Ação em ALTA VOLTAGEM: filme sul-coreano vai eletrizar o seu fim de semana!

Prepare-se para uma jornada eletrizante no coração da Coreia do Sul!

O drama policial sul-coreano “Noite no paraíso”: Uma espiral de violência e vingança

A plataforma de streaming Netflix continua a incorporar produções internacionais no seu catálogo diversificado. Uma adição recente é o drama policial sul-coreano “Noite no Paraíso“. O filme é dirigido e roteirizado por Park Hoon-jung, conhecido por realizar títulos como “Nova Ordem” (2013) e “A Bruxa: Parte 1 – Subversão” (2018).

filme

LEIA MAIS:

Vida, morte e FORTES emoções: dorama na Netflix é PERFEITO para se emocionar!

Paixão à vista: novo dorama romântico é IRRESISTÍVEL e chega em breve à Netflix!

O que faz o filme “Noite no paraíso” se destacar?

“Noite no paraíso” conquistou um lugar na lista de exibição fora de competição no 77º Festival Internacional de Cinema de Veneza, em 2020. A narrativa do filme e a execução estilística da violência levaram alguns críticos a estabelecer comparações com as criações de Quentin Tarantino. Todavia, a trama se assemelha mais à Trilogia da Vingança de Park Chan-wook e a outros dramas policiais do leste Asiático que perpetuam o legado de cineastas como John Woo.

O drama policial não foca apenas na vingança, mas também contempla suas consequências e como um único ato de revolta pode levar a um ciclo interminável de retalições.

Quem são os protagonistas de “Noite no paraíso”?

O filme apresenta dois protagonistas. O primeiro é Tae-Gu (Eom Tae-goo), um gangster que um dia decide abandonar o mundo do crime para cuidar de sua meia-irmã e sobrinha. Mas logo, sua família é vítima de um acidente criminoso, possivelmente planejado por uma gangue rival. Movido pela sede de vingança, Tae-Gu extermina vários criminosos rivais e consequentemente, é mandado para a ilha de Jeju pelo seu líder.

Na ilha, Tae-Gu conhece a segunda protagonista, Jae-Yeon (Jeon Yeo-bin), uma mulher também marcada por traumas, que vive com seu tio, um traficante de armas, após o brutal assassinato de sua família. Ela também sofre de uma enfermidade terminal.

Qual é o grande destaque em “Noite no paraíso”?

As intricadas cenas de ação são o ponto alto do longa, caracterizadas por sua violência e sua estilização clássica de filmes de ação orientais, graças ao talento de Park Hoon-jung. Contudo, o filme não perde tempo em explorar os dramas dos protagonistas e a complexidade do crime organizado. O único ponto fraco, talvez, seja seu tempo de duração. Uma edição mais concisa teria eliminado alguns diálogos desnecessários, beneficiando o ritmo da trama.