapeuzinho Vermelho… Todos esses contos de fadas que marcaram a infância de muitas pessoas foram originalmente escritos pelos Irmãos Grimm. No entanto, as versões que conhecemos hoje são, em sua maioria, adaptações suavizadas e romantizadas das histórias originais.

As histórias originais dos Irmãos Grimm eram muito mais sombrias, violentas e até mesmo perturbadoras. Frequentemente, apresentavam temas como morte, mutilação, canibalismo e crueldade.

Neste artigo, vamos explorar alguns dos contos de fadas dos Irmãos Grimm que você provavelmente nunca conheceu. Prepare-se para se deparar com uma versão bem diferente e macabra das histórias que você sempre achou que conhecia.

Cinderela, Branca de Neve, Chapeuzinho Vermelho... Todos esses contos de fadas que marcaram a infância de muitas pessoas foram originalmente escritos pelos Irmãos Grimm. No entanto, as versões que conhecemos hoje são, em sua maioria, adaptações suavizadas e romantizadas das histórias originais.As histórias originais dos Irmãos Grimm eram muito mais sombrias, violentas e até mesmo perturbadoras. Frequentemente, apresentavam temas como morte, mutilação, canibalismo e crueldade.

Neste artigo, vamos explorar alguns dos contos de fadas dos Irmãos Grimm que você provavelmente nunca conheceu. Prepare-se para se deparar com uma versão bem diferente e macabra das histórias que você sempre achou que conhecia.

A Cinderela que cortou o calcanhar:
Na versão original de Cinderela, a madrasta e as irmãs, desesperadas para calçar o sapatinho de cristal, cortam pedaços dos próprios pés. No final, Cinderela perdoa as irmãs, mas os pombos arrancam os olhos das madrastas como punição.

A Branca de Neve que comia pulmões e fígado:
Na história original, a Rainha Má não oferece uma maçã envenenada à Branca de Neve, mas sim um pedaço de fígado e pulmões envenenados do caçador. Ao final, a Rainha é obrigada a dançar em sapatos de ferro em brasa até cair morta.

A Chapeuzinho Vermelho que devora a avó:
Na versão original, Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau devoram a avó juntos. No final, um caçador salva a menina e mata o Lobo, mas a história termina com um tom sombrio e moralista.

A Rapunzel que engravida do príncipe:
Na história original, Rapunzel engravida do príncipe após encontros secretos na torre. A bruxa, ao descobrir a gravidez, a expulsa para o deserto. Rapunzel dá à luz gêmeos sozinha e, anos depois, o príncipe a encontra e restaura sua visão.

João e Maria: A versão canibal:
Na versão original, os pais abandonam João e Maria na floresta por não terem comida. As crianças são capturadas por uma bruxa canibal que tenta cozinhá-las. No final, as crianças enganam a bruxa e a empurram no forno.

As histórias originais dos Irmãos Grimm são muito mais complexas e sombrias do que as adaptações que conhecemos hoje. Elas refletem a realidade da época em que foram escritas, marcada por violência, superstição e medo.

Embora perturbadoras, essas histórias nos permitem compreender melhor a cultura e a história da Europa, além de nos convidar a refletir sobre os valores que queremos transmitir às novas gerações.
Imagem: Reprodução

Leia mais:

Homem Aranha PROIBIDO causa polêmica na internet e revolta fãs

Dorama da Netflix se baseia na história da herdeira da Samsung

As histórias macabras dos Irmãos Grimm

A Cinderela que cortou o calcanhar:

Na versão original de Cinderela, a madrasta e as irmãs, desesperadas para calçar o sapatinho de cristal, cortam pedaços dos próprios pés. No final, Cinderela perdoa as irmãs, mas os pombos arrancam os olhos das madrastas como punição.

A Branca de Neve que comia pulmões e fígado:

Na história original, a Rainha Má não oferece uma maçã envenenada à Branca de Neve, mas sim um pedaço de fígado e pulmões envenenados do caçador. Ao final, a Rainha é obrigada a dançar em sapatos de ferro em brasa até cair morta.

A Chapeuzinho Vermelho que devora a avó:

Na versão original, Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau devoram a avó juntos. No final, um caçador salva a menina e mata o Lobo, mas a história termina com um tom sombrio e moralista.

A Rapunzel que engravida do príncipe:

Na história original, Rapunzel engravida do príncipe após encontros secretos na torre. A bruxa, ao descobrir a gravidez, a expulsa para o deserto. Rapunzel dá à luz gêmeos sozinha e, anos depois, o príncipe a encontra e restaura sua visão.

João e Maria: A versão canibal:

Na versão original, os pais abandonam João e Maria na floresta por não terem comida. As crianças são capturadas por uma bruxa canibal que tenta cozinhá-las. No final, as crianças enganam a bruxa e a empurram no forno.

As histórias originais dos Irmãos Grimm são muito mais complexas e sombrias do que as adaptações que conhecemos hoje. Elas refletem a realidade da época em que foram escritas, marcada por violência, superstição e medo.

Embora perturbadoras, essas histórias nos permitem compreender melhor a cultura e a história da Europa, além de nos convidar a refletir sobre os valores que queremos transmitir às novas gerações.