Conectar-se com

Review

Review TBX | The Crown: A real realeza

Publicado

Em

Review de The Crown, uma série original Netflix

 

Um mundo perdido entre o “real” e o fantasioso

 

The Crown há um ano entrou para o catálogo da Netflix sem muita menção ou alarde. Quando vimos estava lá, com a missão de contar a história de uma rainha Elizabeth recém-coroada.

Os fãs de histórias que correm pelos bastidores da realeza simplesmente babaram pela ideia. Órfãos de The Queen (2006) e desacreditados de Dianna (2013), que entregou o mais do mesmo. The Crown surgiu como a possibilidade arriscada de, enfim, falar sobre o que queremos ouvir. Afinal o que realmente acontece atrás dos muros do castelo?

A série entregou uma primeira temporada primorosa rendendo dois Globos de Ouro (melhor atriz e melhor série) para seu portfólio. Seguindo o padrão de desempenho, a atual temporada consegue ser muito melhor.

Dividida em 10 episódios de uma hora de duração, The Crown é precisa e certeira ao escolher desenvolver um tema por episódio, contando histórias com começo meio e fim. Contudo acaba deixando pontos pendentes que são amarrados ao longo da temporada e se resolvem em diálogos magníficos e desfechos interessantes. Criando atos que fazem com que o seu expectador questione o que é real ou liberdade criativa. É aí quando nos deparamos com fotos ou pontuações sobre fatos no fim dos episódios. Acabamos por perder instantes estarrecidos pelas verdades ocultas no mundo da realeza britânica.

 

Review de The Crown, uma série original Netflix

 

Enquanto a primeira temporada cuidou de criar a atmosfera do palácio de Buckingham, a segunda traz seus personagens para o cunho comum. Já com uma rainha muito bem apresentada, a série busca mostrar o universo à sua volta e os outros personagens tão interessantes quanto. Claire Foy volta como a rainha Elizabeth, desempenhando uma bela atuação novamente. A personagem, insegura e perdida da primeira temporada, ao longo da segunda, é endurecida pelo peso da responsabilidade e passa a tomar posição diante das circunstâncias. Sendo dona de suas ideias e atitudes.
Matt Smith ganhou mais espaço para apresentar o Príncipe Philip, mostrando o contraponto à Elizabeth e o quanto as circunstâncias vividas pelos dois afetam diretamente o relacionamento. Além de ser ele a figura com maior liberdade para confrontá-la e desafiá-la a ir além.

Destaque especial para o nono episódio da temporada, que faz um paralelo entre a infância de Philip e Charles, comparando suas personalidades e circunstâncias.

Vanessa Kirby tem também mais abertura e contexto para apresentar a forte (rebelde, sofrida e mimada) Princesa Margaret. Por já estar machucada pelo passado, se torna uma pessoa ácida e sempre desconfiada quanto às atitudes de sua irmã, tomando, em alguns momentos, uma postura de vilã, alimentada pela incerteza de seu futuro.

 

Review de The Crown, uma série original Netflix

 

Cabe aqui também destacar Michael C. Hall, que interpreta John F. Kennedy no oitavo episódio e toma a responsabilidade de defender uma postura controversa de seu Presidente. Jodi Balfour interpreta Jackie lindamente, vendendo da melhor maneira a proposta do roteiro.

 

Review de The Crown, uma série original Netflix

 

The Crown tem um roteiro impecável, limpo e direto. Uma produção cinematográfica, que satisfaz muito além das expectativas. Rica em detalhes, apresenta uma fotografia cinza com entrada de cores pontuais (principalmente vermelho), dando o clima histórico e a sensação de lembrança a todos os momentos.

 

Review de The Crown, uma série original Netflix

 

A série entra para o hall de obras de arte produzidas atualmente (principalmente se tratando da Netflix), que independentemente do público ou proposta devem ser observadas e estudadas pela riqueza de detalhes e empenho dos envolvidos.

 

 

Já confirmada para uma terceira temporada, a série dará um salto no tempo, e a rainha passará a ser interpretada pela atriz Olivia Colman.

 

Review de The Crown, uma série original Netflix

 

A verdade é que essas duas temporadas prepararam um bom terreno para o futuro e, se bem explorado, poderemos chegar até fatos mais atuais e temporadas mais interessantes.

 

Cabe à Netflix continuar valorizando o que tem em mãos.

 

Série: The Crown
9.6 TRECOBOX
HISTÓRIA10
ELENCO10
DESENVOLVIMENTO9
PRODUÇÃO10
ORIGINALIDADE9




Comentários via Facebook

Um apaixonado por livros, Lannister de nascença, sonserino por seleção. Um desbravador sob Terras Nerds. Que adora experiências e ideias, procurando sempre mais. Viciado em séries e filmes. Que vive por escrever e escreve porque/o que vive. Dono do blog @caragentenerd no Instagram.

Mais lidas