Oscar 2024: conheça 9 filmes indicados ao prêmio para ver AGORA na Netflix!

Mergulhe em histórias envolventes e temas contemporâneos, todos no conforto do seu lar.

0

Mergulhe em histórias envolventes e temas contemporâneos na Netflix

À medida que o Oscar 2024 se aproxima, a Netflix reafirma sua posição dominante no cenário cinematográfico, destacando-se com nove de suas produções entre os indicados. Este ano, a plataforma de streaming não só celebra a diversidade e a riqueza de gêneros em suas produções originais, mas também oferece aos amantes do cinema uma oportunidade única de explorar uma seleção de filmes que são aclamados pela crítica internacional. Desde dramas intensos e documentários provocativos até narrativas de superação e histórias de amor, esses filmes não só brilham pela qualidade artística, mas também pela capacidade de envolver o público em temas contemporâneos e pertinentes. Agora, vamos mergulhar nos nove filmes da Netflix que estão competindo no Oscar 2024, cada um oferecendo uma experiência cinematográfica única e enriquecedora, disponível no conforto do seu lar.

A presença marcante da Netflix no Oscar 2024 é uma prova da ambição e do compromisso da plataforma em trazer histórias envolventes e de alta qualidade para o público global. Cada filme desta lista não é apenas um candidato ao prêmio mais cobiçado da indústria do cinema, mas também uma janela para experiências cinematográficas diversificadas e profundamente impactantes. Seja você um cinéfilo ávido ou alguém em busca de uma obra-prima para assistir durante uma semana tranquila em casa, esta seleção oferece algo para todos. Prepare-se para ser transportado para mundos diferentes, emocionar-se com histórias poderosas e apreciar o talento artístico que cada um desses filmes traz.

Oscar 2024 conheça 9 filmes indicados ao prêmio para ver AGORA na Netflix! (1)
Imagem: Divulgação

Leia mais:

Além de Argylle: conheça os 5 MELHORES filmes do diretor Matthew Vaughn!

Biografia vencedora do Oscar narra história EMOCIONANTE que vai partir o seu coração!

A Incrível História de Henry Sugar (2023), Wes Anderson

“A Incrível História de Henry Sugar” é uma obra que combina humor e drama sob a direção criativa de Wes Anderson. O filme na Netflix conta a história de Henry Sugar, um aristocrata que descobre um livro misterioso, concedendo-lhe habilidades extraordinárias. Com uma estética visual inovadora e um elenco estelar, o filme é uma jornada surpreendente que equilibra comédia e reflexão, prendendo a atenção do público do início ao fim.

A Sociedade da Neve (2023), J.A. Bayona

“A Sociedade da Neve” narra a trágica jornada do Voo 571 da Força Aérea Uruguaia, que se acidentou nos Andes em 1972. O filme é uma crônica de resistência, solidariedade e resiliência humana, destacando a capacidade dos personagens de superar adversidades extremas. A história é um épico de determinação e união, ressaltando a força do espírito humano.

E Depois? (2023), de Misan Harriman

“E Depois?” é uma narrativa intensa na Netflix  e comovente sobre um homem em busca de superação após uma perda devastadora. Ambientado em Londres, o filme captura cada momento da jornada solitária do protagonista, destacando o contraste entre a vibrante metrópole e o vazio interior que ele sente.

Jon Batiste: American Symphony (2023), Matthew Heineman

Este documentário segue Jon Batiste na criação de “American Symphony”, uma obra que reimagina as tradições clássicas. O filme é uma meditação íntima sobre arte, amor e o processo criativo, retratando a encruzilhada de dois artistas extraordinários em meio a desafios pessoais.

Maestro (2023), Bradley Cooper

“Maestro” é um drama biográfico que explora a relação de três décadas entre Leonard e Felicia, revelando a paixão do casal pela música e as complexidades de seu amor duradouro. O filme oferece um olhar íntimo sobre a dinâmica familiar e a importância da música e do amor na formação de uma família.

Nimona (2023), Troy Quane e Nick Bruno

“Nimona” é uma aventura onde Ballister Coração Bravo e Nimona desafiam as linhas entre heróis e vilões. A trama se desenvolve em um mundo onde as noções de bem e mal são questionadas, misturando ação e humor.

Nyad (2023), de Elizabeth Chai Vasarhelyi e Jimmy Chin

“Nyad” explora a determinação e a resiliência humana de uma ex-maratonista aquática que enfrenta o desafio de atravessar os 177 km que separam Cuba da Flórida. A trama é uma jornada inspiradora de superação e força de vontade.

O Conde (2023), Pablo Larraín

O Conde” oferece uma visão alternativa da história do Chile, retratando Augusto Pinochet como um vampiro ancestral. A narrativa mescla horror gótico e sarcasmo, criando uma reflexão sobre o poder, a decadência e a natureza humana.

Rustin (2023), George C. Wolfe

“Rustin” traz à tela a vida de um ativista crucial no movimento pelos direitos civis dos EUA. A obra entrelaça suas lutas pessoais e públicas, destacando sua coragem e resiliência, e ilumina o legado e a influência de Rustin na história dos direitos civis.

Imagem: Divulgação

Comentários do Facebook