Conectar-se com

Anime

Fire Force | Criador Atsushi Ohkubo alega que seu trabalho foi roubado

Publicado

Em

Fire Force: Criador Atsushi Ohkubo alega que seu trabalho foi roubado

 

Fãs teriam notado as similaridades com o filme Promare dos estúdios Trigger e XFLAG

 

O criador do mangá Fire Force, Atsushi Ohkubo, deixou um comentário na 28ª edição da revista Weekly Shōnen Magazine, da Kodansha. Assim, Ohkubo falou que o seu recente trabalho foi copiado, afirmando até mesmo ter sido roubado:

 

“Eu vou parar de falar sobre o conteúdo do meu mangá antes que eles sejam serializados, mesmo para as pessoas que eu conheço. Eu não sei de onde meu trabalho poderia ser roubado.

 

Apesar de Ohkubo não mencionar nenhum trabalho em particular, fãs já haviam notado que a premissa de Fire Force tem uma surpreendente semelhança com o filme Promare. O filme original é uma produção dos estúdios Trigger e XFLAG, que estreou no dia 24 de maio no Japão.

 

Os Mad Burnish são extremamente parecidos com os Flamejantes.

 

Aqui podemos ver o detalhe do traje de bombeiro de Promare. A semelhança com Fire Force fica ainda mais nítida.

 

A versão de Fire Force

Dessa forma, a descrição do mangá de Fire Force, feita pela própria Kodansha é:

 

O terror paralisou a metrópole mecânica de Tóquio! Possuídos por demônios, pessoas começam a explodir em chamas, levando ao estabelecimento de uma equipe especial de combate a incêndios: a Fire Force, pronta para rodar em um piscar de olhos para combater a combustão em qualquer lugar que possa acontecer. O time está prestes a ter uma adição um tanto inusitada: Shinra, um garoto que possui o poder único de correr na velocidade de um foguete, deixando para trás as famosas ” pegadas do demônio” (e destruindo seus sapatos no processo). Pode a Fire Force descobrir a fonte desse estranho fenômeno e colocar um fim a ele? Ou a cidade irá queimar até virar cinzas primeiro?

 

A versão de Promare

No entanto, a sinopse da trama de Promare é:

 

“30 anos atrás um evento cataclísmico destruiu a metade do mundo em um incêndio e causou uma mutação que resultou na criação de uma nova raça de pessoas chamada de Burnish. Burnish são capazes de criar e controlar fogo. O filme foca nos membros do esquadrão de fogo “Burning Rescue”, que apagam incêndios criados pelo Burnish. O novato do esquadrão é Galo, um homem impetuoso que empunha a “Matoi-Tech”, nomeado de “matoi”, banner usado pelos bombeiros do período Edo. O encontro de Galo com Lio, o líder do grupo terrorista Burnish chamado Mad Burnish, define o movimento da trama.”

 

Pronunciamento

Sendo assim, em sua defesa, o diretor responsável por Promare, Hiroyuki Imaishi declarou no evento AnimeJapan que a pre-produção do filme começou em 2014. Por outro lado, Ohkubo lançou Fire Force na revista Weekly Shōnen Magazine em setembro de 2015. Sua versão em anime está a caminho, previsto para estrear dia 5 de julho deste ano. Ohkubo ficou conhecido graças ao sucesso de Soul Eater e seu spin-off, Soul Eater Not!, que tiveram sua adaptação para anime em 2008 e 2014.

 

 

Certamente, não é a primeira vez que mangakás se pronunciam sobre plágio e roubo de trabalho. Muitos chegaram a tribunais e tiveram repercussões na mídia japonesa e suspensão do mangá em questão.

O que acha dessa repercussão? Acredita que Ohkubo está certo sobre o plágio? Não deixe de comentar!

 

Comentários via Facebook

Propaganda

Canal Trecobox |

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Facebook |

Propaganda

Mais lidas

Copyright © Trecobox 2019 desenvolvido por: VISUALS