Chefe de criação da Pixar comenta FRACASSO de Lightyear nas bilheterias

A produção faturou apenas US$226 milhões nas bilheterias mundiais

Toy Story é um dos maiores sucessos da Disney, especialmente por seus personagens carismáticos como Buzz Lightyear e Woody. O filme animado Lightyear, explorou bem a história por trás do brinquedo de Toy Story, no entanto, o filme não agradou e foi um verdadeiro fracasso para o estúdio.

Com um orçamento elevado de US$200 milhões, a produção faturou apenas US$226 milhões nas bilheterias mundiais, mal conseguindo se pagar. Agora, falando em entrevista ao The Wrap, o chefe da Pixar abordou o motivo da má recepção do novo filme.

Relembre o enredo não tão cativante de Lightyear

Uma aventura de ação de ficção científica e a história de origem definitiva de Buzz Lightyear, o herói que inspirou o brinquedo em Toy Story (1995), Lightyear segue o lendário Patrulheiro Espacial depois que em um teste de voo da nave espacial faz com que ele vá para um planeta hostil e fique abandonado a 4,2 milhões de anos-luz da Terra ao lado de seu comandante e sua tripulação.

Enquanto Buzz tenta encontrar um caminho de volta para casa através do espaço e do tempo, ele descobre que já se passaram muitos anos desde seu teste de voo e que os descendentes de seus amigos, um grupo de recrutas ambiciosos, e seu charmoso gato companheiro robô, Sox.

Para complicar as coisas e ameaçar a missão está a chegada de Zurg, uma presença alienígena imponente com um exército de robôs implacáveis e uma agenda misteriosa.

Como-Lightyear-tem-conexao-com-Toy-Story
Imagem: Arroba Nerd

Por que Lightyear foi um fracasso nas bilheterias?

Oito meses depois de Lightyear ter um desempenho inferior nas bilheterias, o diretor de criação da Pixar, Pete Doctor, aborda o que deu errado com o filme. O filme custou US$ 200 milhões para ser produzido e mal ultrapassou esse número nas bilheterias mundiais, arrecadando apenas US$ 226 milhões.

Em uma entrevista recente ao The Wrap, Doctor comenta sobre os resultados decepcionantes das bilheterias de Lightyear e oferece sua explicação sobre por que o filme teve um desempenho inferior. Em última análise, ele explica, é a conexão confusa do filme com Toy Story que pode ter sido onde as coisas deram errado. Confira abaixo:

“Fizemos muita reflexão sobre isso porque todos nós amamos o filme. Amamos os personagens e a premissa. Acho que provavelmente o que terminamos em termos do que deu errado é que pedimos demais ao público. Quando eles ouvem Buzz, eles ficam tipo, ótimo, onde está o Sr. Cabeça de Batata e Woody e Rex? E então nós os colocamos em um filme de ficção científica que eles dizem, ‘ O quê ?’

“Mesmo que eles tenham lido o material na imprensa, era um pouco distante demais, tanto no conceito quanto na maneira como os personagens foram desenhados, como eles foram retratados. Era muito mais uma ficção científica. E Angus, para seu crédito, levou isso muito a sério e genuinamente e quis representar esses personagens como personagens reais. Mas os personagens de ‘Toy Story’ são muito mais amplos, então acho que houve uma desconexão entre o que as pessoas queriam/esperavam e o que estávamos dando a elas.”

Embora Lightyear não tenha impressionado nas bilheterias, as críticas foram, na verdade, positivas. Fora de sua conexão com Toy Story , o filme contou uma história de ficção científica direta, mas ainda eficaz, com algumas animações impressionantes. Os ossos da história, que são sólidos, podem ter sido melhor servidos com um protagonista diferente, totalmente separado do mundo de Toy Story.