Conectar-se com

Review

Review TBX | House of Cards: Sim, maratonamos a temporada final!

Publicado

Em

Review TBX | House of Cards: Sim, maratonamos a temporada final!

 

A série House of Cards foi um verdadeiro marco dos serviços de streaming

 

Indubitavelmente, quem assiste House of Cards nunca mais enxergou a política da mesma forma. Baseada na obra do romance homônimo escrito por Michael Dobbs, e em um minissérie britânica de 1999, a série da Netflix, que carrega 27 premiações, 217 indicações e fez com que o mundo reconhecesse o poder da transmissões streaming, chegou à sua temporada final.

Sim, maratonamos a série! Mas podem ficar tranquilos, não daremos spoilers!

Minha vez! – disse Claire Underwood no final da quinta temporada. E essa foi a principal marca dessa temporada, o momento em que a personagem, vivida pela atriz Robin Wright, ganha emancipação. Uma vez que o personagem Frank Underwood, foi literalmente apagado da atração, já que a Netflix afastou o ator Kevin Spacey devido às denúncias de assédio sexual.

 

Review TBX | House of Cards: Sim, maratonamos a temporada final!

Claire e Frank Underwood.

 

Dessa forma, com mais espaço na trama, podemos conhecer um pouco mais sobre quem é a Claire de verdade. O enredo tem início no dia 4 de julho, que também marca os 100 primeiros dias do governo da primeira presidente mulher dos EUA. Logo nesse episódio fica bem claro que Frank não irá retornar mesmo. Porém o legado dele deixará pesadas consequências para Claire. Principalmente em relação ao plano dele iniciado na temporada anterior, onde a partir de acordos entre a iniciativa privada e o governo americano aumentaria o poder dos Underwood.

 

Review TBX | House of Cards: Sim, maratonamos a temporada final!

 

E o que achamos?

Foi um sentimento ambíguo em torno de uma única palavra: Frustração. A primeira frustração foi pelo fato da série ter sido basicamente interrompida. A trama tinha muito potencial para muitas outras temporadas tranquilamente. Vale lembrar que desde a saída de Beau Willemont, criador da série, a Netflix já sinalizava um encerramento. Fato esse que foi provavelmente sacramentado por conta do afastamento de Kevin Spacey. Ainda sim, a trama apresentava combustível para mais temporadas.

A segunda frustração foi a redução do números de episódios, de 13 para 8. Isso deixou a série em um ritmo tão acelerado que as tramas eram basicamente iniciadas e terminadas no mesmo episódio.

E a terceira e última frustração foi o final. Veja, não tem nada a ver com a qualidade do episódio e sim com o motivo da frustração 1. Nesse episódio fica claro que a série poderia ter outras temporadas.

 

Review TBX | House of Cards: Sim, maratonamos a temporada final!

 

Outro ponto que não podemos deixar de comentar foi o protagonismo feminino centrado na figura da Claire. Diversas vezes ao longo dessa temporada sua posição como presidente foi questionada pelo fato dela ser mulher. Contudo, a personagem provou que mereceu tal cargo. Além disso, a temporada final foi ápice da evolução da personagem e da atriz Robin Wright na série. Uma prova de que ela só precisava de um pouco mais de espaço. No entanto, retornando às ideias do parágrafo anterior, a série foi finalizada com um gosto de quero mais.

 

[rwp-review id=”0″]

Comentários via Facebook

Um geólogo nascido no Rio. Apaixonado por filmes, séries, videogame. Produtor de stories no Instagram. curioso pra caramba. Não sei muito bem o que tô fazendo aqui, me convidaram porque devo ser legal, nunca saberei.

Propaganda

Canal Trecobox |

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Facebook |

Propaganda

Mais lidas

Copyright © Trecobox 2019 desenvolvido por: VISUALS