Conheça o Indiexpo, um site que funciona como uma plataforma gratuita de jogos independentes que vem dando visibilidade aos desenvolvedores.

Indiexpo: A plataforma que expõe jogos independentes gratuitos

A área de desenvolvimento de jogos é um quebra cabeça que, quando resolvido, torna sonhos realidade!

 

Entrevistamos a equipe do site Indiexpo que, diferente da Steam, Gamejolt ou Itch, visam APENAS jogos gratuitos e, como o próprio título sugere, independentes. Para eles, ser um desenvolvedor não significa apenas trabalhar por dinheiro, as vezes fazem isso para se sentirem bem e/ou passar estes sentimentos para os jogadores. Foi visando este conceito que o Indiexpo (também conhecido como FreankExpo) se tornou um dos maiores sites voltados aos games independentes publicados por pessoas de todo o mundo.

 

 

O Indiexpo fora lançado em 2011 no intuito de conectar as milhares de pessoas, por meio dos jogos, para que descubram, acompanhem e até mesmo compartilhem seus próprios games. Não importa se o projeto é grande ou pequeno, há sempre um espaço para se mostrar o trabalho e, segundo o fundador do site, “Há muitos desenvolvedores de games independentes que desejam ‘jogos para todos'[…]”, podendo tornar este pensamento algo concreto com sua plataforma.

Os brasileiros não ficam para atrás quando o assunto são jogos! Recentemente, o Brasil está sendo uma fonte enorme de produção de deles. Podemos encontrar diversos projetos que chamam atenção por sua beleza, enredo, jogabilidade e, acima de tudo, sua acessibilidade ao público, já que TODOS os games disponíveis lá são totalmente gratuitos.

 

Área do site com alguns títulos brasileiros.

 

Um dos jogos brasileiros que estão disponíveis no Indiexpo é o Sete-Ossos, do desenvolvedor Felipe Falcon.

 

 

Sete-Ossos e um jogo de RPG onde se narra a história de Clara, uma garota de 10 anos, que tem uma relação conturbada com sua mãe. Ela tenta a todo momento mudar isso, mas nunca tem sucesso. Por isso foi viver um tempo com sua avó, uma sensitiva. Ao voltar, situações esquisitas começam a ocorrer… Sua avó experiente, como sempre resolveu tudo… Pelo menos eram o que elas achavam…

 

Em suma, a plataforma visava apenas jogos feitos no RPG Maker, já que surgiu através de um fórum voltado à engine. A cada jogo postado, a comunidade crescia e abrangia diversas outras áreas, tanto que logo já estava contando com games feitos na Unity, Unreal, Construct e diversas outras engines, que auxiliam na produção de games. Nesse tempo, o site cresceu em relação ao seu público, permitindo acessibilidade para outras línguas e, além do inglês e italiano, foram feitas diversas traduções, por colaboradores, e agora se fazem em mais de 10 idiomas.

Além da acessibilidade, a praticidade do site é excelente, permitindo que o desenvolvedor mostre seu jogo com facilidade e receba feedback tanto de jogadores quanto de outros desenvolvedores.

 

Para conhecer a plataforma Indiexpo basta clicar neste link.

 

 

Publicitário potiguar, amante da música popular brasileira. Idólatra de games brasileiros e retrôs. Desenvolvedor de jogos e gerente de marketing.
    Sem Comentários

    Deixe uma resposta

    POPULARES

    No canal