Conectar-se com

Review

Review TBX | Vende-se Esta Casa: Um terror sem sentido

Publicado

Em

Review TBX | Vende-se Esta Casa: Um terror sem sentido

Assistimos Vende-se Esta Casa e preferíamos não ter assistido

 

Entre os originais Netflix desta safra está o título Vende-se Esta Casa (The Open House). O longa abre os trabalhos de 2018 na Netflix com um terror e suspense estrelado por Dylan Minnette, de 13 Reasons Why.

A princípio, o filme se mostra interessante, mas sem muita ousadia. Perfeito para um fim de noite. No entanto, no decorrer da história se torna um verdadeiro terror sem sentido. Veja o porque:

 

 

A prerrogativa é a seguinte: Após a morte do patriarca da família, mãe (Piercey Dalton) e filho vão passar um tempo morando em uma casa nas montanhas longe da cidade grande. Com o tempo, coisas estranhas acontecem na casa deixando os recém-chegados assustados.

 

 

A primeira situação que incomoda é exatamente essa. A casa está a venda, e em determinados dias, os moradores tem que sair de casa para que esta seja apresentada a possíveis compradores. Com certeza não é o melhor lugar para uma família que perdeu recentemente um membro importante ficar.

Entre as coisas estranhas que acontecem na casa estão aparelhos e utensílios que mudam de lugar e o aquecedor do chuveiro que sempre é desligado.

 

 

Cenas construídas com ares de suspense são jogadas em momentos inoportunos, como no momento em que Logan (Minnette) está simplesmente correndo na rua ou quando os moradores estão dormindo. Nada acontece depois destas cenas. O posicionamento de câmera imita por várias vezes o olhar humano para dar a impressão de que alguém está observando. No entanto, são empregadas em momentos em que simplesmente não há ninguém.

Alguns momentos se salvam e nos dão verdadeiros sustos. O problema é que logo depois essas cenas não levam a lugar nenhum, tornando o filme sem sentido.

As motivações do antagonista também não ficam claras. Além dele, outros personagens são inseridos no contexto apenas para nos confundir, em um filme que já se desenrola confuso. A personagem que tem Alzheimer ao que parece mora sozinha, se esquece e recobra-se de fatos de sua vida de maneira aleatória, mas sempre se lembra de Logan e sua mãe, chegando até a levar pão de banana para agradar os vizinhos. Um dos possíveis compradores, pede para ver a casa fora do horário combinado e sai sem avisar ninguém.

 

 

O filme tem ares do aclamado Os Estranhos, com Liv Tyler, mas esquece-se do fator da verossimilhança. Ao invés de se assustar, o espectador fica se questionando do porquê dos fatos estarem se desenrolando dessa maneira e se de fato poderiam acontecer na vida real.

Os atores se esforçam e convencem bastante na interpretação. O clima construído no filme também são propícios para um excelente thriller de suspense. Porém, não são bem aproveitados.

Com direção de Suzanne CooteMatt Angel, Vende-se Esta Casa não cumpre o que promete, e se consolida como um fraco blockbuster de terror nonsense da Netflix.

 

Filme: Vende-se Esta Casa
7.2 TRECOBOX
HISTÓRIA6
ELENCO9
DESENVOLVIMENTO6
PRODUÇÃO9
ORIGINALIDADE6

Radialista formado se especializando em direção de arte. Sagitariano, sonhador levando a vida buscando paz, amor e um lugar ao Sol. Cinéfilo, aspirante a roteirista. Aquele otaku paulistano que vê animes nas horas vagas, lê mangás no transporte público e faz cosplays pra tirar uma onda. Geek por consequência. Sucesso é uma jornada, não um destino, tenha fé na sua capacidade, esse é meu lema.

Propaganda
Propaganda

Review TBX

Propaganda

Mais lidas