Siga-nos também em

Artigo

3 grupos de amigas do cinema que você gostaria de ter na escola

Elas são lindas, populares e poderosas. Mas tenha cuidado com elas…

 

Quando se está na escola a vida não é fácil. Além de ter que garantir as melhores notas para não levar bomba no final de semestre, há vários protocolos sociais para serem cumpridos para não se tornar o chato do rolê. Ser adolescente é lidar com bullying, espinhas, popularidade, bolsos vazios e crushes não correspondidos. Se não fossem os amigos, não sei como sobreviveríamos a essa terrível fase. Se sozinhos a gente já apronta, imagine juntos. No cinema, a semelhança com a realidade não é mera coincidência. Saiba agora três grupos de amigas que você gostaria de ter na escola.

 

1 – Jovens Bruxas

 

Jovens Bruxas (1996), Andrew Fleming.

 

Lindas e poderosas, essas amigas se uniram como os quatro elementos naturais para mostrar para o povo do colégio quem é que manda. Sofrer com bullying não era problemas para elas. Bastava abrir o livro de feitiçaria para dar aquela lição nas invejosas ou naqueles caras sem noção. Fogo, água, terra e ar andavam juntas lado a lado, seja para chamar atenção na escola, ou fazer aquela festa mágica do pijama, com direito a brincar com a cor do cabelo sem precisar de química ou simplesmente levitar.

 

 

2 – Meninas Malvadas

 

Meninas Malvadas (2004), Mark Waters.

 

Elas são literalmente conhecidas como as poderosas. Seguir uma “abelha rainha” não seria um problema, em troca do respeito e popularidade em todo o colégio. Se alguém mexesse com você não haveria problema. Bastaria uma sabotagem de Regina George que estava tudo resolvido. Quer desabafar? Sem problemas. Coloque tudo no “livro do arraso”. A festa do pijama estaria garantida com muito luxo, maquiagem, manipulação e destilação de veneno. Mas lembre-se de nas quartas sempre usar rosa.

 

 

3 – As Branquelas

 

As Branquelas (2004), Keenen Ivory Wayans.

 

Você leu poderosas? Eu quis dizer sebosas. Para as garotas (ou nem tanto) Brittany e Tiffany Wilson nenhuma “branquela” se cria para cima de suas amigas sem levar aquela resposta. Sem dúvida essa seria a melhor amizade. Fugir das futilidades, cantar juntas no carro e arrasar nas pistas de dança com certeza fariam você arrasar nos tempos de colégio.

 

 

Vantagens á parte, há também consequências. Se você está ainda nos tempos de colégio, não leve esses desajustes sociais tão a sério, saiba que vai passar. E pra você que já passou dessa fase e hoje ri de tudo isso, conte pra gente: e a turma do terceirão? Sobrou alguém que você ainda mantém contato? Como era o seu grupinho nos tempos de escola? Tem algum outro grupo de amigos do cinema que você gostaria de ter na escola? Comente!

 

Até a próxima.

 

 

Comentários via Facebook

Radialista formado se especializando em direção de arte. Sagitariano, sonhador levando a vida buscando paz, amor e um lugar ao Sol. Cinéfilo, aspirante a roteirista. Aquele otaku paulistano que vê animes nas horas vagas, lê mangás no transporte público e faz cosplays pra tirar uma onda. Geek por consequência. Sucesso é uma jornada, não um destino, tenha fé na sua capacidade, esse é meu lema.

Mais lidas