Conectar-se com

Artigo

TBX Top 5 | 5 Games que foram banidos ou censurados

Publicado

Em

TBX Top 5 | 5 Games que foram banidos ou censurados

 

Games polêmicos que caíram nas garras da censura!

 

No cenário atual de desenvolvimento de games é comum vermos idéias criativas tomando forma e chegando ao mercado de jogos eletrônicos. Porém, vez ou outra, a visão de um determinado desenvolvedor ou publisher é… digamos assim… um tanto distorcida. Alguns chegam inclusive a causar polêmica! Em muitos casos os motivos que levam à censura são óbvios: violência extrema, conteúdo sexual, incitação à práticas não-sociais. Obviamente, também separamos alguns casos bizarros de games que foram banidos / censurados por determinada mentalidade ou ideologia.

Seja lá qual for o motivo, a nossa lista de hoje está pra lá de polêmica! O TBX Top 5 de hoje reuniu aqueles games que foram considerados muito hardcore para a nossa sociedade atual.

 

5) Pokémon Trading Card Game

Onde e quando foi banido / censurado: Na Arábia Saudita, em 2001.

Motivo: Você deve estar se perguntado “como pode um game de Pokémon ser banido”, não é mesmo? Pois bem, sejam bem-vindos à Arábia Saudita! Em 2001 o governo local emitiu um edital banindo ambas as versões física e eletrônica. Segundo eles,  Pokémon Trading Card Game configurava-se como uma ameaça à segurança nacional. Sendo uma nação de maioria muçulmana, as autoridades locais alegaram que o símbolo utilizado para representar a energia no jogo “se assemelharia à Estrela de Davi, fazendo alusão ao Sionismo e o Estado de Israel”. Desta forma, e por diversas razões geopolíticas, o game foi banido em muitos países do Oriente Médio.

 

 

Vale lembrar que esta não é a única polêmica envolvendo o card game. No nosso podcast TBX Gamecast #002 – Pokémon a equipe aqui da Trecobox fala sobre outras polêmicas envolvendo os monstrinhos! Aproveita pra dar aquela conferida!

 

4) Football Manager 2005

Onde e quando foi banido / censurado: Na China, em dezembro de 2004.

Motivo: Ainda falando de questões políticas, o nosso 4º lugar desafiou as bases do Imperialismo Chinês. Na versão americana de Football Manager 2005, Hong Kong, Taiwan e Tibete apareciam como nações independentes. O jogador podia inclusive selecionar uma delas e montar sua própria seleção. Seja por culpa da pirataria, ou qualquer outro motivo, esta versão acabou caindo nas mãos dos chineses. O governo, obviamente, tratou logo de banir o jogo, alegando que o mesmo “desafiava a soberania teritorial da China”. Em resposta, a Sega alegou que a versão americana não deveria ter sido distribuída na China. Infelizmente, o estrago já havia sido feito…

 

 

3) Yu-Gi-Oh! Duel Links

Onde e quando foi banido / censurado: Praticamente em todos os mercados fora do Japão, em 2016.

Motivo: Compare as duas imagens abaixo, e nos diga se você percebe as diferenças. Na esquerda, e com muito menos roupa, temos a polêmica versão japonesa de Yu-Gi-Oh! Duel Links, enquanto a imagem da direita refere-se à versão distribuída no mercado ocidental. Digamos que o título original (japonês) trazia personagens mostrando muito mais “pele”. A censura, é claro, não perdoou e o jogo ganhou uma camada extra de roupa antes de ser lançado por aqui. De certa forma, tal fato não surpreende os fãs da franquia. O próprio mangá de Yu-Gi-Oh! tem um vasto histórico de censura, assim como o anime original dos anos 90. Ambos eram considerados muito apelativos para o público infantil da época.

 

 

2) The Guy Game

Onde e quando foi banido / censurado: Nos Estados Unidos, em 2004.

Motivo: O único título desenvolvido pela Top Heavy Studios acabou se tornando o pior pesadelo desta desenvolvedora. Em The Guy Game, o objetivo do jogador era basicamente responder uma série de perguntas corretamente. O detalhe estava nas premiações: a cada acerto, o competidor era recompensado com um vídeo onde uma mulher fazia topless. Acontece que uma das filmagens mostrava uma jovem de 17 anos, violando assim o Estatuto de Pornografia Infantil. A partir daí, o game (e o estúdio) foi ladeira abaixo! Além de um processo monstruoso, o jogo teve que ser removido do mercado após emissão de uma proibição de venda. Agora já sabemos o motivo pelo qual você, provavelmente, nunca tinha ouvido falar nele…

 

 

1) RapeLay

Onde e quando foi banido / censurado: Praticamente em todos os países, em 2006.

Motivo: Não está óbvio? O primeiro lugar da nossa lista de hoje pertence à um jogo extremamente controverso, chamado RapeLay. Desenvolvido por um estúdio japonês, o título gerou extrema revolta imediatamente após seu lançamento. Em RapeLay, o jogador assume o papel de um predador sexual cuja missão é perseguir e assediar sexualmente uma mãe e suas duas filhas. Nem precisamos comentar o quão doentia e ilegal é tal premissa! O seu banimento ocorreu em diversos países, chegando inclusive a ser classificado como produto ilegal na Argentina, Indonésia e Nova Zelândia. Nos Estados Unidos o game está proibido de ser comercializado fisicamente, porém sua venda online ainda é permitida.

 

 

Bem, depois de tanta polêmica o TBX Top 5 de hoje vai ficando por aqui! Se você souber de algum outro game controverso que tenha ficado de fora desta lista, não esqueça de deixar aqui embaixo nos comentários!

 

Ainda não conferiu a lista anterior? Basta clicar no link abaixo:

TBX Top 5 | Os grandes “papais” do universo dos games

 

Até a próxima!

Comentários via Facebook

Tatuagens e jogos eletrônicos. Duas palavras definem perfeitamente este carioca que, por sinal, não faz a menor ideia de como escrever a própria bio. Um menino metodicamente organizado, prefere o aconchego do sofá e uma boa série a uma noitada com os amigos (mas não recusa o convite). O típico garoto gordinho e viciado em vídeo game que cresceu e se tornou um adulto nerd (ainda gordinho, por sinal).Voar, hospitais e quartos escuros são seus três grandes medos. Às vezes ele os enfrenta, às vezes não (se for um quarto escuro NO hospital, pode esquecer). Faz uso excessivo dos parênteses, pois adora expressar sua opinião sobre as coisas. Afinal, quem não?

Mais lidas

Copyright © Trecobox 2019 desenvolvido por: VISUALS