Conectar-se com

Artigo

Guerra na Síria | Separamos documentários importantes que abordam o assunto

Publicado

Em

Separamos documentários importantes sobre a Guerra na Síria

Precisamos entender o que realmente se passa nos bastidores da Guerra na Síria

 

Cara gente nerd… Existem hábitos que precisamos exercitar constantemente. E a internet acessível em nossos smartphones, tablets e notebooks nos dá poder para isso. Se antes nossa falta de conscientização e empatia era justificada pela falta de informação e distanciamento, hoje não cabem mais desculpas.

A globalização torna o mundo cada vez mais ligado, ações no oriente refletem quase que instantaneamente no nosso dia a dia, o que acaba sendo muito fácil julgar as coisas sentados em nossas cadeiras, discutindo de modo raso atitudes que deveriam ser tomadas, com frieza e despreocupação como se falássemos de um jogo.

No entanto, em contra partida à nossa falta de empatia, alguns documentários vem se aprofundando cada vez mais a assuntos sociais de interesse global. Atualmente o que está tendo maior repercussão internacional, e que segue sem qualquer resolução ou definição, é a Guerra na Síria. Mesmo com toda informação que temos disponível, mesmo com a mídia diariamente nos “massacrando” com notícias, existe um afastamento entre “nós e eles”. A impressão que fica é que às vezes essa avalanche de informações nos deixa perdidos e faz com que, por algum motivo, acreditemos que esse tipo de coisa não está acontecendo aqui nesse planeta.

É por isso que surgem os documentários que citarei a seguir. Eles têm a função de nos conscientizar, de nos educar e apresentar o que está acontecendo na Síria. Tomando linhas de frente distintas, mas mostrando tudo do ponto de vista que mais importa, as vítimas dessa guerra.

 

 

#chicagoGirl

 

Separamos documentários importantes sobre a Guerra na Síria

 

O documentário acompanha uma garota ativista de descendência síria que vive em Chicago. Ela usa das redes sociais para divulgar ações rebeldes e vídeos de ataque no país. O documentário busca mostrar atitudes de jovens dentro e fora do país, que usam da informação para combater o regime totalitário imposto, buscando de alguma maneira por fim aos conflitos. O filme mostra o quanto os esforços desses jovens têm sido importantes para que nós possamos entender o que realmente está acontecendo, e o quanto o trabalho e dedicação dessas pessoas os tornam alvos visados, sendo que muitos passam a ser perseguidos e até mesmo mortos ao longo do documentário.

 

 

 

The White Helmets

 

Separamos documentários importantes sobre a Guerra na Síria

 

Os Capacetes Brancos (The White Helmets, no original) vai direto ao câncer que ataca a Síria. Acompanhando um grupo de voluntários que, após ataques aéreos, vai até zonas atingidas, entra nos escombros e resgata as pessoas feridas. Se você não entende a intensidade do que está acontecendo nesse país é obrigatório assistir esse documentário (vencedor de Oscar). Nele fica visível o contraste da melhor e da pior face do ser humano. The White Helmets consegue ser tão intenso e verdadeiro em suas propostas que nas cenas feitas nas cidades sírias, mesmo estando no conforto de nossas casas, acabamos ficando tensos, com os ombros presos, com a impressão de que alguma bomba irá explodir a qualquer momento e tudo desmoronará.

 

 

 

Salam Neighbor

 

Separamos documentários importantes sobre a Guerra na Síria

 

Dois garotos formados em cinema decidem passar um mês vivendo em um campo de refugiados (os mesmos já fizeram isso em outro documentário vivendo em um vilarejo onde as pessoas sobrevivem com a renda de 1 dólar por dia). A premissa é básica, mas aos poucos somos apresentados às dificuldades de adaptação desses rapazes, além das histórias de muitos refugiados. Eles tiveram todo o cuidado em mostrar a essência desse povo que vem sofrendo com toda essa situação. O filme também serve para enaltecer ações voluntárias e não governamentais que se tornaram a estrutura para manutenção dessa situação emergencial. Dando uma breve contextualizada nas ações de políticas migratórias e como os países vizinhos vêm agindo com a alta demanda de imigrantes tomando suas fronteiras.

 

 

Após assistir esses filmes é frustrante perceber que após um Iraque devastado, e a recente revolta no Egito, lidemos com algo tão denso e amargo. É ignorância imaginar que, em meio à era da informação, estejamos cegos ou nos privando de nos preocuparmos. Chegaremos ao ponto em que, no futuro, nossa falta de solidariedade e visão será apontada por nossos netos, assim como já fizemos com nossos avós.

Infelizmente líderes políticos brincam com pessoas como com soldados em um jogo de xadrez, bombardeando cidades como navios em um jogo de batalha naval. Mesmo assim, depois da SGM parece que ainda não aprendemos.

Sou sincero em dizer que não sei o que posso fazer por essas pessoas, mas não dar as costas e passar o poder desses documentários a diante é algo que sinto obrigação. Eles são ferramentas que nos demonstram que ainda existem pessoas boas, com ideais corretos e que alimentam a esperança de outros. E independente da religião ou crença de cada um, esse é o momento de dirigirmos nossas orações e energias positivas a essas pessoas, as que sofrem e as que acolhem.

 

P.S: Todos esses documentários estão disponíveis na Netflix e em alguns links no Youtube.

 

Um apaixonado por livros, Lannister de nascença, sonserino por seleção. Um desbravador sob Terras Nerds. Que adora experiências e ideias, procurando sempre mais. Viciado em séries e filmes. Que vive por escrever e escreve porque/o que vive. Dono do blog @caragentenerd no Instagram.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Mais lidas