De Maurice Sendak, os Sete Monstrinhos, foi uma animação famosa no Canadá, Estados Unidos e no Brasil. Conheça a teoria por trás da animação.

De Maurice Sendak, os Sete Monstrinhos pode te dizer muito mais do que você imagina

Conheça a teoria que envolve o original The Seven Little Monsters

 

De Maurice Sendak, os Sete Monstrinhos, foi uma animação famosa no Canadá e Estados Unidos.

Aqui no Brasil foi exibido pela TV Cultura.

Com um total de 39 episódios, distribuídos entre os anos de 2000 à 2003, a história num primeiro momento apresenta uma família de sete monstrinhos criados por sua mãe de aparência senil, humilde e humana que vivem na fictícia na rua Castanheira, nº 1234567, Centerville, U.S.A.

Vivenciando experiências comuns ao crescimento e também alguns contratempos com os vizinhos, a família nada convencional segue feliz no decorrer dos episódios. Mas detalhes deixados durante a história, podem dizer muito mais do que aparentemente é.

 

A teoria

 

Maurice Sendak nascido em 10 de junho de 1928, foi um ilustrado e escritor de literatura infantil americano. Com descendência de judeus poloneses, sua infância foi marcada por eventos que dizimaram parte de sua família durante o holocausto.

 

Ilustrador e escritor Maurice Sendak.

 

Referências a memórias do cárcere e deste triste período, podem estar escondidas na animação onde você sequer desconfia. Saiba agora quais são:

 

O uniforme listrado

 

Você já deve tê-lo visto em filmes como Bent e O Menino do Pijama Listrado. O personagem Sete usa uma vestimenta próxima aos do que eram usados pelo judeus durante o cárcere no período do Holocausto. A personagem Uma também usa roupa com listras verticais.

 

 

O nome, substituído por número

 

Os prisioneiros vitimados pelos nazistas, assim que chegavam a prisão tinham seus nomes substituídos por números que lhes eram dados e marcados em sua pele como registro.

 

 

As feições

 

Estudos revelam que para identificar um judeu durante o regime nazista, estes eram medidos e acusados de acordo com o tamanho de seu nariz e suas feições. Os monstrinhos da animação, apresentam o nariz proeminente assim como era identificado durante o período do holocausto.

 

 

A visão diante da sociedade

 

Na vizinhança dos sete monstrinhos, constantemente eles são vistos como ameaças ou como criaturas merecedoras de desprezo pelos demais moradores. Esse comportamento também era comum por parte dos alemães considerados “puros” diante do judeus.

 

 

Referencias como estas, fazem dos sete monstrinhos uma obra muito mais complexa do que se possa imaginar. No entanto garantem boas risadas e minutos de diversão durante os episódios.

 

Maurice Sendak, faleceu em 8 de maio de 2012, mas deixou um legado repleto de títulos mágicos que valem a pena ler e assistir. Livros como Onde Vivem os Monstros, de 1963 e o famoso desenho O pequeno Urso.

 

Ilustração e Filme, Onde Vivem os Monstros, 1963.

 

Ilustração e animação, O pequeno Urso.

 

Para saber mais leia e assista:

O menino do pijama listrado, 2008, direção de Mark Herman, filme.

Bent, 1997, direção de Sean Mathias, filme.

A lista de Shindler, 1993, direção de Steven Spielberg, filme.

Onde vivem os Monstros, 1963, Maurice Sendak, livro

Onde vivem os Monstros, 2009, Spike Jonze, filme

O pequeno urso, 1995, Maurice Sendak e Jeff Goode, série animada.

 

 

Radialista formado se especializando em direção de arte. Sagitariano, sonhador levando a vida buscando paz, amor e um lugar ao Sol. Cinéfilo, aspirante a roteirista. Aquele otaku paulistano que vê animes nas horas vagas, lê mangás no transporte público e faz cosplays pra tirar uma onda. Geek por consequência. Sucesso é uma jornada, não um destino, tenha fé na sua capacidade, esse é meu lema.
    Sem Comentários

    Deixe uma resposta

    POPULARES

    No canal