Trecobox
Sua caixa de conteúdo Geek

Como o MCU está usando o multiverso para explorar histórias difíceis

Como pode ser o Multiverso?

0

O multiverso é um dispositivo de contar histórias de difícil manejo com impactos potenciais positivos e negativos. Por exemplo, encontrar variações alternativas de personagens favoritos tem o potencial de minar histórias anteriores. No entanto, também pode potencialmente fornecer florescer emocional para histórias que não eram possíveis antes. Alguns fãs da consistência do Universo Cinematográfico Marvel estão preocupados em como o multiverso poderia prejudicar a coesão do MCU. Os elementos multiversais de Loki e What If …? nos mostraram dicas de como as histórias do multiverso que podemos estar vendo em Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa e Doutor Estranho no Multiverso da Loucura podem ser mantidas concisas.

O roteirista principal de Loki, Michael Waldron, e a diretora Kate Herron, falaram em várias entrevistas sobre os temas de suas séries. Loki passa grande parte da temporada contra a ordem burocrática da TVA. Ele também se encontra às voltas com sua identidade diante das variantes de Loki de universos alternativos. Ordem versus caos. Eu versus eus. A estrutura desses debates trazidos na série mostra também outro tema de que falaram Waldron e Herron, no espaço cinza entre a vilania e o heroísmo. É claro que esses temas estão presentes mesmo sem a confirmação das entrevistas por causa de quão fortemente entrelaçados na ação narrativa eles estão.

Imagem: Disney/Marvel

Na superfície, uma antologia como What If …? não deve necessariamente ter uma coerência narrativa ou temática entre os episódios. Ainda assim, vimos o suficiente para saber que estamos concluindo alguns dos episódios anteriores no final. Nesse contexto, deveria haver uma reverberação temática entre os heróis de cada episódio? Não é fácil apontar um. Os temas de Loki são muito mais restritos, já que quase todas as cenas têm uma ressonância temática. Uma série de antologia não precisa de temas coerentes, mas onde há uma história contínua, What If …? talvez faltou algo temático para unir a temporada.

Então, talvez, se Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa puder usar o multiverso para entrelaçar temas, ele pode produzir uma história impactante independentemente das incursões multiversais. Muito do trailer está conectado à identidade do Homem-Aranha como Peter Parker. A divulgação pública dessa informação e Peter vai ao Doutor Estranho para apagá-la da consciência pública. É claro que eles “interferiram na estabilidade [do] espaço-tempo” contínuo ao executar o feitiço. O impacto total ainda está para ser visto, mas é fácil ver como temas de identidade, responsabilidade e destino podem estar ligados a esse feitiço que deu errado e possíveis variantes multiversais. Resta saber como esses temas podem estar fortemente entrelaçados na história.

Imagem: Reprodução

Então, podemos identificar os temas de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura de maneira tão clara e fácil? Dado que Wanda Maximoff foi vista pela última vez estudando o Darkhold, também conhecido como O Livro dos Amaldiçoados, ela pode enfrentar algumas forças de corrupção. Até certo ponto, este é um tema que pode ser estendido até Doutor Estranho, já que Kaecilius foi corrompido por Dormammu. A corrupção, junto com o desgaste do multiverso que Strange admite saber “assustadoramente pouco” no trailer de Sem Volta Para Casa, também pode apontar na direção do equilíbrio como tema. Como Strange pesará os dilemas do multiverso incursivo? Em um meta-sentido, se o filme conseguir obter esse equilíbrio temático certo, então os rumores de participações especiais não parecerão tão descoordenados quanto alguns fãs temem que pareçam.

Imagem: Reprodução

Paternidade e família são temas que Homem-Formiga e a Vespa: Quantumânia podem manifestar. Com Kathryn Newton assumindo o papel de Cassie Lang, parece que ela poderia desempenhar um papel mais com os heróis, com Scott, Hope, Janet e Hank tendo que descobrir as decisões dos pais relacionadas a isso. Não é imediatamente óbvio como Kang de Jonathan Majors vai se conectar a isso, embora sendo um cidadão do futuro, é possível que um ancestral dele possa estar envolvido na história. A maneira como eles conectarão os elementos multiversais aos temas existentes do Homem-Formiga será o teste para determinar o quão firme é a história que chegaremos.

Além das segundas temporadas de Loki e What If …?  não há pistas importantes sobre em que outros projetos da Marvel Studios incorrem no multiverso. Será interessante ver se Loki consegue manter sua ressonância temática durante sua segunda temporada. Da mesma forma, What If …? poderia abraçar totalmente o formato da antologia ou aumentar a continuidade temática e narrativa entre os episódios. O multiverso certamente não irá desaparecer, então outros personagens como Doutor Estranho, Wanda Maximoff e Homem-Formiga ainda podem ter que lutar contra ele. No entanto, onde quer que surja, usar o multiverso de forma concisa e intimamente conectado aos temas do projeto parece que será uma abordagem bem-sucedida.

Gostou do artigo?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre filmes, séries e muito mais!

Imagem: Sobre Sagas

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.