Conectar-se com

Anime

Review TBX | Juuni Taisen – Zodiac War: A batalha dos doze signos chineses

Publicado

Em

Juuni Taisen - Zodiac War: A batalha dos doze signos chineses

 

Sinônimo de oportunidade perdida…

 

Criada por Nisio Isin, a série Juuni Taisen (Zodiac War) foi originada de uma light novel. Ela primeiramente foi adaptada para mangá, por Akira Akatsuki, e somente neste ano (2017) foi lançada a série em anime.

Por gostar muito do gênero battle royale, minhas expectativas eram enormes em relação à Juuni Taisen. A imaginação fluía ao saber que uma série assim viraria anime. Exemplo disso é que, nas primeiras impressões que descrevi aqui na Trecobox, acabei por apostar bastante nesse anime, apesar dos spoilers violentos que já havia recebido.

Pois bem. A minha frase inicial deste review já diz tudo. Mas ainda assim serei bem detalhista. Vou logo avisando que deixarei meus sentimentos aqui, mas nada de spoiler.

 

Juuni Taisen - Zodiac War: A batalha dos doze signos chineses

 

Sinopse:

O 12º Torneio dos Doze, que é realizado a cada doze anos… Doze bravos guerreiros, que ostentam os nomes do zodíaco chinês, se enfrentam em batalhas de vida ou morte. Os participantes são doze guerreiros muito estranhos: Rato, Boi, Tigre, Coelho, Dragão, Serpente, Cavalo, Cabra, Macaco, Galo, Cão e Porco. O vencedor deste torneio terá direito a um desejo realizado, seja ele qual for. Quem será o sobrevivente final? De quem serão as lágrimas que correrão neste campo de batalha sangrento, cheio de conspiração e assassinato? Um battle royale estrondoso está prestes a começar.

 

 

O enredo é meio que dividido. Temos um battle royale entre os participantes e, ao longo dos episódios, temos um flashback sobre quem é cada um deles. É justamente como a série conta a história que acontece um dos grandes “pecados” dela. Como cada personagem terá seu respectivo flashback, a obra é forçada a seguir uma sequência. Com isso já sabemos que o personagem do episódio em questão será o próximo a morrer. Este recurso, que seria algo para dar ao espectador um sentimento de perda, acaba entregando todo o jogo. O acerto nesse ponto só aconteceu com apenas um personagem.

Outro problema é justamente o encerramento do anime. Quem prestar bastante atenção nas cenas saberá o que estou falando. Não vou dar esse spoiler, mesmo sendo muito óbvio.

Por conta desses detalhes a maior pergunta a responder é “como vai acontecer?” em vez de “o que vai acontecer?”. Por ser muito previsível, não precisamos criar um vínculo com algum personagem ou sentir carisma pela maioria deles. Apesar de que você não só aceita o vencedor como será um fã do poder que ele possui, colocando no seu TOP 10 de poderes mais apelões do mundo nerd.

Uma coisa é certa. A censura aqui é praticamente zero. A maioria dos cortes, perdas de membros, sangramentos, vísceras e decapitações são muito bem feitas e representadas. Então, se tem problemas com isso, passe bem longe.

 

Juuni Taisen - Zodiac War: A batalha dos doze signos chineses

 

Não há um personagem secundário, tirando o responsável por convocar os guerreiros. Todos os participantes são os protagonistas e a ação deles, teoricamente, afeta todo o desenrolar da história. Só que a maioria não passa de saco de pancadas. Um deles, o qual eu estava com a maior expectativa, foi a minha maior decepção.

Há três personagens que realmente movem a trama e apenas três, não necessariamente os mesmos, que vão ganhar seu carisma e admiração aqui.

 

Juuni Taisen - Zodiac War: A batalha dos doze signos chineses

 

A trilha sonora é algo muito presente no anime. Raros são os momentos de sua ausência. Ela vai de sinfonias mais suaves para te fazer ficar tenso, a batidas mais rápidas em batalhas. Só que assim como a maioria dos animes desta temporada, são completamente esquecíveis.

A abertura coma música Rapture, da banda Panorama Panama Town, é simplesmente maravilhosa. Todas as vezes que pensar em Juuni Taisen, ela será a primeira coisa que soará em sua mente. A única coisa que te fará pular ela é a ansiedade para ver o episódio.

 

 

O encerramento Keshin no Kemono, de Do As Infinity, goza do mesmo brilho da abertura. Vale apreciar por ser uma ótima busca e também temos Do As Infinity, que é um grupo maravilhoso responsável por vários encerramentos, sendo as mais famosas Fukai Mori e Kimi ga Inai Mirai, presentes em Inuyasha.

 

 

O estúdio responsável foi Graphinica. O excelente filme Rakuen Tsuihou e as séries Hellsing e Chain Chronicle fazem parte da lista de trabalhos do estúdio, sendo provas da qualidade alcançada por eles. Apesar de algumas quedas na animação, por conta de alguns movimentos de ação, todo o cenário é bem feito e os personagens são muito bem detalhados. Destaque para a movimentação do Coelho, que deve ter sido o favorito deles.

 

Juuni Taisen - Zodiac War: A batalha dos doze signos chineses

 

Juuni Taisen tem o defeito de ser muito previsível e a maioria dos personagens da trama não possuir carisma algum. Apesar de ser uma grande oportunidade perdida para fazer algo memorável, é inegável que vai agradar a fã dos gênero.

 

Todos os 12 episódios estão disponíveis no Crunchyroll.

 

Anime: Juuni Taisen - Zodiac War
6.7 TRECOBOX
HISTÓRIA6
PERSONAGENS5
DESENVOLVIMENTO6
PRODUÇÃO8.5
ORIGINALIDADE8

Comentários via Facebook

Cinéfilo, Detonador, Farmacêutico, Gamer, Nerd, Otaku e apaixonado por novidades deste mundo que não para de surpreender. Editor nas horas a vagas e amantes de animação de todos as etnias. Severino na maioria das vezes. "Estou aqui pra ajudar, se precisar é só chamar".

Mais lidas