Filósofo brasileiro cria RPG sozinho e surpreende com a sua produção 

Conheça Vorum, um game de um filósofo brasileiro que conquistou o público do bom e velho RPG!

Até hoje, muitos desenvolvedores brasileiros temem iniciar um projeto, seja ele comercial ou não (ou até mesmo voltado para o público nacional), pois acreditam que o público não dá o devido valor aos projetos.

Mas nem todos tem esse pensamento coletivo. Nós apoiamos e acreditamos em vocês, portanto não desistam dos seus sonhos!

 

É espantoso o que uma pessoa com fé em seu projeto consegue fazer.

 

Foi acreditando em seu sonho que Odilon Sevidanes (ou Star Gleen, como é mais conhecido no mundo de desenvolvedores) fez o seu projeto acontecer. Ele é formado em Filosofia no estado de Minas Gerais e é administrador de um dos maiores websites que auxiliam desenvolvedores brasileiros a conquistarem seus sonhos: O Condado Braveheart.

Além disso, ele também foi administrador do Mundo RPG Maker que certo tempo atrás, há mais ou menos 1 ano, encerrou suas atividades depois de tantos anos como um dos maiores sites voltado aos desenvolvedores.

Com críticas à sociedade disfarçada num mundo fantasioso, Odilon apresenta seu game entitulado de Vorum: Legados de Justiça.

 

 

Ganhador de prêmios em comunidades de desenvolvedores, como o Protótipo Premiado, realizado no Centro RPG Maker, em Março de 2015, conseguindo mais de 22 mil visualizações em seu game. Também conquistou o prêmio Projeto de Ouro, realizado no Mundo RPG Maker.

Confira o trailer do game abaixo:

 

 

Deseja jogar e/ou apoiar o desenvolvedor?

Clique no botão abaixo para acessar o tópico onde o game foi introduzido originalmente e lá poderá fazer o download e também deixar seu feedback:

 

 

Segundo o autor, este RPG conta com uma trama repleta de criticas sociais a elementos presentes na sociedade no geral, como preconceito, política e fanatismo. Criticas mascaradas em elementos fantasiosos dentro do jogo.

Também disse em uma entrevista realizada por nós que não visava fins lucrativos com o game, mas, após contrato com publisher Aplicativos Nacionais, uma das organizadoras da BGS, o game agora será um projeto comercial.


 

A jogabilidade de Vorum é de um estilo mais aberto, deixando o jogador escolher seus caminhos e ver sozinho os detalhes que ele quer explorar. Porém o jogo segue um enredo linear, contendo sempre os mesmos personagens até o fim do jogo.

Vorum: Legados de Justiça conta com um sistema de batalha é simples, usado em diversos jogos de RPG, mas bem feito.

 

 

E, para quem é fã de Game of Thrones e curte a troca de personagens durante a trama, vai gostar de saber que a história se dividirá em duas, serão dois grupos de personagens durante o enredo, cada grupo será afetado pelos eventos de uma forma diferente.

 

 

No começo, as mudanças de grupos serão aleatórias, podendo vir a qualquer hora, mas, futuramente, será possível o jogador escolher em qual grupo ele quer prosseguir, podendo necessitar de detalhes da outra campanha para poder continuar.

Outro ponto forte deste game, além de gráficos e história, é sua trilha sonora. As trilhas foram compostas por Isaias Malafaia e ZaggoJhon, dois excelentes pianistas que deixaram sua linda marca neste game.

Confira o tema da cidade de Camina, composta por Isaias Malafaia:

 

 

Algumas perguntas respondidas que podem tirar tuas dúvidas:

Como faço para jogar este jogo?

Você pode acessar o site onde o game foi publicado clicando AQUI. E, se possível, deixe seu feedback pois ajudará muito a ele.

O jogo será gratuito?


Como dito antes, após contrato com publisher Aplicativos Nacionais, uma das organizadoras da BGS, o game agora será um projeto comercial.

 Existe uma versão gratuita de demonstração  para download que promete, no mínimo, de 2 á 3 horas de duração.


O jogo tem redes sociais?

