“The Bold Type”: 5 razões para revisitar esta série no Globoplay

Reviva "The Bold Type" e seja inspirado novamente!

0

“The Bold Type”: Uma série que transcende a moda e abraça questões vitais

Foi no vibrante cenário de Nova York que “The Bold Type“, série lançada em 2017, encontrou seu palco, cativando imediatamente o coração de seu público. Com uma narrativa imersa no dinâmico universo de uma revista de moda, a produção consegue, com maestria, entrelaçar a importância de amizades inabaláveis com uma ampla gama de temáticas sociais. Agora, a empolgante novidade é que desde a última quarta-feira (20), o Globoplay passou a disponibilizar todas as cinco temporadas desta obra encantadora, prometendo arrebatar tanto espectadores fieis quanto novos admiradores. Vamos explorar, então, cinco razões pelas quais “The Bold Type” se tornou eterna no coração de seus telespectadores.

the bold type
Imagem: reprodução/ Mais Goiás

LEIA MAIS: 

O que é DORAMA? Guia completo e TOP 20 mais populares entre os dorameiros

7 filmes imperdíveis que estreiam nos cinemas em março de 2024: de terror a ação!

Origem autêntica

A profundidade e autenticidade de “The Bold Type” emanam, sem dúvidas, de sua inspiração na realidade. A trajetória profissional de Joanna Coles, antiga editora-chefe da revista Cosmopolitan nos Estados Unidos, serviu como a espinha dorsal para a criação da série. Sarah Watson, a mente criativa por trás da produção, mergulhou no ambiente editorial ao acompanhar de perto o dia a dia de Joanna e entrevistar mais de duas dezenas de funcionários, incorporando nuances reais à narrativa e aos personagens.

Uma trilha sonora marcante

Uma característica indissociável de “The Bold Type” é sua trilha sonora vibrante e atual, que captura a essência pop da série. Trazendo ícones da música como Blackpink, Lizzo, Selena Gomez e a consagrada Dua Lipa – cuja música “New Rules” ganha destaque especial –, a seleção musical é um verdadeiro convite para se deixar levar pelo ritmo e energia que emana da produção.

A moda como pano de fundo

Imersa no allure do mundo da moda, a história de “The Bold Type” é um desfile constante de tendências, estilos e autenticidade. A revista fictícia em que as protagonistas trabalham é o epicentro de reflexões sobre o universo fashion, servindo tanto como pano de fundo quanto como elemento propulsor da trama, convidando o público a uma imersão nas mais variadas facetas da moda.

Amizades que inspiram em The Bold Type

Jane, Kat e Sutton, vividas respectivamente por Katie Stevens, Aisha Dee e Meghann Fahy, são o coração de “The Bold Type”. A produção celebra a força da amizade feminina, destacando como, apesar das diferenças, a lealdade e o apoio mútuo prevalecem, refletindo uma imagem inspiradora de companheirismo e força compartilhada.

Temáticas de peso

Mais do que entretenimento, “The Bold Type” se compromete com a discussão de assuntos vitais como racismo, sexualidade, e misoginia, navegando pelos desafios e dilemas da vida adulta com uma honestidade tocante. Através dos olhos de suas protagonistas, a série aborda com sensibilidade e profundidade as complexidades humanas, tornando-a uma obra relevante e necessária.

Em síntese, “The Bold Type” não é apenas sobre moda, amizade ou sobre viver em Nova York. É uma celebração da vida, com suas dores e delícias, ensinando a cada episódio o valor da resiliência, do amor próprio e do poder inquebrantável das verdadeiras amizades. Essa é, sem dúvida, uma série para aqueles prontos para se inspirarem e se transformarem.