Conectar-se com

Artigo

TBX Top 5 | Os grandes “papais” do universo dos games

Publicado

Em

TBX Top 5 | Os grandes "papais" do universo dos games

 

Aquele coroa pra filho nenhum botar defeito!

 

Como você está comemorando o Dia dos Pais com o seu velho? Um churrascão em família? Pegando uma praia? Enfim, independente de quem seja, todos nós temos um “paizão” com o qual podemos contar em todos os momentos. Sendo assim, a Trecobox resolveu homenagear nossos grandes heróis com um TBX Top 5 de respeito. Nós reunimos aqui os maiores exemplos de “paizões” no mundo dos games, sejam eles biológicos ou não. Afinal, é como diz o ditado: “Pai é aquele que cria”.

 

5) Dr. Light (Mega Man)

Ser pai envolve muitas responsabilidades, e uma delas é garantir que seu “filho” esteja sempre com todas as peças em dia. Abrindo a lista de hoje está o cientista responsável pela criação do nosso queridíssimo Mega Man. Este simpático senhor de barba branca é o típico exemplo de pai que sempre busca o melhor para seu filho. Quem disse que ele não morre de preocupação toda vez que Mega Man está lá fora combatendo andróides malignos?

TBX Top 5 | Os grandes "papais" do universo dos games

 

4) Harry Mason (Silent Hill)

Harry Mason é um pai com a coragem de poucos. Ele e sua esposa encontraram um bebê abandonado na estrada, e decidiram criá-la como pais adotivos. Anos mais tarde, após a morte de sua esposa, Harry escapa por pouco de um acidente de carro. Ao acordar descobre que sua filha está desaparecida em uma misteriosa neblina. Cá entre nós, o cara atravessou todos os horrores de uma cidade completamente desconhecida para resgatar sua filha! Monstros com cabeça de pirâmide? Molezinha!

TBX Top 5 | Os grandes "papais" do universo dos games

 

3) Nier (Nier – Versão Ocidental)

Na versão ocidental do game, o protagonista (Nier) precisa encontrar uma cura para sua filha, Yonah. A menina sofre de uma doença terminal chamada de Rabisco Negro. Para piorar ainda mais a situação, no decorrer da história ela é raptada por uma sombra misteriosa. Com a ajuda de alguns aliados, incluindo um livro falante (!) este papai precisa chutar o traseiro de meio mundo para resgatar sua filha e ainda evitar que ela morra.

TBX Top 5 | Os grandes "papais" do universo dos games

 

2) Joel (The Last of Us)

Tecnicamente, Joel não é o pai biológico de Ellie. Porém, ninguém pode negar que os dois desenvolveram laços que vão muito além do que qualquer outro no mundo corrompido do jogo. Joel é o típico “paizão” protetor, que precisa garantir que Ellie sobreviva à todos os desafios e obstáculos no caminho. Se você nunca jogou The Last of Us, é melhor se preparar para algumas cenas bem tocantes.

TBX Top 5 | Os grandes "papais" do universo dos games

 

1) Kratos (God of War – 2018)

Quem não conhece toda trajetória de Kratos pode até achar que ele não merece estar numa lista como esta. Nós entendemos, fiquem tranquilos. Porém, o ano de 2018 trouxe muitas mudanças para o “Fantasma de Esparta”. Ao invés de sair por aí matando deuses e destruindo coisas, o Deus da Guerra mostrou uma face mais paterna no novo game da franquia. Durante a jornada do jogo, somos apresentados à um pai que fará de tudo para proteger seu filho. Os dois possuem suas diferenças, é verdade, mas não é assim na vida real? Basta olhar com um pouquinho mais de atenção e vamos perceber que Kratos é na verdade um paizão incrível! Sendo assim, ele garante o primeiro lugar da lista de hoje.

TBX Top 5 | Os grandes "papais" do universo dos games

 

Assim, o TBX Top 5 de hoje vai ficando por aqui, fechando com chave de ouro essa mega lista de super pais no universo dos games! Se você souber de algum outro “paizão” que tenha ficado de fora desta lista, não esqueça de deixar aqui nos comentários! Ah! Um feliz Dia dos Pais para todos!

 

Ainda não conferiu as listas anteriores? Basta clicar nos links abaixo:

Os glitches mais bizarros dos games (Parte 1)

Os glitches mais bizarros dos games (Parte 2)

Os glitches mais bizarros dos games (Parte 3)

Comentários via Facebook

Tatuagens e jogos eletrônicos. Duas palavras definem perfeitamente este carioca que, por sinal, não faz a menor ideia de como escrever a própria bio. Um menino metodicamente organizado, prefere o aconchego do sofá e uma boa série a uma noitada com os amigos (mas não recusa o convite). O típico garoto gordinho e viciado em vídeo game que cresceu e se tornou um adulto nerd (ainda gordinho, por sinal).Voar, hospitais e quartos escuros são seus três grandes medos. Às vezes ele os enfrenta, às vezes não (se for um quarto escuro NO hospital, pode esquecer). Faz uso excessivo dos parênteses, pois adora expressar sua opinião sobre as coisas. Afinal, quem não?

Mais lidas