 Tem sim! Basta CLICAR em seu respectivo ícone.

O desenvolvedor tem mais jogos além deste?

Ter ele não tem, mas já deu uma grande força para um dos membros da staff do Condado BraveHeart com um projeto que tem muito empenho, o Dead File, que é um projeto do Angelo Nobre.

 Caso queira conferir este game maravilhoso que também é uma obra brasileira, basta clicar na capa do game abaixo:

Além de muitos outros games que são ajudados com feedback dele e de outros desenvolvedores, sem falar dos próprios jogadores.

 

PS: Atualmente, o desenvolvedor está trabalhando com freelancers que produzem artes, músicas e, recentemente, dispõe de um programador.

Gameplay feita pelo Canal do RPG Maker:

Se você acompanhou a leitura até aqui, eu agradeço por sua atenção! Deixei escapar algo? Deixe sua pergunta em caso de dúvida.

Até a próxima!


LEIA TAMBÉM

Publicitário potiguar, amante da música popular brasileira. Idólatra de games brasileiros e retrôs. Desenvolvedor de jogos e gerente de marketing.
6 Comentários neste artigo

Deixe uma resposta

  • Tião Ferreira
    16 março 2017 at 19:21 - Reply

    Aê, garoto, grande site e grande review de um grande jogo! Parabéns!

    • Marcel Carvalho
      16 março 2017 at 23:45 - Reply

      Agradecemos com carinho,Tião! É bom ver que ainda tem gente que dá uma força para os conterrâneos.

  • Ban Robert
    17 março 2017 at 12:48 - Reply

    Brotei aqui, por uma publicação num grupo de RPG Maker. De fato, boas obras brs tem muito pouca divulgação ou o devido reconhecimento. Muitas vezes, cada um só quer ver o seu lado. Nós (me incluo mesmo, pq também crio histórias e ainda vou criar alguns games no RPGM) artistas, devemos nos unir. A bestialidade, as coisas inúteis, os “atas” e as superficialidades estão bombando muito, e, isso nos esmaga. DEVEMOS NOS UNIR, repito.
    Bem, gostei da matéria, gostei dessa proposta do site. Infelizmente, não tenho muita disponibilidade ou conhecimento para sacar muito das produções artísticas nacionais. Mas tô começando algumas coisas, pois tenho meus sonhos e não quero realizar eles sozinho. Criei uma Comunidade no G+, que ainda nem tem nome kkk Mas que tem a proposta de levar as artes a sério, incluindo criações de artistas. Já estou conhecendo algumas pessoas que querem desenhar mangás, ou trabalhar com outros tipos de arte. Ah, vai demorar para isso crescer kkk 🙁 Bem, sla, falei coisas nada a ver com o assunto da matéria. Que seja. Vlw

    • Marcel Carvalho
      17 março 2017 at 12:57 - Reply

      Entendemos sua preocupação e fazemos dela a nossa. Sempre escutamos, desde crianças até os dias de hoje que “a união faz a força”, e ela realmente faz!

      Diversos grupos e sites existem para auxiliar os desenvolvedores em seu sonho de conseguirem terminar seus jogos. Poderíamos citar vários deles e, mesmo assim, não conseguir terminar de escrever. O problema em tudo isso é que muitos apenas visualizam os projetos, jogam mas não deixam nenhum feedback… Todos nós sabemos que a principal arma de um desenvolvedor são os feedbacks de quem utiliza seus produtos e que, sem eles, o projeto não passa de mais um que foi “esquecido” em uma maré de tantos outros.

      Boa sorte com seu grupo valorizando a arte, pois um game também pode ser uma obra prima!

      • Ban Robert
        17 março 2017 at 20:11 - Reply

        Pse ^^ Jogos eletrônicos são a nona arte :v

  • Melissa Benatti
    2 abril 2017 at 11:36 - Reply

    Este jogo está simplesmente maravilhoso! <3
    Ainda não tinha ouvido o tema da cidade Camina, é tão profunda… por enquanto é a minha música preferida do jogo!

  • POPULARES

    No canal